Marina Melo em processo de desconstrução

Ao propor desconstruir o Centro da Terra em sua apresentação Quando a Tua Tela Quebra, Marina Melo colocou o público no palco e o transformou em uma roda de conversa, explorando diferentes ângulos do teatro como uma forma de desafiar as convenções.

Assista aqui.  

Marina Melo: Quando a tua tela quebra

Nesta terça quem toma conta do Centro da Terra é a cantora e compositora paulistana Marina Melo, que começa a mover seu próximo trabalho – Canções de Amor para Itens Descartáveis – em uma apresentação única, Quando a Tua Tela Quebra, em que ela questiona a onipresença destes dispositivos em nossas rotinas propondo um ritual no palco do teatro do Sumaré. Os ingressos para esta apresentação, que começa pontualmente às 20h, já estão esgotados.

Centro da Terra: Maio de 2022

Maio começa na semana que vem e a programação de música do Centro da Terra tá daquele jeito que a gente gosta. A primeira segunda-feira traz o espetáculo Leonard Cohen: Dito e Lido, que estou dirigindo ao lado da Juliana Vettore, reunindo Bárbara Eugênia, Juliana R., jeanne Callegari, José Barrickelo e Michaela Schmaedel para celebrar vida e obra de Leonard Cohen num espetáculo que reúne poesia e música. No dia seguinte é a vez dos Garotas Suecas realizarem seu primeiro show depois desse período pandêmico, reunindo clássicos de sua carreira com músicas do disco que terminaram de gravar. Na outra segunda-feira, dia 9, o dono da temporada do mês é o compadre Kiko Dinucci que mergulha no vazio de possibilidades inéditas. A primeira segunda o traz ao lado dos guitarristas Guilherme Held e Lello Bezerra com intervenções visuais de Gina Dinucci. No dia 16, ele se reúne a Gustavo Infante e Maria Cau Levy para desconstruir seu violão. No dia 23, ele solta a voz – sem instrumentos – ao lado de Alfredo Castro, Xeina Barros, Henrique Araújo com intervenções de Bruno Buarque. E, finalmente, na última segunda do mês, dia 30, ele chama Negravat para dividir a noite com a banda Test. Tá achando pouco? Dia 10 é a vez de Marina Melo mostrar o que ela está aprontando, dia 17 reúno Nina Maia e Chica Barreto uma noite linda, um gostinho do próximo trabalho de Anai-Sylla no dia 24 e, finalmente, no último dia do mês, uma outra versão para o disco Homem Mulher Cavalo Cobra do doutor Morris. Um mês e tanto pra quem quer ouvir música boa! Os ingressos já estão à venda aqui, não dê mole.

Marina Melo de graça no CCSP

marina-melo-ccsp

A cantora e compositora paulistana apresenta seu segundo álbum, Estamos Aqui, de graça no Centro Cultural São Paulo nessa sexta-feira, às 19h, com participações de Marcelle, Lio (do grupo Tuyo), além de mais uma surpresa (mais informações aqui).

CCSP: Agosto de 2019

ccsp-agosto-2019

Agosto vai ser pesado? Ô se vai: olha só o tanto de show bom que reunimos neste mês no Centro Cultural São Paulo:

1/8) Mano Única – A banda aproxima o Brasil da América Latina ao lançar seu primeiro disco, Lecturas, às 21h
8/8) MARV + Alex Antunes & Death Disco Machine – O músico e jornalista Alex Antunes celebra 60 anos de vida apresentando dois de seus projetos, às 21h
9/8) Jacintho – O cantor e compositor mostra as músicas de seu disco Tropical Desespero, de graça, às 19h
10/8) Supervão + JP – A banda gaúcha apresenta seu novo disco Faz Party com abertura da one-man-band mineira, de graça, a partir das 19h
11/8) Carne Doce – O quarteto goiano, que este ano tocou no palco principal do Lollapalooza e se prepara para a primeira turnê internacional, toca a partir das 18h
15/8) Holydrug Couple + Atalhos – A dupla chilena mostra seu novo trabalho com abertura de outra dupla, esta brasileira, às 21h
16/8) Wallace Oliveira Trio – O grupo instrumental reinventa a guitarra portuguesa num show gratuito, às 19h
17/8) Norbert Möslang – O luthier experimental suíço, ex-integrante da dupla Voice Crack, é um dos pioneiros no uso de técnicas de arte sonora na música improvisada ao vivo e apresenta-se a partir das 19h
18/8) Hot & Oreia – A dupla mineira faz parte do coletivo de rap DVtribo e lança seu primeiro álbum, Rap de Massagem, a partir das 18h
22/8) Músicas de Superfície + Bruno E e Coletivo Superjazz – A dupla formada por Fabiana Lian e Vladimir Safatle, finalmente lança seu primeiro disco, gravado nos anos 90, e apresenta-se ao lado do coletivo de músicos e DJs, criado por Dudão Melo e Bruno E., às 21h
24/8) Rico Dalasam – O MC realiza uma das últimas apresentações de seu projeto 70 Semanas e mostra suas novas composições, entre elas o single “Braille”, a partir das 19h
25/8) Z’África Brasil – O tradicional grupo paulistano comemora o lançamento em vinil de seu clássico álbum Antigamente Quilombos, Hoje Periferia, marco do rap nacional do início do século, por sua estética inovadora baseada na cultura afro-brasileira, às 18h
30/8) Marina Melo – A cantora e compositora paulistana prepara o lançamento de seu segundo álbum e apresenta-se gratuitamente às 19h
31/8) Lulina + Malu Maria – Duas cantoras estabelecidas em São Paulo se apresentam juntas. A pernambucana Lulina mostra a terceira e última apresentação da série Onde é Onde, em que mostra algumas das canções do próximo disco, num show em construção, enquanto Malu Maria mostra o repertório de seu ótimo disco de estreia, Diamantes na Pista, às 19h