Vida Fodona #726: Tá frio, mas tá tudo bem

Chega aqui.  

Vida Fodona #721: E aí, como é que você tá?

Chega mais…

Ouça aqui.  

Rádio Trabalho Sujo: A história do My Bloody Valentine

Como uma banda que soava como Cramps, Stooges, Misfits e Velvet Underground e foi contratada como se fosse o Hüsker Dü irlandês fundou um subgênero inteiro – que sempre renegou – e tornou-se uma das maiores revoluções sônicas e musicais dos últimos 50 anos? Capitaneada pelo gênio Kevin Shields, o My Bloody Valentine é um dos grupos mais importantes da história da música gravada ao misturar barulho e doçura em camadas extremas, que culminaram com o lançamento de um dos discos mais emblemáticos – e polêmicos – dos anos 90.

Assista e ouça aqui.  

Vida Fodona #719: Sei lá o que tá acontecendo

Tantas coisas acontecendo, tantos sentimentos superpostos que eu nem sei mais de nada…

Ouça aqui.  

Vida Fodona #659: Festa-Solo Extra (24.7.2020)

vf659

Vida Fodona ao vivo numa sexta-feira? Sim, às 21h, no twitch.tv/trabalhosujo – e dá pra ouvir logo depois que a festa acabar… agora.

Arctic Monkeys – “Snap Out of It”
Deerhunter – “Breaker”
Angel Olsen – “Shut Up Kiss Me”
My Bloody Valentine – “New You”
Tame Impala – “Feels Like We Only Go Backwards”
Som Imaginário – “Cenouras”
Supercordas – “Ipupiara”
Mopho – “A Geladeira”
Boogarins – “Lucifernandis”
Mutantes – “Preciso Urgentemente Encontrar um Amigo”
Walter Franco – “Feito Gente”
Moby – “Honey”
Kanye West – “Goldigger”
Erasure – “Stop!”
Metronomy – “Love Letters (Soulwax Remix)”
Missy Elliott – “Lose Control”
Duffy – “Mercy”
Apples in Stereo – “Elevator”
Arcade Fire – “Afterlife”
Far East Movement – “Like A G6”
Chromeo – “Fancy Footwork”
Radiohead – “Idioteque”
Pulp – “Disco 2000”
Blur – “Girls & Boys”
Elastica – “Line Up”
Pink Floyd – “Interstellar Overdrive”
Roxy Music – “Love Is The Drug (Todd Terje Disco Dub)”
Lorde – “Royals (Tambozão Edit)”
Nego do Borel + Anitta + Wesley Safadão – “Você Partiu Meu Coração”
Anitta – “Paradinha”
Luis Fonsi + Daddy Yankee – “Despacito”
Justin Bieber – “Sorry (Pagode Remix)”
M.I.A. – “Paper Planes”
Rihanna – “Consideration”
Beyoncé – “Hold Up”
Katy Perry + Juicy J – “Dark Horse”
Santana + Rob Thomas – “Smooth”
Maroon 5 – “This Love”
Daniel Merriweather + Mark Ronson – “Stop Me”
Led Zeppelin – “Dancing Days”
Haim – “If I Could Change Your Mind”
Lauryn Hill – “Doo Wop (That Thing)”
TLC – “No Scrubs”
Taylor Swift – “Style”
Stevie Wonder – “I Wish”
Red Hot Chili Peppers – “Suck My Kiss”
Outkast – “Roses”
Modjo – “Lady (Hear Me Tonight)”
Michael Jackson – “Billie Jean”
Meghan Trainor – “All About That Bass”
Marvin Gaye & Tammi Terrell – “Ain’t No Mountain High Enough”
Wilco – “Someone to Lose”
Queen – “Don’t Stop Me Now”
Olivia Tremor Control – “Jumping Fences”
Nirvana – “Love Buzz”
Jamie xx + Young Thug + Popcaan- “I Know There’s Gonna Be (Good Times)”
Hanson – “Mmmbop”
Maglore – “Me Deixa Legal”
Paralamas do Sucesso – “Selvagem”
Céu – “Minhas Bics”
Rita Lee – “Tititi”
Metrô – “Cenas Obscenas”
Glue Trip – “Elbow Pain”
Lana Del Rey – “Ultraviolence”
Air – “Playground Love”
Negro Leo – “Outra Cidade”

Máquina do Tempo: 1° a 30 de novembro

billboard
1° de novembro – O lançamento da revista Billboard, o dia que o mundo conheceu o disco Abbey Road, a morte de Yma Sumac e o aniversário de Pabllo Vittar

youresovain
2 de novembro – Carly Simon lança “You’re So Vain”, a primeira vez do termo “Beatlemania” é a prisão do pai de Marvin Gaye

