Chico Science entre o pós-punk e o hip hop

bomtomradio

E essa versão demo de “A Cidade”, gravada na versão pré-histórica da Nação Zumbi chamada Bom Tom Rádio? O grupo era formado por Chico Science, Jorge du Peixe e o produtor H.D. Mabuse. Entre o pós-punk e o hip hop oitentista, dava o recado com a música que depois se tornaria hit nos anos 90, mas com a vibe oitentista que adubou o caminho para o surgimento do mangue beat.

Que pérola.

Nação Zumbi e Ney Matogrosso podem seguir juntos

ney-jorge

Conversei com Lúcio Maia, Jorge Du Peixe e Pupilo sobre uma possível continuidade da parceria da Nação Zumbi com Ney Matogrosso após o show que fizeram juntos no Rock in Rio – o vídeo faz parte da cobertura que fiz do festival para o UOL.

The Baggios + Du Peixe: “Mete medo e nem sabe porquê”

thebaggios-2016

Uma das bandas de rock mais pesadas da atual cena independente brasileira, a dupla sergipana The Baggios está prestes a dar seu salto mais ousado com o disco Brutown (capa e ordem das faixas logo abaixo), quando vão de cabeça rumo à primeira linha do gênero no Brasil. Para isso, cercaram-se de alguns dos principais representantes do atual rock brasileiro em diferentes participações no novo disco, como Fernando Catatau, do Cidadão Instigado; Emmily Barreto, do Far From Alaska; e o casal Gabriel Thomaz e Erika Martins (dos Autoramas). Mas talvez o principal destaque das participações seja a presença de Jorge Du Peixe, da Nação Zumbi, na faixa “Saruê”, que o grupo mostra pela primeira vez aqui no Trabalho Sujo.

“Quando eu escrevi ‘Saruê’ eu estava no auge da angústia ao ler tantas notícias tristes, brutais, de ler tantas declarações absurdas vindo por todos os lados”, explica o vocalista e guitarrista da banda, Julio Andrade. “Foi quando eu me dei conta de quanto os Malafaias, Felicianos, Bolsonaros, Temers estão cercando cada vez mais nosso sistema, nossa sociedade, acelerando ainda mais um retrocesso de forma caótica. É como um câncer, é como um encosto. A hipocrisia, pensamentos e ações extremistas, as pessoas furiosas perdendo as estribeiras e amizades por questões partidárias, a vaidade pelo poder, a cegueira religiosa, a violência doméstica e urbana … tudo que tem chocado o Brasil e o mundo de forma negativa se enquadra na personificação de um ser ‘Saruê’.”

“Não é difícil notar a influência da música brasileira/nordestina em Saruê, e quando penso na nossa música, Nação Zumbi é um dos primeiros nomes a surgir na cabeça”, continua Julio. “Não foi diferente quando pensei numa participação para essa faixa. Fui apresentado ao Jorge por DJ Dolores, e o cara foi muito gente fina e topou na hora. Jorge Du Peixe é um dos maiores letristas da música contemporânea brasileira, é inspirador como ele conduz a canção e eu não tenho nem palavras para descrever minha felicidade de ter um cara como ele fazendo parte de um disco do The Baggios.”

Brutown chega às plataformas digitais nessa sexta-feira e a versão física será lançada no mês que vem. A dupla (que, além de Julio, conta com Gabriel Carvalho na bateria e agora tem um terceiro integrante ao vivo, o tecladista Rafael Ramos) lança o disco aqui em São Paulo dia 14 de outubro, no Auditório Ibirapuera, com participações de Catatau, do Teago (do Maglore) e da banda Vivendo do Ócio.

