Tudo Tanto #085: Ana Garcia

Chamei a Ana Garcia para participar da edição desta semana da minha coluna sobre música brasileira Tudo Tanto e inevitavelmente falamos como ela transformou um programa de rádio AM em um dos principais festivais do Brasil, fazendo com o que o Coquetel Molotov entrasse de vez na programação cultural do Recife como um de seus principais eventos. É a deixa para que ela conte a história do evento, a dificuldade e o prazer em realizá-lo e os desafios em uma época em que não há mais shows.

Assista aqui.  

2020 mais caro

dolar-real

Quase no finzinho de 2019, a revista da UBC pediu para que eu conversasse com empresários e produtores sobre o impacto da alta do dólar no mercado da música independente no Brasil – e conversei com Fabrício Nobre, Ana Garcia, Andre Bourgeois, Ricardo Rodrigues, Bruno Boulay e Gabriel Thomaz sobre como este cenário mexe com diferentes camadas do cenário em 2020. Confere lá no site deles.

Mais um ano no Super Júri do Prêmio Multishow

premiomultishow2019

Nesta terça-feira, participo pela quinta vez da bancada da discussão sobre música que idealizei em 2012, quando fui convidado para fazer consultoria para o mudar a cara do Prêmio Multishow. Desta vez estarei ao lado de Adriana Couto (do Metrópolis), Didi Effe (apresentador de TV), Ana Garcia (do Coquetel Molotov), GG Albuquerque (do blog Volume Morto), Cleber Facchi (do blog Miojo Indie), Liminha (produtor e Mutante), Pérola Mathias (do blog Poro Aberto), Sarah Oliveira (Rádio Eldorado), Eduardo Ribas (do site Per Raps) e Adriana de Barros (do UOL), com mediação do sagaz Guilherme Guedes. O papo começa às 22h45 e juntos vamos decidir três categorias: disco do ano, música do ano e revelação do ano. A discussão vai ser transmitida no Canal Bis.

Coquetel Molotov chega a São Paulo

coquetelmolotov2018

Depois de uma bem sucedida edição em 2018, o Coquetel Molotov finalmente chega a São Paulo. Depois de se espalhar por algumas cidades do país (como Salvador e BH) e namorar a vinda pra São Paulo há um tempão, o festival pernambucano realiza sua primeira edição paulistana com gosto e reúne Boogarins, Tuyo, Baco Exu do Blues, Maria Beraldo, Edgar, Coletividade Namíbia e um encontro incrível entre Alessandra Leão, Karina Buhr e Isaar nesta sexta-feira, dia 30, no espaço The Week, pertinho do Sesc Pompeia (mais informações aqui). Bati um papo com a criadora do festival, Ana Garcia, que também antecipou os horários dos shows em primeira mão para o Trabalho Sujo (veja abaixo), além de liberar um par de ingressos para sortear entre os leitores do site. Para concorrer, basta comentar abaixo qual a atração que você mais gostaria de assistir e por quê (e não se esqueça de incluir seu email para que eu possa entrar em contato).

O que é a edição paulistana do Coquetel Molotov?
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-o-que-e-a-edicao-paulistana-do-coquetel-molotov

Desde quando você quer trazer o festival para São Paulo e quais foram as principais dificuldades?
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-desde-quando-voce-quer-trazer-o-festival-para-sp-e-quais-as-principais-dificuldades

O que caracterizaria o Coquetel Molotov para o público paulistano?
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-o-que-caracterizaria-o-coquetel-molotov-para-o-publico-paulistano

Fale um pouco de cada uma das atrações e o que esperar de cada show.
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-fale-um-pouco-de-cada-uma-das-atracoes-e-o-que-esperar-de-cada-show

Em que outras cidades você está fazendo mais edições do festival este ano?
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-em-que-outras-cidades-voce-esta-fazendo-mais-edicoes-do-festival-este-ano

A intenção é manter a edição paulistana anual?
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-a-intencao-e-manter-a-edicao-paulistana-anual