Vanilla-Ice
3 de novembro – “Ice Ice Baby” levando o rap ao topo das paradas pela primeira vez, a volta dos Righteous Brothers e censura a shows de rock!

good-vibrations
4 de novembro – Os Beach Boys lançam “Good Vibrations”, My Bloody Valentine lança o Loveless e morre Fred “Sonic” Smith

d2
5 de novembro – Aniversário de D2, Thaíde e Mr. Catra, a estreia do programa de Nat King Cole e a morte de Link Wray


6 de dezembro – Taylor Swift lança 1989, os Sex Pistols estreiam ao vivo (por dez minutos!) e os Monkees lançam um filme lóki

ary-barroso
7 de novembro – O nascimento de Ary Barroso, o último show de Aretha Franklin e a morte de Leonard Cohen

led-zeppelin-iv
8 de novembro – O lançamento do quarto disco do Led Zeppelin, David Bowie no programa da Cher e o filme que deu um Oscar pro Eminem

rolling-stone
9 de novembro – É lançada a revista Rolling Stone, o disco 36 Chambers do Wu-Tang Clan, John conhece Yoko e Bowie toca ao vivo pela última vez

queen
10 de novembro – A gravação do clipe de “Bohemian Rhapsody”, o primeiro rap a entrar na lista dos mais vendidos e Chaka Khan com Prince, Stevie Wonder e Melle Mel

twovirgins
11 de novembro – John & Yoko lançam Two Virgins, Bill Haley chega ao topo das paradas e Dylan lança seu primeiro livro

likeavirgin
12 de novembro – Madonna lança o disco Like a Virgin, o estúdio Abbey Road é fundado e o Velvet Underground faz seu primeiro show

qotsa-bataclan
13 de novembro – Atentado terrorista no show do Eagles of Death Metal, “Feelings” ganha o disco de ouro e morre Ol’ Dirty Bastard

Black-or-White
14 de novembro – Michael Jackson lança o clipe de “Black Or White”, Ray Charles chega pela primeira vez ao topo e Pete Townshend assume que é bissexual

millivanilli
15 de novembro – Empresário do Milli Vanilli assume que dupla é uma fraude, Janis Joplin é presa por xingar um guarda e os Dire Straits dominam as paradas

candeia
16 de novembro – A morte de Candeia, a prisão do baterista do Clash e os Stones tocam na festa privê de um bilionário

Composer Heitor Villa-Lobos at the Piano
17 de novembro – Morre o maestro Heitor Villa-Lobos, o primeiro disco das Spice Girls e Patti Smith ganha o National Book Award

genesis-lamb-lies-down
18 de novembro – Genesis lança o clássico The Lamb Lies Down on Broadway, morre Danny Whitten da Crazy Horse de Neil Young e o Nirvana grava seu Acústico MTV

michael-varanda
19 de novembro – Michael Jackson pendura o filho bebê na varanda, Carl Perkins grava “Blue Suede Shoes” e Zappa conclui sua ópera Joe’s Garage

keithmoon
20 de novembro – Keith Moon passa mal e fã termina o show tocando bateria com o Who, Isaac Hayes chega ao topo e Bo Diddley é banido da TV

petergrant
21 de novembro – A morte de Peter Grant, o empresário que fez o Led Zeppelin acontecer, Olivia Newton John emplaca “Physical” e os Beatles lançam Anthology

MichaelHutchence
22 de novembro – A morte acidental do líder do INXS, Michael Hutchence, o início da carreira de Simon & Garfunkel e Pearl Jam apenas em vinil

Jerry-Lee-lewis-mugshot
23 de novembro – Jerry Lee Lewis é preso após baixar armado na casa de Elvis Presley, Pink Floyd nas paradas de sucesso e morre Adoniran Barbosa

Freddie-Mercury
24 de novembro – Morre Freddie Mercury, Howlin’ Wolf toca na Inglaterra e o Crowded House encerra suas atividades

bodyguard
25 de novembro – Estreia Guarda-Costas o filme que catapultou a carreira de Whitney Houston, surge a primeira gravadora online e morre Nick Drake

hacienda
26 de novembro – O clube Haçienda é leiloado, o Cream faz seu último show e Richey Edwards, dos Manic Street Preachers, é declarado morto

justifymylove
27 de novembro – O clipe de “Justify My Love” é banido da MTV, Hendrix comemora aniversário num show dos Stones e o Pavement termina ao vivo

elton-lennon
28 de novembro – John Lennon toca pela última vez ao vivo (ao lado de Elton John), Kurt Cobain zoa o Top of the Pops e Britney dá a volta por cima

susanboyle
29 de novembro – O fenômeno Susan Boyle cumpre a promessa em seu primeiro álbum, morre George Harrison e Taylor Swift substitui a si mesma no topo

cartola
30 de novembro – Morre Cartola, Michael Jackson lança Thriller, Madchester chega ao Top of the Pops e Joey Ramone vira um quarteirão em NY

Vida Fodona #578: 23 anos do Trabalho Sujo

vf578

23 em quase sete horas.

