“Separo, paro, comparo, paro, preparo, paro, disparo…”

Leo Cavalcanti e Tulipa, fantasiados de bicho, num clipe dirigido pela Nina, pelo Cosko e pelo Pedro.

E por falar na Tulipa…

Clipe novo, dirigido pela Leandra Leal:

Os Marginals endiabrados e a música nova da Tulipa

Fui ontem no Sesc Pompéia ver o primeiro dia do Nublu Festival com duas expectativas: ver o show do Marginals e ouvir a música nova da Tulipa, que o Ronaldo já havia cantado a bola no blog dele. Estava com uma certa pulga atrás da orelha em relação à participação do Rodrigo Brandão no show dos Marginals – afinal, o próprio já tinha me falado na terça que estava tenso em relação ao show porque os Marginals não ensaiam. E, realmente, não acho que tenha funcionado direito – principalmente pela sensação de que Rodrigo parecia estar sobrando do transe endiabrado que o grupo submeteu o público que lotou a choperia.


Marginals + Rodrigo Brandão – “Sem Título”

Eles estavam infernais – no melhor sentido do termo – e o calor quase sólido que esquentava a casa ajudava no clima pesado da jam. Thiago França, devidamente caracterizado de beduíno, alternava-se entre a flauta transversal, o sax e a própria voz como instrumento, manipulando-os com pedais espalhados ao chão, como também fazia Marcelo Cabral, que até tirou o arco certa feita para deixar seu baixo acústico harmonizar. Tony Gordin, na bateria, dava o clima para as viagens dos dois, mas manteve-se mais contido que o normal, talvez para marcar mais o ritmo e facilitar para as rimas de Brandão.


Marginals- “Sem Título”

Já o Wax Poetic eu acho bem chato – parece um sub-Morcheeba sem carisma e nenhum hit conhecido. Só vale por terem dado espaço para Tulipa apresentar sua nova música, além da banda ter encarado (ponto pra eles) um dos hits dela – “Brocal Dourado” – com o arranjo original.


Wax Poetic + Tulipa Ruiz – “Brocal Dourado” / “Assim”

Vida Fodona #314: Finalmente o sol resolveu dar o ar de sua graça nesse verão 2012

Regozijai-vos todos!

Lana Del Rey – “Born to Die (PDP 13 Remix)”
JJ – “Ecstasy”
El Guincho – “Bombay”
Pnau – “Baby (Breakbot Remix)”
Pony Pony Run Run – “Hey You”
Gorillaz – “Empire Antes (Miami Horror Remix)”
Pickwick – “Blackout”
Jorge Ben – “Menina Mulher da Pele Preta”
Of Montreal – “Dour Percentage”
Tulipa Ruiz – “Às Vezes”
Toro y Moi – “I Can Get Love”
Technotronic – “Move This”
Happy Mondays – “Loose Fit”
Chet Faker – “No Diggity”

Vamo lá.

“Escuto ‘Money for Nothing’ e então começo a lembrar…”

Há dias que eu tou com essa música da Tulipa em loop mental:

Às vezes quando eu vou à Augusta
O que mais me assusta é o teu jeito de olhar
De me ignorar
Toda em tons de azul

Teu ar displicente invade meu espaço
E eu caio no laço exatamente do jeito
Um crime perfeito
It’s all right, baby blue

Garupa de moto, a quina da loto saiu pra você
Sem nome e o endereço é de hotel, eu mereço
Até outra vez

Às vezes quando eu chego em casa
O silêncio me arrasa e eu ligo logo a TV
Só então eu ligo pr’ocê, descubro que já sumiu

Não sei em qual festa que eu te garimpei
Cantanto “lay mister lay”, será que foi no meu tio?
Ou em algum bar do Brasil…
Sei lá, eu fui mais de mil

Cheguei bem tarde, o vinho estava no fim
E alguém passou o chapéu pra mim e gritou
É grana pra mais bebum e eu não paguei

Às vezes quando eu vou ao shopping
Escuto “Money for Nothing” e então começo a lembrar
Que eu tocava num bar e que uma corda quebrou

Foi um Deus-nos-acuda, eu apelei pro meu Buda
Te peguei pelo braço e nós fomos embora
Eu disse: Baby, não chora, amor de primeira hora

A vida é chata, mas ser platéia é pior
E que papel o meu
Chá quente na cama, sorvete, torta, banana, lua de mel

Às vezes quando eu vou ao centro da cidade
Evito, mas entro no mesmo bar que você
Nem imagino o porquê, se eu nem queria beber

Reparo em sua roupa, na loira ao seu lado
No seu ar cansado que nem mesmo me vê
Olhando pr’ocê, pedindo outro “fernet”

Será que não chega, já estou me repetindo
Eu vivo mentindo pra mim
Outro sim, outra “trip”, outro tchau
Outro caso banal, tão normal, tão chinfrim

Às vezes eu até pego uma estrada
E a cada belo horizonte eu diviso o seu rosto
A face oculta da lua soprando ainda sou sua

2010 em 2012: Tulipa e Jeneci no mesmo palco

No Circo Voador, no fim de semana. Demais!

Vida Fodona #310: As 75 melhores músicas de 2011

Cinco horas de Vida Fodona pra terminar 2011 – em contagem regressiva até a melhor música do ano.