Horários do Coquetel Molotov em São Paulo

19h: Boogarins (Palco Coquetel Molotov)
20h: Tuyo (Palco Monkeybuzz)
21h: Karina Buhr + Alessandra Leão + Isaar (Palco Coquetel Molotov)
22h: Maria Beraldo (Palco Monkeybuzz)
23h: Edgar (Palco Sonic)
0h: Baco Exu do Blues (Palco Monkeybuzz)
1h: Coletividade Namíbia (Palco Sonic)

Mais uma vez no Prêmio Multishow

superjuri2018

Participo, nesta terça-feira, de mais uma vez do Prêmio Multishow de Música Brasileira. Prestei consultoria para o canal desde 2012 ajudando a transformar esta que é a principal premiação da música pop brasileira hoje, mas nesta edição atuo apenas como jurado no Super Júri que ajudei a criar ao lado de bambas como Ana Garcia, Roberta Martinelli, Fabiana Batistela, GG Albuquerque, Júlio Victor, Didi Couto, Amanda Cavalcanti, Didi Effe, Marcelo Castelo Branco e Leonardo Lichote, para escolher os vencedores nas categorias Revelação, Melhor Disco e Canção do Ano. O Super Júri tem mediação feita por Guilherme Guedes e será transmitido pelo canal Bis Play e através do site do Bis e do Multishow, a partir das 21h30 (mais informações aqui). Como diria BNegão, sintoniza lá!

Revisitando o Coquetel Molotov 2016

coquetel-2016

Ana Garcia manda notícias do Recife e começa a planejar o 2017 do festival Coquetel Molotov. Antes de botar às mãos na massa, um balanço para tentar ver o tamanho do desafio, já que a edição do ano passado – que reuniu Céu, BaianaSystem, Karol Conká, Boogarins, Jaloo, Rakta, Ventre, entre outros – foi tranquilamente o melhor festival de 2016. Pra esse ano ela repete a meta do ano passado – além de um grande evento central no Recife, o festival também se espalha por Belo Jardim (no interior do Pernambuco), Belo Horizonte e Salvador, além de tentar dar a cara tanto no Rio quanto em São Paulo. A edição do festival deve acontecer novamente em outubro e a Ana passou em primeira mão para o Trabalho Sujo um vídeo dando uma geral na edição do ano passado.

Treze anos de Coquetel Molotov

aninha-coquetel-molotov

Há treze anos na ativa, o Coquetel Molotov já é uma tradição pernambucana e uma data de referência no calendário indie brasieiro, ao misturar novatos em ascensão, gringos de destaque e novos talentos da música nacional. Em sua edição 2016, o festival indie pernambucano chega ao equilíbrio perfeito destas qualidades, reunindo, num mesmo dia (22 de outubro), parte da nata da atual cena independente brasileira (Céu, BaianaSystem, Karol Conká e Boogarins), nomes promissores desta mesma cena (Jaloo, Rakta, Baleia e Ventre), gringos de médio porte (os franceses do Moodoid, os ótimos norte-americanos Deerhoof e os espanhóis Los Nastys – que também fazem shows em São Paulo e Belo Horizonte, saiba mais aqui) e os pernambucanos da vez (como Barro, que toca ao lado de Juçara Marçal, Amp, Luneta Mágica e Tagore). Bati um papo com a Ana Garcia, que há treze anos produz o já tradicional festival ao lado do incansável Jarmeson de Lima, sobre a produção do festival, a cena independente brasileira em 2016 e as bandas que ela ainda queria ter no palco de seu evento.

coquetel-molotov-2016

Treze anos de Coquetel Motolov
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-coquetel-molotov-2016-treze-anos-de-coquetel-motolov

Evolução da cena independente
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-coquetel-molotov-2016-evolucao-da-cena-independente

A edição 2016 do Coquetel Molotov
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-coquetel-molotov-2016-a-edicao-2016

Recife depois do mangue beat e o Coquetel Molotov
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-coquetel-molotov-2016-pos-mangue-beat

Coquetel Molotov em São Paulo
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-coquetel-molotov-2016-coquetel-molotov-em-sao-paulo

A cena independente brasileira em 2016
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-coquetel-molotov-2016-a-cena-independente-brasileira-em-2016

Quem você ainda quer trazer para o festival?
https://soundcloud.com/trabalhosujo/ana-garcia-coquetel-molotov-2016-quem-voce-ainda-quer-trazer-para-o-festival