Vida Fodona #809: Maio tá chegando com tudo

Aproveitando o flow.

Ouça abaixo:  

Duas bandas que tornam-se uma

Assisti à última apresentação da turnê Baleia de Lupe que reuniu dois integrantes da banda Baleia (Gabriel Vaz e Felipe Pacheco Ventura) e dois da Lupe de Lupe (Vitor Brauer e Jonathan Tadeu) para percorrer uma maratona de quase 30 shows por dezenas de cidades pelo Brasil tocando o repertório das duas bandas. Era inevitável que depois de tanto tempo convivendo e tocando juntos os quatros soldassem uma liga pessoal e musical que os transformou numa banda completamente nova, que além de dar uma energia intensa às canções do Baleia ainda corre o risco de fazer a banda carioca, parada desde 2019, voltar à ativa. A apresentação no Bar Alto foi filmada, o que deu tempo para o grupo respirar entre a enxurrada de canções e até fazer mais gracinhas que o normal, como quando ameaçaram – e começaram a tocar – “Sultans of Swing” dos Dire Straits entre “Frágua” (da Lupe) e “Tudo Falta, Você Sobra” (do Baleia), um dos grandes momentos do show.

Assista a um trecho aqui.

#baleiadelupe #lupedelupe #baleia #baraltosp #trabalhosujo2024shows 83

Os 50 melhores discos de 2023 segundo o júri de música popular da APCA

Estes são os 50 discos mais importantes lançados em 2023 segundo o júri da comissão de música popular da Associação Paulista dos Críticos de Arte, da qual faço parte ao lado de Adriana de Barros (editora do site da TV Cultura e apresentadora do Mistura Cultural), José Norberto Flesch (Canal do Flesch), Marcelo Costa (Scream & Yell) e Pedro Antunes (Tem um Gato na Minha Vitrola, Popload e Primavera Sound). A amplitude de gêneros, estilos musicais, faixas etárias e localidades destas coleções de canções é uma bela amostra de como a música brasileira conseguiu se reerguer após o período pandêmico com o lançamento de álbuns emblemáticos tanto na carreiras de seus autores quanto no impacto junto ao público. Além dos discos contemporâneos, fizemos menções honrosas para dois álbuns maravilhosos que pertencem a outras décadas, mas que só conseguiram ver a luz do dia neste ano passado, um de João Gilberto e outro dos Tincoãs. Na semana que vem divulgaremos os indicados nas categorias Artista do Ano, Show e Artista Revelação, para, no final de janeiro, finalmente escolhermos os vencedores de cada categoria. Veja os 50 (e dois) discos escolhidos abaixo:  

Vida Fodona #795: Deliciosamente maluco

Seguindo a intensidade deste mês…

Ouça abaixo:  

Vida Fodona #792: Aquecer por dentro

Frio nada a ver.

Ouça abaixo:  

Vida Fodona #781: Essa é que é a graça da vida

Vem que não tem erro.

Ouça aqui.  

A hora da despedida

Os mineiros da Lupe de Lupe encerraram neste domingo a turnê de despedida do baterista e vocalista (e ex-guitarrista da banda) Cícero Marra no Bar Alto, na Vila Madalena, e a procura foi tão grande que a casa abriu uma segunda sessão, começando às 17h, antes do último show de fato. Casa abarrotada de fãs cantando todas as músicas, a banda formada por Cícero, Renan Benini (baixo e vocais), Vítor Bauer e Jonathan Tadeu (guitarras e vocais) segurou mais de uma hora e meia de apresentação intensa e alto astral (mesmo com altas doses de sofrência), citando Caetano Veloso, Legião Urbana, John Denver e Dorival Caymmi nos rabichos de suas canções sempre emocionadas, se consolidando como um dos maiores conjuntos musicais em atividade no Brasil atualmente. Foda demais.

Assista aqui.  

Vida Fodona #780: Mais um domingo frio

Outono chegou chegando…

Ouça aqui.  

Os 50 melhores discos de 2021, segundo a APCA

É sempre assim: dezembro chega e com ele as listas de melhores do ano, mas a lista com os melhores de 2021, feita pelo júri de música popular da Associação Paulista de Críticas de Arte (APCA, da qual faço parte ao lado da Adriana de Barros, José Norberto Flesch Marcelo Costa, Pedro Antunes e Roberta Martinelli) só será revelada no início de 2022. Por enquanto, antecipamos os 50 indicados à categoria Melhor Disco, mostrando como, mesmo com todas adversidades do caminho, foi intensa a produção de música neste ano que chega ao fim. Confira os indicados a seguir.  

Vida Fodona #655: Ao vivo sem público

vf655

Sigo entendendo essa nova lógica.

Van Mccoy & The Soul City Symphony – “The Hustle”
Tops – “Way to Be Loved”
Letrux – “Coisa Banho de Mar”
Maria Beraldo – “Da Menor Importância”
Secos & Molhados – “Sangue Latino”
R.E.M. – “Electrolite”
Talking Heads – “Heaven”
Purple Mountains – “Margaritas at the Mall”
Tatá Aeroplano – “Trinta Anos Essa Noite”
Josyara + Giovani Cidreira – “Anos Incríveis”
Bob Dylan – “I Contain Multitudes”
Céu – “O Morro Não Tem Vez”
Spoon – “Rainy Taxi”
Lupe de Lupe – “Midas”
Bonifrate – “Antena a Mirar o Coração de Júpiter”
Tom Zé – “Profissão Ladrão”
Pulp – “Bar Italia”