Red Hot Chili Peppers – “One Hot Minute”
Linguachula – “Língua”
Karnak – “Cala A Boca Menina(o)”
Beck – “Novacane”
DJ Shadow – “What Does Your Soul Look Like, Pt. 4”
Olivia Tremor Control – “Define a Transparent Dream”
Legião Urbana – “Leila”
Blur – “Look Inside America”
Yo La Tengo – “Autumn Sweater”
Grenade – “Rubber Maid Heart”
Chemical Brothers – “Elektrobank”
Radiohead – “Electioneering”
Racionais MCs – “Tô Ouvindo Alguém Me Chamar”
Beastie Boys – “Three MCs and One DJ”
Massive Attack – “Exchange”
Pulp – “This is Hardcore”
Suede – “Everything Will Flow”
Flaming Lips – “The Spark That Bled”
Built to Spill – “Center of the Universe”
Planet Hemp – “12 Com Dezoito”
Mundo Livre S/A – “O Mistério do Samba”
Avalanches – “Since I Left You”
Wado – “Uma Raiz, Uma Flor”
Los Hermanos – “Retrato pra Iaiá”
Playgroup – “Number One”
N*E*R*D – “Run to the Sun”
Casino – “Samba-Dada”
Daft Punk – “Something About Us”
De Leve – “Essa é pros Amigos”
Marcelo D2 – “A Maldição do Samba”
BNegão + Seletores de Frequência – “V.V.”
Gabriel Muzak – “Estética Terceiro Mundo”
Danger Mouse – “My 1st Song”
Outkast – “Roses”
Curumin – “Solidão Gasolina”
Mombojó – “Absorva”
Hurtmold – “Chuva Negra”
Wilco – “At Least That’s What You Said”
Nação Zumbi – “Na Hora De Ir”
Supercordas – “3000 folhas”
Kassin + 2 – “Futurismo”
Gnarls Barkley – “Crazy”
Spoon – “Rhthm & Soul”
National – “Brainy”
Apples in Stereo – “Energy”
Vanguart – “Semáforo”
Benji Hughes – “You Stood Me Up”
Cut Copy – “Hearts on Fire”
Midnight Juggernauts – “Into the Galaxy”
Ladyhawke – “Paris is Burning”
Miami Horror – “Sometimes”
Xx – “Crystalised”
Cidadão Instigado – “Contando Estrelas”
Céu – “Bubuia”
Nina Becker – “Toc Toc”
Tulipa Ruiz – “A Ordem das Árvores”
Breakbot + Irfane – “Baby I’m Yours”
Metronomy – “The Bay”
Washed Out – “Eyes Be Closed”
Destroyer – “Kaputt”
Lana Del Rey – “Video Games”
Rapture – “Miss You”
Chromatics – “Lady”
Sexy Fi – “Looking Asa Sul, Feeling Asa Norte”
Frank Ocean – “Lost”
Poolside – “Harvest Moon”
Sambanzo – “Capadócia”
Arcade Fire – “Porno”
Glue Trip – “Elbow Pain”
My Bloody Valentine – “New You”
Unknown Mortal Orchestra – “So Good at Being in Trouble”
Lorde – “Royals”
Kendrick Lamar – “Bitch Don’t Kill My Vibe”
Sia – “Chandelier”
Criolo + Juçara Marçal – “Fio de Prumo (Padê Onã)”
Bixiga 70 – “100% 13”
Taylor Swift – “Blank Space”
Siba – “O Inimigo Dorme”
Ava Rocha – “Transeunte Coração”
Boogarins – “6000 Dias (Ou Mantra Dos 20 Anos)”
Tame Impala – “Let It Happen (Soulwax Remix)”
Emicida – “Mandume”
Beyoncé – “Formation”
Rihanna – “Needed Me”
Solange – “Cranes in the Sky”
BaianaSystem – “Cigano”
Otto – “Soprei”
Don L – “Eu Não Te Amo”
Flora Matos – “10:45”
Thundercat – “Friend Zone”
Angel Olsen – “Special”
Courtney Barnett – “Need a Little Time”
Stephen Malkmus + The Jicks – “Kite”
Karol Conká – “Fumacê”
Baco Exu do Blues + Tuyo – “Flamingos”
Luiza Lian – “Mira”

