Alan Moore’s Black Dossier

blackdossier-alanmoore.jpg

Sim, sai dia 14! É o livro com histórias que acontecem entre o segundo e o terceiro volume da série Liga Extraordinária (esqueça o filme, compre o quadrinho) e que vem cheio de ousadias de formato (como um trecho parodiando as Tijuana Bibles – o catecismo norte-americano, que botava personagens de quadrinhos em histórias pornô) e outro que só pode ser lido com óculos 3D (lembrando que o terceiro volume ainda não saiu).

Além disso, o velho Moore quer lançar um disco (em vinil) como se fosse lançado pela banda Eddie Enrico and His Hawaiian Hotshots , inventada pelo Pynchonno fodíssimo Leilão do Lote 49. O tal “dossiê negro” do título é encontrado depois da segunda guerra mundial por remanescentes da liga original (que, na história, debandou no começo do século 20), e que contaria que a história da Liga é mais antiga que a Inglaterra vitoriana, como se supunha, e volta séculos no passado. O Telegraph agilizou uma entrevista com o mestre, enquanto a Entertainment Weekly descolou um preview. Inham!

Você pode gostar...