David Bowie extra

David_Bowie_The_Next_Day_Extra

E por falar em David Bowie, o Bracin nos avisa que ele anunciou o conteúdo da edição especial de seu The Next Day, lançado subitamente no início desse ano. Eu nem achei o disco essa cocacola toda que andam dizendo por aí – é mais um disco Bowie sendo Bowie do que propriamente uma nova reinvenção, algo que não acontece de verdade desde o início dos anos 80. Mas há boas faixas, a produção é clean e objetiva e, o principal a meu ver, seu acabamento visual é brilhante. O uso da capa de “Heroes” com glitch de computador, a lente precisa dos clipes que já foram lançados e, agora com esse disco-caixa, o acabamento de sua produção como objeto – veja no vídeo abaixo – mostra que mesmo não desequilibrando o cenário pop mundial com um disco, ele ainda é um dos veteranos mais afiados em ativa.

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. “Earthling” não parece uma guinada digna de nota?

    • O disco drum’n’bass? Nem com mta boa vontade…

      • Nem tô falando sobre a qualidade do material. Digo sobre a intenção do Bowie em relação à música mesmo, de loopar aquela desconstrução rítmica do jungle pra lançar um disco seco, sintético, agressivo. Perto da apatia dele nos 80 e das tentativas de retomada via eletrônica esboçadas no Black Tie/White Noise e Outside, esse Earthling me parece bem radical.

        • Ah, sim. Em termos de intenções, ele sempre tentou ir além. O problema é o resultado. Esse Next Day é um Black Tie/White Noise de novo, né…