Banda Uó – “O Gosto Amargo do Perfume”
Britney Spears – “Till The World Ends”
Leandro Correa – “One More Avassalador”
Peter Bjorn & John – “Second Chance”
Mitzi – “All I Heard”
Streets – “Trust Me”
Lykke Li – “Youth Knows No Pain”
Blubell + Bruno Morais – “Triz”
Thurston Moore – “Benediction”
Computer Magic – “The End of Time”
Bo$$ in Drama – “Disco Karma”
Kassin – “Quando Você Está Sambando”
Young Galaxy – “We Have Everything”
Work Drugs – “Rolling in the Deep”
Criolo – “Samba Sambei”
Justice – “Audio Video Disco”
AM + Shawn Lee – “Somebody Like You”
Gang Gang Dance – “MindKilla”
Wilco – “Speak Into the Rose”
Domenico Lancelotti – “Cine Privê”
Vetiver – “Can’t You Tell”
Céu + Tulipa + Gui Amabis + Curumin – “Sal e Amor”
Beth Ditto + Simian Mobile Disco – “Open Heart Surgery”
Girls – “Love Like a River”
Cícero – “Pelo Interfone”
Marcelo Camelo + Hurtmold – “Acostumar”
Washed Out – “Eyes Be Closed”
Twin Sister – “Bad Street”
Bonifrate – “Antena a Mirar o Coração de Júpiter”
Weeknd – “What You Need”
SebastiAn + Mayer Hawthorne – “Love in Motion”
Starfucker – “Born”
SBTRKT – “Wildfire”
Foster the People – “Don’t Stop (Color on the Walls)”
Radiohead – “Separator”
Tom Vek – “World of Doubt”
Silva – “Imergir”
Foster the People – “Call It What You Want”
Letuce – “Insoniazinha”
Lana Del Rey – “Kinda Outta Luck”
Shawn Lee’s Ping Pong Orchestra + Curumin – “Não Vacila”
Pickwick – “Blackout”
Karina Buhr – “Cara Palavra”
M83 – “Midnight City”
Chet Faker – “No Diggity”
Junior Boys – “Banana Ripple”
Fabio Góes – “Amor na Lanterna”
Circo Motel – “Sunshine”
Holy Ghost – “Do It Again”
VHS or Beta – “I Found a Reason”
Washed Out – “Echoes”
Breakbot + Ruckazoid – “Fantasy”
Architecture in Helsinki – “Contact High”
Rapture – “How Deep is Your Love?”
Memory Tapes – “Wait in the Dark”
Bonifrate – “A Farsa do Futuro Enquanto Agora”
Foster the People – “Pumped Up Kicks”
Modeselektor + Thom Yorke – “Shipwreck”
Is Tropical – “The Greeks”
Cut Copy – “Take Me Over”
Rapture – “Never Die Again”
Neon Indian – “Polish Girl”
Gorillaz – “Empire Ants (Miami Horror Remix)”
Dorgas – “Loxhanxha”
Destroyer – “Kaputt”
Girls – “Vomit”
Lana Del Rey – “Video Games”
Holy Ghost – “Wait & See”
Washed Out – “Amor Fati”
Metronomy – “The Look”
Toro Y Moi – “I Can Get Love”
Mayer Hawthorne – “A Long Time”
Metronomy – “The Bay”
Maroon 5 + Christina Aguillera – “Moves Like Jagger”
Rocket Juice & the Moon – “Poison”

E até 2012.

Vida Fodona #309: Já comecei a fazer as minhas contas

E você, já escolheu os seus melhores discos e músicas do ano? Começo minhas listas semana que vem…

Karina Buhr – “Não Me Ame Tanto”
Neon Indian – “Polish Girl”
Toro y Moi – “I Can Get Love”
Mayer Hawthorne – “A Long Time”
Rapture – “Come Back to Me”
Mallu Magalhães – “Sambinha Bom”
Rocket Juice & The Moon – “Poison”
Washed Out – “Echoes”
Kassin – “Fora de Área”
Silva – “Acidental”
Cícero – “Ensaio Sobre Ela”
Radiohead – “Little By Little”
Tulipa Ruiz – “Memória Fora de Hora”
Bonifrate – “Cantiga da Fumaça”
Domenico – “Cine Privê”

Bora?

Tulipa na Europa

Legal, hein…

Vida Fodona #279: Voltamos à nossa programação normal

Recuperou-se? Eu sim.

Ariel Pink’s Haunted Grafitti – “Bright Lights, Blue Skies”
Holy Ghost – “Do It Again”
Radiohead – “Lotus Flower (Brainbeats Remix)”
LehtMoJoe – “Machu Picchu Goes on”
Electrosound – “Tightrope ABC”
Lindstrøm + Christabelle – “Baby Can’t Stop”
Tulipa Ruiz – “A Ordem das Árvores”
Bee Gees – “Stayin’ Alive (Teddybears Remix)”
Caribou – “Odessa”
Rolling Stones – “Live with Me”
La Roux – “In It For the Kill (Twelves Remix)”
Apples in Stereo – “Dance Floor”
Toro y Moi – “Still Sound”
Les Rhytmes Digitales – “Sometimes”

Vamos?