Vida Fodona #811: Um Vida Fodona dedicado à Fernanda Azevedo

Um beijo, mulher.

Ouça abaixo:  

Vida Fodona #808: 13 anos de Vida Fodona

Comemorando atrasado.

Justice + Tame Impala – “Neverender”
David Bowie – “Stay”
Happy Mondays – “Bob’s Yer Uncle”
Itamar Assumpção – “Fico Louco”
Jorge Ben – “Cinco Minutos”
Sade – “No Ordinary Love”
Massive Attack – “Black Milk”
Curumin – “Vem Menina”
Yo La Tengo – “Well You Better”
Yumi Zouma – “Catastrophe”
Tops – “Change of Heart”
Yma – “Vampiro”
Erasmo Carlos – “Sorriso Dela”
Ava Rocha – “Beijo no Asfalto”
João Gilberto – “É Preciso Perdoar”

Ouça abaixo:  

Boogarins mais uma vez no Clube

Se o show dos Boogarins é sempre uma viagem, quando acontece no Centro Cultural São Paulo ganha um gostinho extra – mesmo com o público comportando-se bem, o que não é a regra quando o grupo goiano toca na mítica sala Adoniran Barbosa. Mas a apresentação desta quarta-feira foi mais uma visita do grupo ao universo do Clube da Esquina e os fãs assistiram todos sentadinhos, sem se aglomerar de pé ao redor da banda como é de praxe no local. Isso não tirou a magia da situação, pelo contrário, deu ares de camerata à viagem psicodélica do quarteto à cosmogonia parida a partir do disco clássico de 1972, que não foi tocado na íntegra e sim usado como alicerce para visitar outros momentos clássicos – e outros menos conhecidos – do criado pelos músicos mineiros. Por isso além do disco duplo que deu origem à saga, os goianos visitaram tanto o Via Láctea de Lô Borges quanto o Amor de Índio de Beto Guedes, além de reforçar a paixão do grupo pelo mitológico Beto Guedes/Danilo Caymmi/Novelli/Toninho Horta, gravado pelos quatro em uma única madrugada de 1973, ao visitar as duas músicas compostas pelo não-mineiro do grupo, Danilo (“Ponta Negra” e “Serra do Mar”). Mas é claro que as coisas ficaram sérias de verdade quando voltam-se ao disco original, encerrando a apresentação com a trinca “Trem Azul”, “Nada Será Como Antes” (em que o guitarrista Benke Ferraz ainda contrabandeia “Alter Ego” do Tame Impala) e “Um Girassol na Cor do Seu Cabelo”, fazendo todo mundo sair dali com um sorriso estatelado no rosto.

Assista abaixo:  

O Justice está de volta… e com o Tame Impala!

Os papas do maximalismo, sem lançar nada desde 2016, acabaram de anunciar seu retorno – e em grande estilo. O Justice voltou a ser falado pois surgiu como um dos nomes do cartaz do novo Coachella, mas estava guardando segredo sobre o novo álbum até esta quarta-feira, quando anunciou o lançamento do disco Hyperdrama para o próximo mês de abril ao mostrar a capa e dois singles do novo álbum, um deles com a presença do senhor Tame Impala, Kevin Parker, nos vocais. E “One Night/All Night” é uma joia, ouça abaixo:  

Vida Fodona #802: Determinar o próprio ritmo

Já que tá tudo mudando…

Ouça aqui:  

O truque de mágica da Dua Lipa

Primeiro ela pintou o cabelo e apagou todos os posts de suas mídias sociais e no começo da semana começou a espalhar pistas que vinha com alguma novidade – um clipe rápido de vídeo mostrava números na tela que os fãs desvendaram ser as letras do nome do mágico Harry Houdini embaralhadas, publicadas no dia do aniversário do mago celebridade do início do século vinte. E agora ela revela que este é o nome de seu novo single, que abre os trabalhos de seu terceiro álbum, ainda sem título. “Houdini” será lançado no dia 9 de novembro (semana que vem, já com a pré-venda ativada) e não se sabe muito sobre o disco, a não ser que ela mesma comentou que estava conversando com o senhor Tame Impala, Kevin Parker, no início do ano. Hmmmm…

Vida Fodona #796: Só música velha

Prestes a abrir mais um ciclo.

Ouça aqui:  

Vida Fodona #783: Maio começou pesado

E vou discotecar nessa sexta, se liga.

Ouça aqui:  

Vida Fodona #766: Meio que uma pajelança

Vamo acender o sol…

Ouça aqui.  

Vida Fodona #764: Mais um programa gravado antes de uma Noites Trabalho Sujo

Pra dançar.

Ouça aqui.