Vida Fodona #688: Não se decide

vf688

Nesse compasso de espera…

Donna Summer – “On the Radio”
The Weeknd + Kenny G – “In Your Eyes (Remix)”
Chemical Brothers – “Star Guitar”
Guilherme Arantes – “Deixa Chover”
Letrux – “Abalos Sísmicos”
Erasmo Carlos – “Mané João”
Karina Buhr – “Amora”
Metronomy – “The Light”
Cut Copy – “Like Breaking Glass”
Arcade Fire – “Porno”
Jessie Ware – “Adore You”
Daryl Hall & John Oates – “I Can’t Go For That (No Can Do)”
Daft Punk – “Oh Yeah”
Kraftwerk – “Showroom Dummies”
Tyler the Creator – “What’s Good”
Céu – “Nada Irreal”
Pavement – “The Hexx”

Vida Fodona #375: “Get Lucky”

vf375

Daquele jeito…

Jean Michel Jarre – “Zoolookologie”
Hot Chip – “Over and Over”
Donna Summer – “I Feel Love”
Pulp + James Murphy – “After You (Soulwax Remix)”
Rita Lee – “Lança Perfume”
Doobie Brothers – “What a Fool Believes”
Darryl Hall & John Oates – “Kiss on the List”
Tim Maia – “A Fim de Voltar”
Blondie – “Rapture”
Chic – “Everybody Dance”
David Bowie – “Let’s Dance”
Daft Punk + Pharrell Williams – “Get Lucky”
Michael Jackson – “Rock With You”
Rolling Stones – “Miss You”

Bora!

Red Hot Chili Peppers ♥ Donna Summer

E esse microcover que o Red Hot fez em homenagem à Donna Summer há cinco anos?

Uma entre as várias homenagens e celebrações à rainha da disco music feitas quando ela ainda era viva – Blondie, Underwold, Plump DJs, Beyoncé e Blondie foram outros que reverenciaram a influência de Summer em suas carreiras, como seleciona o Camilo.

E eu tou terminando um textinho sobre a importância dela pra nossa história…

Vida Fodona #327: Muita música nova e uma pitada de música velha

Uuuuuh, it’s so good, it’s so good, it’s so good, it’s so good, it’s soooo gooooooooood…

Donna Summer – “I Feel Love”
Hot Chip – “Flutes”
Sam Sparro – “Happiness (Magician Remix)”
Hall & Oates – “Maneater”
Bonde do Rolê – “Kilo”
Teen Daze – “The New Balearic”
Xx – “VCR (Four Tet Remix)”
Yeasayer – “Henrietta”
Silva – “2012”
Racionais MCs – “Carlos Marighella”
Lana Del Rey – “Born to Die (Mattanoll Final Remix)”
Mallu Magalhães – “Tenho Acordado Cedo e Me Sinto Ótima”
Booker T & The MGs – “Something”

Bora?

Franz Ferdinand 2012

Como curador de uma das datas que promete ser um dos melhores dias de 2012, sugiro no próximo domingo, por volta da hora do almoço, você já esteja a caminho do Parque da Independência para o 16° Cultura Inglesa Festival – porque a vinda do Franz Ferdinand para o Brasil promete! Além de coroar um dia que traz atrações tão diferentes e boas quanto a Banda Uó (tocando Smiths), os Garotas Suecas (tocando Stones), os Horrors e o We Have Band, o show que o grupo faz por aqui deve apresentar algumas músicas do disco novo, como as três que a Flávia pinçou nesse show no sábado, na cidade de Limerick, na Irlanda:


Franz Ferdinand – “WTICSFIFL? Midnight!”


Franz Ferdinand – “Trees & Animals”


Franz Ferdinand – “Sunday Morning”

Eles ainda homenagearam Donna Summer ao incluir “I Feel Love” no meio de “Can’t Stop Feeling”.

Esse show vai ser demais! Mas chegue cedo, porque quando o público chegar à capacidade máxima (20 mil), ninguém mais entra. E é de graça… Quem foi no ano passado sabe como foi foda. Sol com friozinho, evento de graça no parque, sem bebida alcóolica… Outro nível.

Donna Summer (1948-2012)

Dois mil e doze segue implacável…

Cinco minutos de transe eletrônico em homenagem à maior diva da disco music, que acaba de perder a luta contra o câncer.

Vintage 80s

Falando no Chromeo, no papo que tive com eles, Dave citou como o título do próximo disco do Chromeo reforça a identidade musical que escolheram para eles mesmos – de celebrar os anos 80 sem a ironia dos anos 90, festejando aquele princípio de sofisticação artificial que ensinou uma geração inteira a ser adulta.

O disco chama-se Business Casual e é o traje executivo casual que passou a dominar os anos 80 à medida em que a geração yuppie ganhava dinheiro e, antes dos trinta, brincava de ser milionário.

Isso impregnou-se no imaginário de tal forma e criou uma cultura sintética, eletrônica, clean e infame.

É o oposto da estética trash 80s, um conceito que tem a ver com uma lógica oitentista que eu e o Luciano aplicamos à Gente Bonita desde o início. Brincávamos que iríamos comprar um Gol GTi só para chegar nas festas. Eu até já tinha falado disso no ano passado, citando o Cavaleiro das Trevas do Frank Miller com as trilhas sonoras dos filmes do John Carpenter (feitas por ele mesmo).

Dave disse que essa estética guia o Chromeo desde o início – a começar pelo mashup de Chrome com Romeo que batiza a dupla – e que os dois sempre colocaram essa dicotomia entre o “business” e o “casual” como referência sonora da banda, citando o personagem de Don Johnson no seriado Miami Vice como ícone do que tipo de som que eles querem ter.

Eu mesmo me amarro nesse tipo de som, esse soul branco meio bregoso, de baixo emborrachado, bateria cheia de agudos, solos de sax e esse look de playboy desenhado pelo Angeli. Era o que tocava no rádio quando eu era moleque, culpe a geração, mas não me envergonho de gostar disso não…

Vida Fodona #118: Outro VF Soundsystem

Mais uma vez um longo MP3 com várias músicas foda grudadas uma na outra, sem sequer apresentação no início. You know da deal.

Mickey Gang – “I Was Born in the 90s”
Hot Chip – “Over and Over (Party Ben’s Smell of Repetition Remix)”
Rapture – “The Devil”
Electr-O-Sound – “Gimme More Teen Spirit”
Kenna – “Say Goodbye to Love”
N*E*R*D – “Things Are Getting Better”
Black Alien & Plínio Profeta – “Tudo o Que Tu Qué, Mané”
Roots – “Seed 2.0″
Crystal Castles – “Crimewave (Crystal Castles vs. Health)”
Digitalism – “Anything New”
Talking Heads – “I Zimbra”
Friendly Fires – “Paris”
Cut Copy – “Lights & Music (Superdiscount Remix)”
Dizzee Rascal – “That’s Not My Name”