O rock brasileiro dos anos 80 em uma cápsula do tempo

Em mais uma incursão pelo meio impresso, colaboro com uma edição especial da Rolling Stone Brasil que chega às bancas nesta semana celebrando os 40 anos do rock brasileiro dos anos 80, editada pelo compadre Pablo Miyazawa. Além de voltar ao verão de 1982, quando tudo começou no Rio de Janeiro, conversando com Evandro Mesquita, Perfeito Fortuna, Leoni, João Barone e Leo Jaime sobre o período em que o Circo Voador foi criado, a Rádio Fluminense tornou-se a primeira rádio rock do Brasil e o filme Menino do Rio espalhava a novidade carioca para o resto do Brasil, também fiz uma lista com os 80 discos mais importantes daquele período, dissecando-os um a um – além de reunir os principais hits do período em uma playlist feita para a revista. Parte do conteúdo já está online, como a reportagem sobre o verão de 1982 e a resenha sobre o primeiro disco da Blitz, mas a maioria dos textos só dá pra ler na versão impressa.

Vida Fodona #759: Muito barulho pra começar

Sincronizando tudo.

Ouça aqui.  

Vida Fodona #754: 16 anos de Vida Fodona

Aos 45 minutos do segundo tempo do mês de fevereiro.

Ouça aqui.  

Vida Fodona #730: Várias músicas, várias sensações

Sol e frio? Tudo bem.

Ouça aqui.  

Vida Fodona #723: Vem comigo

Sim, você.

Ouça aqui.  

Vida Fodona #548: Um Vida Fodona de amigo oculto

vf548

Tirei a Raquel no amigo oculto da firma

Human League – “Don’t You Want Me”
Pet Shop Boys – “West End Girls”
Fleetwood Mac – “Dreams”
Zizi Possi – “O Amor Vem Pra Cada Um”
Pepeu Gomes – “Mil e Uma Noites de Amor”
Alceu Valença – “Morena Tropicana”
Men at Work – “Down Under”
Elvis Costello – “Watching the Detectives”
Police – “Spirits in a Material World”
Genesis – “Turn it On Again”
Joe Jackson – “Steppin’ Out”
Titãs – “Toda Cor”
Daryl Hall & John Oates – “Private Eyes”
Metrô – “Cenas Obscenas”
Lobão – “Cena de Cinema”
Sempre Livre – “Fui Eu”
Pretenders – “Back on the Chain Gang”
Simples Minds – “Don’t You Forget About Me”
Telex – “Só Delírio”
Kiko Zambianchi – “Rolam as Pedras”
Zero – “Quimeras”
Cure – “Just Like Heaven”
INXS – “Need You Tonight”
Buggles – “Video Killed the Radio Star”
Tokyo – “Humanos”
Tears for Fears – “Head Over Heels”
Crowded House – “Don’t Dream It’s Over”
Fine Young Cannibals – “She Drives Me Crazy”
Wang Chung – “Dance Hall Days”
Echo & the Bunnymen – “Lips Like Sugar”
Alphaville – “Big in Japan”
Peter Schilling – “Major Tom”
Bangles – “Manic Monday”
Spandau Ballet – “True”
Berlin – “Take My Breath Away”
David Bowie + Queen – “Under Pressure”
Depeche Mode – “Enjoy the Silence”
Erasure – “Chains of Love”
Blondie – “Call Me”
Level 42 – “Something About You”
Lulu Santos – “Adivinha O Quê”
Wham! – “Wake Me Up Before You Go-Go”
Kenny Loggins – “Footloose”
Michael Sembello – “Maniac”
Phil Collins + Philip Bailey – “Easy Lover”
Kim Wilde – “You Keep Me Hanging On”
Bon Jovi – “Livin’ On a Prayer”
Dire Straits – “Walk of Life”
Leo Jaime – “A Lua e Eu”

Duas “A Lua e Eu”

O clássico do Cassiano você conhece. Se não, deveria:

Mas… e a versão do Leo Jaime?

Ela foi gravada nas sessões do clássico Vida Difícil (todo mundo fala no Sessão da Tarde, mas eu gosto mesmo é do Vida Difícil), mas não saiu em sua versão em LP, apenas na versão em cassete, como faixa-bônus.

É demais:

Aliás, todo Vida Difiícl. O verdadeiro blue-eyed soul brasileiro – que, por ser brasileiro, não tem olho azul, claro.