“Estigma”
“Brutown”
“Desapracatado”
“Sangue e Lama”
“Alex San Drino”
“Saruê”
“Miquin”
“Como Um Tiro De Bacamarte”
“Medo”
“Vivo Pra Mim”
“Padece Ser”
“Soledad”

O disco brasileiro do Del The Funky Homosapien

del-3rd-world-vision

Projetinho idealizado por dois terços do trio Zulumbi – o MC Rodrigo Bradão e o DJ PG -, o disco Third World Vision reúne nomes como BNegão, Jorge du Peixe, Ogi, Maurício Takara, Ladybug Mecca (do Digable Planets), Nuts, PG, Espião entre outros ao rapper norte-americano Del The Funky Homosapien, ícone do hip hop que também já participou de projetos já clássicos como Deltron 3030, Gorillaz e Hieroglyphics. Third World Vision vai ser lançado no dia primeiro de setembro no site Só Pedrada Musical, do DJ Daniel Tamenpi. Ele já deu um aperitivo com a faixa “#CDV (Círculo da Vida)”, que reúne todos os participantes na mesma música.

A capa criada pelo estúdio Petit Pois remete ao clássico Krishnanda, de Pedro Santos – se você ainda não conhece, faça-se esse favor:

Nação Zumbi: “Um sonho dentro de um sonho”

sonho-nz

Que doido: Chico Science e Jorge du Peixe eram dois bróderes que rodavam break no Recife e depois começaram a fazer música, dando origem à Nação Zumbi no início dos anos 90. Anos depois Chico morre num acidente de carro e décadas depois, sua filha reencontra, online, o filho do velho amigo de Chico – e atual vocalista da antiga banda. O casal Louise “Lula” Taynã – filha de Chico – Ramon Lira – filho de Jorge – é de verdade mas funciona como uma bela homenagem ao legado da própria banda para além da música, nas imagens para o recém-lançado clipe do grupo, “Um Sonho”.

Vida Fodona #252: O cara ou coroa entre o frio e o calor vai acabar com a moeda em pé

Enquanto o clima não se decide, decido eu.

Warpaint – “Undertow”
Mitzi – “All I Heard”
Metronomy – “She Wants”
Devendra Banhard – “Baby”
Bonifrate – “Esse Trem Não Improvisa”
Lissie – “Bully”
Barbara Eugênia – “Drop the Bombs”
Erasmo Carlos – “Estou Dez Anos Atrasado”
Rockers Control – “Dança das Abelhas”
Cidadão Instigado – “Como as Luzes”
I Blame Coco – “Qucker (Shook Remix)”
Cold War Kids – “Mine is Yours (Yeasayer Remix)”
Lurdez da Luz + Jorge du Peixe – “Corrente de Água Doce”
Toro Y Moi – “New Beat”
Lindstrøm + Christabelle – “Baby Can’t Stop”

Simbora?

Ocupação Chico Science

E o Carneiro pautou o Clemente para dar uma sacada na Ocupação Chico Science que está acontecendo no Itaú Cultural até o dia 4 de abril e trombou com a quadrilha que armou o mangue beat: Fred Zero Quatro, Jorge Du Peixe, DJ Dolores, Rogê, Paulo André… Só gente fina.

Vida Fodona #163: Um certo clima de psicodelia no ar

WAT digo eu.

Belle & Sebastian – “If You Find Yourself Caught in Love”
George Harrison – “Got My Mind Set On You”
Jorge Du Peixe e Lucio Maia – “Kanibal”
Frank Zappa – “Florentine Pogen”
Olivia Tremor Control – “Jumping Fences”
Supercordas – “E o Sol Brilhou Sobre o Verde”
Syd Barrett – “Baby Lemonade”
Nick Cave & the Bad Seeds – “Get Ready for Love”
Walter Franco – “Cena Maravilhosa”
Serge Gainsbourg – “Cargo Culte”
Van Morrison – “Sweet Thing”
Phoenix – “Lisztomania”
Genesis – “Back in NYC”
Mopho – “O Amor é Feito de Plástico”
Elastica – “S.O.F.T.”
Pavement – “Old to Begin”
Herbert Vianna – “The Scientist Writes A Letter”
Stevie Wonder – “All Day Sucker”

Glue here.