Feliz ano novo… indeed!

Dois mil e sete já começou e a prova tá aí embaixo.

iphone.jpg

E assim, o iPod (e não só ele como o Blueberry, os laptops, etc.) fica obsoleto; o conceito de MP3 player cai por terra (quem precisa instalar uma base quando já se tem toda uma base – o celular – instalada?); começamos, pra valer, a convergência de aparelhos (portáteis ou não) e a desenhar uma nova era da notabilidade/portabilidade; a Apple se lança como uma corporação com tendência ao gigantismo; o GPS (e todas suas possibilidades) entra pra valer no dia-a-dia das pessoas comuns; a tela touch-screen (uma novidade endossada pela Nintendo com o DS – Nintendo mesma que já dá saltos pra frente com o controle do Wii, outra revolução, depois eu falo mais disso) torna-se padrão para este tipo de tecnologia e, aos poucos, o telefone como conhecíamos vai morrer.

O euPodo (um dos melhores blogs de 2006, fácil) postou mais fotos da apresentação do aparelhinho feita por Steve Jobs ontem, na Macworld Expo, em Sanfran.

Você pode gostar...