Jornada dupla

Essa é pra quem tá com saudade. Neste fim de semana, a Livraria Cultura do Conjunto Nacional da Paulista, aqui em São Paulo, organiza uma maratona de eventos que é a sua versão particular para a Virada Cultural organizada pela prefeitura de São Paulo. O Vira Cultura entra em sua segunda edição este ano e, entre entre nomes como o Lourenço Mutarelli, o Holger, o Arnaldo Baptista, o Flu, a Ana Cañas, o Dahmer, o povo da Talco Bells, o Joca Reiners Terron, o Lucio Ribeiro, o Ricardo Alexandre, o Speto, o Tit Freak, o Alan Sieber, o Copacabana Club e a Malu Mader, compareço duas vezes ao evento. Uma delas na virada do sábado para o domingo, quando discoteco no meio da própria Livraria (é, discotecário de livraria, ahahaha) da meia-noite até às quase duas. Quem chegar às 23h30 ainda vê uma apresentação dos fã-clubes de Harry Potter, Crepúsculo, Senhor dos Anéis e Guerra nas Estrelas – prometeram um duelo de sabre de luz na hora em que eu tocasse o mashup de “My Love” do Justin Timberlake com “Billie Jean”. Depois, no domingo, medio um papo sobre música e criação digital com a participação dos meus compadres Vladmir Cunha, Bruno Natal e Dago Donato, às cinco da tarde. Maiores detalhes no site do evento.

Na moda

Mediei essa semana o debate O Futuro da Mídia, que aconteceu dentro do ciclo Pense Moda, que rolou na Faap. No palquinho do auditório que acabara de receber a Cecilia Dean, fiz com que pessoas de background tão diferentes quanto a Andrea Bisker (do WGSN), o Fernand Alphen (da F/nazca), o Paulo Caruso (da O2), Alexandra Farah (do Filme Fashion) e Sebastian Orth (da Surface to Air) conversassem sobre mídia, moda, internet, negócios, marcas e propaganda – temas que poderiam render papo por horas (fora que a visita à Faap sempre é válida). Normalmente aviso com antecedência, mas essa semana foi corridaça, então fica aqui o registro. As fotos acima são do Flicrk do Filme Fashion (eu tou ali, à esquerda da Andrea, que está à direita na foto) e essa debaixo é do próprio Pense Moda (tem outras ).

Cabra bonito, dizaê.

Twitt-a-lot

Não foi ontem? Veja aqui como foi.

Perdi nas duas categorias que eu tava concorrendo (Twitter do ano e Follow Friday do ano), mas tudo bem, perdi pra Deus e não pra um mané qualquer.

Twitter em debate

Eu sei que o título lembra o clássico quadro da TV Pirata “Piada em Debate“, mas é isso mesmo: daqui a pouco eu tou no MIS durante a terceira edição do YouPix, que tem a ferramenta de microblogging como principal atração. Divido uma mesa de debates com bambas como o psicólogo André Camargo, Mr. Manson, a miss Twittess) e o Maurício Stycer, com mediação do papo feita pelo Michel Lent (tem também um tal dum prêmio, que eu tou concorrendo em duas categorias, mas esse papo de prêmio é secundário, vai…) A lotação do lugar é de 300 e tantas pessoas e não precisa de convite: quem chegar primeiro, entra na buena. Alguém se dispõe? Começa às 19h30. Glue there…

Vou emendar o feriadão

E esticar uma semaninha fora do ar, hein. Não vá faniquitar de abstinência, taí o arquivo pronto para ser fuçado. Se você estiver em Floripa no fim de semana, dê uma esticada amanhã na Livraria Saraiva do Shopping Iguatemi da ilha que eu vou participar de mais uma edição do Lero Lero Musical, organizado pelo grande Marquinhos Espíndola, que toca a coluna Contracapa no Diário Catarinense. Ele me chamou para falar sobre música e internet numa mesa que, além da minha presença, ainda conta com os ilustres Jean Mafra (do Música Pra Baixar) e Zimmer (do SC Conectada). Vamo lá, então. Porque depois do papo e pouco antes do início de uma semana de pernas pra cima tem…

Vou pra Porto Alegre, tchau

Mas volto em seguida. Na real, chego pela manhã e participo de um bate-papo sobre música e internet dentro do evento Coca-Cola Parc, que, além dos shows de bandas como No Age, Matt & Kim, Copacabana Club, Pata de Elefante, entre outros, ainda conta com esse ciclo de debates chamado Indústria Criativa, que reúne bambas e compadres como o Miranda, Frank Jorge, Lucio Ribeiro, Claudia Assef, Pena Schmidt, entre outros. Minha participação acontece no Módulo Música e Tecnologia, onde converso com o Ronaldo Lemos e o Ivo Correa, do Google, com mediação da Ana Carla. Não fico pros shows porque a vida continua uma pilha, mas quero ver se pego pelo menos algum deles aqui em São Paulo, no finde. Na verdade, o que mais me chama atenção é o bom & velho Mickey Gang, que podem até me arrastar pra ver o show do The View. Vamos ver se topo.

Pra quem estiver em Porto Alegre, o papo acontece no auditório da Fundação Iberê Camargo (Av. Padre Cacique, 2000) e, pra participar, você tem que confirmar presença no email [email protected]. Cola lá.