Os 25 melhores discos do segundo semestre de 2019

apca-2019-2-semestre

Eis os 25 melhores discos brasileiros da segunda metade do ano segundo o júri de música popular da APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte), da qual faço parte.

Ana Frango Elétrico – Little Electric Chicken Heart
Bruno Capinan – Real
Céu – APKÁ
Chico César – O Amor É Um Ato Revolucionário
DEF – Sobre os Prédio que Derrubei Tentando Salvar o Dia
Elza Soares – Planeta Fome
Emicida – AmarElo
Jonnata Doll e os Garotos Solventes – Alienígena
Karina Buhr – Desmanche
Lello Bezerra – Desde Até Então
Lia de Itamaracá – Ciranda Sem Fim
Lucas Santtana – O Céu é Velho Há Muito Tempo
Luiza Brina – Tenho Saudade, Mas Já Passou
Luiza e os Alquimistas – Jaguatirica Print
Lulina – Desfaz de Conta
Marcelle – discoNeXa
MC Tha – Rito de Passá
Nill – Lógos
Rael – Capim-Cidreira
Saskia – Pq
Scalene – Respiro
Selvagens à Procura de Lei – Paraíso Portátil
Siba – Coruja Muda
Teago Oliveira – Boa Sorte
Yamandu Costa – Vento Sul

Além de mim, também fazem parte do júri José Norberto Flesch (Destak), Marcelo Costa (Scream & Tell) e Lucas Brêda (Folha de São Paulo). No primeiro semestre votamos nestes discos aqui.

Letrux, Tássia Reis, Jaloo e MC Tha de graça no CCSP

501-festival

Neste sábado acontece o 501 Day Festival, evento gratuito no Centro Cultural São Paulo que reúne, a partir das 17h, shows de Letrux, Tássia Reis, Jaloo e MC Tha até às 22h (mais informações aqui).

CCSP: Maio de 2019

ccsp-musica-maio-2019

Esta é a programação que teremos neste mês de maio pela curadoria de música do Centro Cultural São Paulo…

2 – A cantora cearense Soledad lança seu segundo disco Revoada, com produção de Fernando Catatau – de graça
4 – A Levis comemora o aniversário de sua calça icônica com o 501 Day Festival, que reúne apresentações de Letrux, Tássia Reis, Jaloo e MC Tha de graça a partir das 16h
5Luciana Oliveira mostra seu disco Deusa do Rio Níger a partir das 18h
9 – A banda A Place to Bury Strangers já está com ingressos esgotados (mas eu ouvi falar em sessão extra?)
11 – O sexteto instrumental Labirinto lança seu terceiro álbum (Divino Afflante Spiritu) e grava clipe ao vivo
12 – O rapper Froid vem de Brasília pra mostrar seu disco Teoria do Ciclo da Água
16Arto Lindsay e Rodrigo Coelho apresentam-se na mesma sessão, o primeiro mostra seu disco Cuidado Madame, enquanto o segundo apresenta seu espetáculo Coisas2018, em cima da obra de Moacir Santos
18 – A primeira parte da Virada Cultural no Centro Cultural São Paulo faz Rodrigo Brandão mostrar seu Outros Barato ao lado do trio Azymuth, com alguns convidados surpresa…
19 – A segunda parte da Virada Cultural no Centro Cultural São Paulo traz shows com Quartabê, Luiza Lian, Ava Rocha e Alessandra Leão – além de um espetáculo envolvendo as quatro artistas
23 – Os grupos de pós-punk Duplo (de São Paulo) e Belgrado (de Barcelona) apresentam-se na mesma sessão
24 – A big band Höröyá lança seu terceiro disco, Pan Bras’Afree’Ke Vol.2, de graça no Centro Cultural São Paulo
25 – O trio Mental Abstrato funde rap com jazz e chama Kamau e Stefanie MC como convidados
26Lara Aufranc mostra seu novo disco Eu Você Um Nó, produzido por Rômulo Froes, com abertura da banda Nã em mais um show gratuito
30Luê recebe Juliana Strassacapa e Mateo Piracés-Ugarte, da banda Francisco El Hombre, e Siba para mostrar faixas dos dois álbuns e músicas inéditas

Jaloo e MC Tha celebram Miranda

jaloo-mctha

O segundo show em homenagem ao saudoso velhinho acontece no CCSP nesta quinta-feira, a partir das 21h, e ainda tem a participação especial de Gaby Amarantos. Toda a bilheteria arrecadada nesta data será doada pelos artistas à família do Miranda (mais informações aqui).

Miranda vive

carloseduardomiranda

A ausência de Miranda de nosso dia a dia nunca será suprimida – o produtor que ensinou o pop e os ouvintes brasileiros a sair do convencional deixou nosso plano no início deste ano deixando uma lacuna estética, espiritual e emocional insubstituível. Contudo, sabemos que ele não ia gostar de choro e adulação póstuma e queria que levássemos seu legado adiante de alguma forma. Foi assim que surgiu o projeto Noites Bacaneza, capitaneado pelo Fabrício Nobre com o auxílio de amigos saudosos do velhinho (eu incluso), que trará shows que celebram a importância e a alegria que Miranda trazia para nossos dias. O projeto começa no mês que vem com duas apresentações descobertas por ele em seus últimos anos de vida: Boogarins e Jaloo (este último acompanhado de Gaby Amarantos e MC Tha), que apresentam-se respectivamente dias 12 e 13 no Centro Cultural São Paulo, a partir das 21h. A renda arrecadada na bilheteria dos dois dias será revertida para a família do Miranda (sua esposa Bel e seus dois filhos) e o projeto continuará nos meses seguintes em outros espaços de São Paulo e, possivelmente, do Brasil (mais informações sobre os shows aqui).

noitesbacaneza