My Bloody Valentine em 2018

kevinshields

Está acontecendo: as forças sísmicas das microfonias do My Bloody Valentine devem voltar a se manifestar ainda esse ano – em dois EPs! As pistas já estavam no ar – desde o relançamento dos dois primeiros discos da banda em vinil (eliminando elementos digitais que haviam nas primeiras prensagens dos vinis da época), passando pelo show que o líder da banda, Kevin Shields, fez no fim do ano passado, até o anúncio do primeiro show da banda em cinco anos feito no início de 2018. Agora é o o próprio Kevin Shields que antecipa os planos da banda para esse ano, como contou para Bob Boilen, da NPR norte-americana, em uma longa entrevista.

“Começamos a gravar um novo disco há um ano e ele tinha como base algumas ideias que tinha. Nós começamos a trabalhar usando apenas o Pro Tools pra ver se essas ideias funcionavam. E elas meio que funcionaram. Então começamos a gravar de forma analógica no verão passado e paramos de novo. Só fizemos as partes de trás, baterias e coisas assim. E então eu realmente me envolvi com ele, essencialmente porque não estou fazendo um disco na forma que normalmente faço um disco, que é algo autocontido. É meio como se estivesse fazendo um EP, mas não quero me restringir a quatro canções ou alguma duração ou algo do tipo. É realmente um EP, mas é um EP que se espalha… Eu vou fazer uns dois deles antes de fazer um álbum. Acho que vamos fazer uns shows neste verão e vamos começar a apresentar umas ideias novas. Então eu apenas queria misturá-las e sair da minha fórmula ‘fazer um disco a cada vinte anos e depois fazer uma turnê e desaparecer por cinco anos’.

Shields faz referência ao tempo que a banda ficou entre gravar seu segundo e terceiro disco (22 anos!) e sem fazer turnês (cinco, desde o lançamento do disco mais recente, em 2013). Há uma expectativa sobre o anúncio de mais datas ao vivo ainda este ano, que acompanhariam o lançamento destes dois EPs – um no meio do ano e outro mais pro meio do segundo semestre. Mas em termos de My Bloody Valentine, toda espera deve ser paciente. Afinal, esta é a banda que quando todo mundo esperava o tão aguardado terceiro disco ainda nos anos 90, regravou apenas uma versão para “We Have All the Time in the World” (“temos todo o tempo do mundo”), desdenhando da paciência dos fãs.

Kevin Shields confirmou: disco novo do My Bloody Valentine em 2018

mbv

Depois de muita especulação, Kevin Shields confirma para a Pitchfork que seu My Bloody Valentine lançará disco novo no ano que vem. Ele contou que o disco está quase no fim e que ele só não terminou ainda porque Kevin se envolveu com a remasterização dos dois primeiros discos da banda para o relançamento em vinil no início de 2018:

“Começamos a gravá-lo há um ano e então fizemos umas pausas por causa disso (a remasterização dos primeiros discos). A última vez que trabalhamos nele foi há um ou dois meses. Eu ainda estou pairando sobre este projeto até que basicamente ele comece a ser fabricado e aí voltaremos ao disco. Para terminá-lo. Porque queremos fazer shows no meio do ano que vem. Vamos tocá-lo ao vivo, o que é uma boa forma de garantir que o disco termine.”

Em seguida, ele confirmou que o disco sairá no ano que vem.

“Cem por cento de certeza. Cem por cento. O disco basicamente começou como um EP e então percebi que ele seria uma espécie de mini-álbum, porque ele terá pelo menos quarenta minutos de duração. Então será um álbum, mas eu não sei quantas faixas ele terá no final. Provavelmente sete ou oito, pelo jeito.”

Mas quando se fala de My Bloody Valentine, só podemos contar com disco novo quando ele for lançado – por isso, dedos cruzados.

My Bloody Valentine em vinil

mybloodyvalentine-vinil

Uma das partes da minibiografia que Kevin Shields mandou para o festival da Islândia em que irá fazer um show no fim do ano se concretizou: os dois primeiros discos do My Bloody Valentine estão sendo relançados em vinil remasterizados analogicamente e relançados com capa dupla no início do ano que vem e já podem ser pré-reservados no site da banda. Resta saber se a segunda parte da biografia (que o grupo estaria prestes a lançar um disco de inéditas no ano que vem) é verdade. Imagina…