A história de Wish You Were Here, do Pink Floyd

Apesar de não ter a aura mística do primeiro álbum, a força conceitual e mercadológica do Dark Side of the Moon nem a epicidade trágica e megalomaníaca do The Wall, Wish You Were Here é um dos principais álbuns do Pink Floyd – e talvez o mais importante para a própria banda. Afinal, foi nele em que os quatro souberam reconhecer sua própria importância (Dark Side of the Moon, o disco anterior, ainda foi gravado com alguma insegurança), além de celebrar a importância – e amizade – com o fundador da banda, Syd Barrett. O documentário The Story of Wish You Were Here, abaixo na íntegra, conta a história deste disco, partindo da idéia de homenagear Barrett (já presente no álbum antecessor, tanto implicitamente no título como explicitamente na faixa “Brain Damage”) à criação de cada uma das cinco faixas do disco, passando pelo dublê em chamas na capa e dúvidas em relação a se tornar uma engrenagem do sistema vendedor de discos, culminando com a tocante descrição de todos os integrantes da banda de como foi receber uma inusitada visita durante as gravações…

De chorar.

Você pode gostar...

Sem Resultados

  1. Diego Mendes disse:

    Inspirador e emocionante. Meus olhos estão marejados.

  2. japaOne disse:

    Eu lí no ”1001 discos…” que a visita foi meio tensa. Ninguém reconhecei o Syd de tanto que ele tinha engordado e com uma barba fora do normal. Deve ter sido um dia e tanto.

  3. arlen disse:

    Belo documentário assim como aquele sobre o Syd Barret, da BBC e olha que não sou muito de Pink Floyd, já do Syd é outra estória.

  4. PH Peixoto disse:

    Realmente, muito, muito emocionante. Para mim, é o melhor do Pink Floyd. Duas frases me marcaram particularmente:

    “Você pode libertar-se o suficiente para conseguir experimentar a realidade da vida enquanto ela acontece, antes e com você, enquanto você também é parte dela?”

    “Deve-se ver além da tristeza e raiva para encontrar as possibilidades do amor”

  5. Daniel Araujo disse:

    – Como o Roger Waters é chato.
    – Como o Dave Gilmour está um velhinho detonado.

  6. Tom Camarot disse:

    Muito engrandecedor este documentario. Grande historia, grandes mentes!

  7. Adriano disse:

    Muito bom o documentário.

  8. Hélio C. Bortolon disse:

    Isso me deu arrepios a cada 5min.
    Me deu uma pena tremenda do Syd, mas drogas fazem isso às vezes, é um risco que não sei se vale a pena pela libertação artística.

  9. Osni disse:

    Nossa! Muito emocionante!!!!

  1. 21/10/2012

    […] O texto é do Trabalho Sujo. […]

  2. 26/10/2012

    […] 2) O Alexandre Matias do Trabalho Sujo postou um documentário que conta a história do disco Wish You Were Here, do Pink Floyd. […]