Studio SP (2005-2013)

Mais uma casa noturna de São Paulo fecha as portas. Desta vez foi o Studio SP, que encerra as atividades no fim deste mês:

studiosp-2005-2013

A notícia foi dada por seu próprio dono, tanto no Twitter quanto no Facebook.

studiosp-aleyoussef

Em pouquíssimo tempo, o lado da Augusta que ruma ao centro vai mudar completamente. As portas fechadas do Studio SP são mais um sintoma da transformação naquela região em uma zona diurna, familiar e higienizada, que começou com o fim do Vegas. É uma pena…

Noites Trabalho apresenta //Mariana Neri

Quem me ajuda a estraçalhar a pistinha do Alberta hoje é minha querida Mariana Neri, a indie mais pop de Salvador e maior fã de Wilco de São Paulo, que promete muita música pop, mas sem deixar o rock alternativo em segundo plano. Para chegar na Noite Trabalho Sujo você já sabe como funciona: As coordenadas estão tanto no site do Alberta quanto na página do evento no Facebook. E quem quiser incluir o nome na lista de desconto, é só mandar a lista para o email [email protected], até às 20h. Vambora?

Noites Trabalho Sujo no Vivo Open Air

E hoje é dia de assistir a um filme ao ar livre, na maior tela de cinema do mundo, e depois se esbaldar na primeira incursão das Noites Trabalho Sujo para além das portas do Alberta. E para tocar na festa do Vivo Open Air de hoje chamei só gente fina – e que você já conhece bem se um dia se aventurou por alguma das minhas festa: Flávia Durante, Luiz Pattoli e as SRY (Giuliana Viscardi e Renata Chebel) me ajudam a incendiar a pista depois do filme Sete Dias com Marilyn, único título do festival que nunca foi exibido no Brasil. As coordenadas para a noite deste sábado podem ser encontradas no site oficial do evento. A noite promete!

Noites Trabalho Sujo apresenta Kowalski

É a vez de chamar o grande DJ Kowalski, alias de pista do compadre Jesse Marmo, para esquentar a festa mais quente da sexta-feira paulistana, direto de Niterói. Jesse é conhecido na noite carioca por quebrar tudo quando o assunto é pop deslavado, mas sem esquecer de hits do rock, indie rock, música brasileira e dance music em geral. Você já conhece o riscado, não? Basta ver no site do Alberta e ou na página do evento no Facebook. Para mandar nome para a lista, é só enviar um email para o [email protected], até às 20h. A noite promete!

Noites Trabalho Sujo apresenta Anorak

Hoje é um dia de alto nível na melhor sexta-feira de São Paulo, pois recebo o dono do blog mais fino dOEsquema – Claudio Silvano, do Anorak – comanda a ambiência da noite ao meu lado, confrontando finesse e baixão calão na mesma pista de dança. Já sabe o caminho das pedras, né? Ou passa no site do Alberta e ou na página do evento no Facebook. E quem quiser mandar nome pra lista de desconto é só enviar para o email para o [email protected], até às 20h. Vamos se acabar!

Noites Trabalho Sujo apresenta Churrasco Grego

Tenho o prazer de receber mais uma vez a nobre discotecagem de Luiz Pattoli que se autoconvocou para a festa, pois completou anos durante a semana e quis celebrar a passagem na melhor sexta-feira de São Paula – santa ou laica, tanto faz. O pai do Rocco e dono do Churrasco Grego vem apavorar nosso inferninho com suas já clássicas pérolas de pop sem vergonha – tanto do Brasil quanto de fora dele. E a ênfase da noite de sexta é no ano em que ele nasceu, 1978. Para chegar na festa, você já sabe: as coordenadas estão no site do Alberta e na página do evento no Facebook. Nomes na lista de desconto? Email para o [email protected], até às 20h. Vamos se acabar!

Noites Trabalho Sujo apresenta Jess

Hoje é dia da melhor sexta-feira de São Paulo – e pra isso chamei a Jess pra dar aquele grau na noite – seja enveredando pelo punk rock feliz ou pelo pop sem vergonha. As coordenadas são as mesmas de sempre – e estão no site do Alberta e na página do evento do Facebook. Para colocar o nome pra lista de desconto, mande um email [email protected] até às 20h da sexta. E prepare-se para mais uma noite de acabação!

Noites Trabalho Sujo apresenta Natasha Madov + Bel Moherdaui + DJ Cod

Natasha queria fazer aniversário na Noite Trabalho Sujo junto com a Bel e me perguntou se podia – não só disse que sim, como as cutuquei pra discotecar na sexta também. Elas se animaram e convidaram um amigo delas, o Cod, pra não ficar na mão – e por isso temos três nomes na cabine do DJ, além dos meus préstimos, claro, que seguro a festa junto com elas. As coordenadas você já sabe, né? Se não sabe, checa no site do Alberta ou na página do evento do Facebook. Para mandar seu nome pra lista de desconto, é só enviá-lo para o email [email protected] até às 20h desta sexta. E vamos para a melhor sexta-feira de São Paulo!

Noites Trabalho Sujo apresenta Pablo Miyazawa

Nessa sexta recebo o grande brou Pablo Miyazawa para dividir os CDJs comigo – e Pablo, pra quem não conhece, é especialista em anos 90 com um pézinho no pop de todas as épocas (não por acaso ele também é o editor da revista Rolling Stone). E se você ainda não sabe como a Noite Trabalho Sujo funciona, basta seguir aiba, siga as dicas que estão ou no site do Alberta ou na página do evento do Facebook. Nomes para a lista até às 20h desta sexta, pelo email [email protected]. A melhor sexta-feira de São Paulo não pode parar!

Como foi a Noite Trabalho Sujo com a Flávia Durante

Flávia mandou muito bem na sexta passada – e o público foi ao delírio, como dá pra sacar nas fotos do Leandro Furini, abaixo.