Noites Trabalho Sujo | 16.07.2016

noites16julho2016

Rumo a mais uma madrugada de experimentação psíquico-física no coração da metrópole sulamericana, não vamos deixar as frias temperaturas deste inverno tirar o ânimo de nossa incursão à sintetização do calor humano a partir do movimento de corpos sob frequências sonoras movidas por ritmo. São três ambientes dedicados à aproximação corporal e à fluência das boas vibrações. Na sala azul, a dupla de pesquisadores Karen Ercolin e Acácio Mendes, que agora atendem pelo nome coletivo Gemini, começa a fritar neurônios e sacudir quadris logo no início da noite. Após esta explanação, o laboratório responsável pela realização do encontro mensal, o já consagrado trio de cientistas do som Noites Trabalho Sujo, seguem aquecendo corações e mentes à base de novas referências culturais e velhas memóriais nostálgicas – a celebração promovida pelos doutores Alexandre Matias, Luiz Pattoli e Danilo Cabral é conhecida por estabelecer a tônica do experimento. A dupla de investigadoras notívagas Girls Bite Back, composta pelas antropólogas sociais Ana Prado e Nathalia Capistrano, começam a mover instintos no ambiente preto, friccionando libido e álcool às moléculas de som e preparando o terreno para a chegada de duas videocomunicadores, a envolvente Fernanda Catania e a elétrica Maira Medeiros, dos institutos Foquinha e Nunca Te Pedi Nada, respectivamente. Na área do lounge, próxima à entrada, os novatos Pedro Jansen e Léo Freire, que apresentam-se como O Cafuçu e o Hipster, recebem os convidados trabalhando em diferentes frentes culturais. O ingresso para esta noite de experimentação de sentimentos e emoções só é permitida àqueles que enviarem seus nomes para o endereço de correio eletrônico noitestrabalhosujo@gmail.com até às 20h deste sábado. Não se acanhe com a chuva, ela está na programação deste transe e só durará ate o início da noite. Para evitar problemas à entrada, fica a sugestão de chegar mais cedo. Aguardamos a presença de todos. Abaixo uma prévia da tônica da noite.

Noites Trabalho Sujo @ Trackers
Sábado, 16 de julho de 2016
A partir das 23h45
No som: Alexandre Matias, Luiz Pattoli e Danilo Cabral (Noites Trabalho Sujo), Karen Ercolin e Acacio Mendes (Gemini), Fernanda Catania (Foquinha) e Maira Medeiros (Nunca Te Pedi Nada), Pedro Jansen e Léo Freire (O Cafuçu e o Hipster), Ana Prado e Nath Capistrano (Girls Bite Back).
Trackertower: R. Dom José de Barros, 337, Centro, São Paulo
Entrada: R$ 30 só com nome na lista pelo email noitestrabalhosujo@gmail.com. O preço da entrada deve ser pago em dinheiro, toda a consumação na casa é feita com cartões. E chegue cedo – os 100 que chegarem primeiro na Trackers pagam R$ 20 pra entrar.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Curti o set list, gato! Foda é sair de casa pra ouvir”dance with my self” pela enésima vez! crendusPai!!!