Na “Fun House” dos anos 90

Wylde-Ratttz

Quando quis recriar a cena glam rock norte-americana do começo dos anos 70 em seu controverso filme Velvet Goldmine, de 1997, o diretor Todd Haynes convidou o guitarrista Don Fleming, da banda Gumball, para criar uma versão fictícia dos Stooges para o filme. Fleming arregimentou um time que, além dele mesmo, ainda incluía dois integrantes do Sonic Youth (Thurston Moore e Steve Shelley), o vocalista do Mudhoney Mark Arm, o baixista do Minutemen Mike Watt, Sean Lennon (pois é!) e um stooge original (o guitarrista Ron Asheton). Batizados de Wylde Rattz, este supergrupo gravou um disco inteiro na época, além de uma versão insana para “Fun House” dos Stooges – que só vieram à tona nesta quarentena. Sente só essa versão do clássico dos Stooges, que conta apenas com Thurston Moore, Steve Shelley, Mark Arm, Mike Watt e Ron Asheton:

E esse disco inteirinho então? Olha só que pesado!

Rapaz…

Vida Fodona #649: Arqueologia recente

vf649

Previously, on Trabalho Sujo

PJ Harvey – “Sheela-Na-Gig (Demo)”
Burt Bacharach + Daniel Tashian – “Bells of St. Augustine”
Crime Caqui – “Your Forehead”
Sharon Van Etten + Josh Homme – “(What’s So Funny Bout) Peace, Love and Understanding”
Michael Stipe + Big Red Machine – “No Time For Love Like Now”
Jarv Is – “Save the Whale”
Àiyé – “Pulmão”
Jair Naves – “Irrompe (é quase um milagre que você exista)”
Gang of Four – “Forever Starts Now”
Flaming Lips – “Flowers of Neptune 6”
Tika + Kika + João Leão + Igor Caracas – “Astronauta”
Zé Manoel – “História Antiga”
Cat Power – “Toop Toop (A Tribute to Zdar)”
Mano Mago – “Estrelas Mortas”
Angel Olsen – “New Love Cassette (Mark Ronson Remix)”
Chromeo – “6 Feet Away”
Poolside -“Around The Sun (Body Music Remix)”
Kassin – “Relax (DJ Memê Remix)”
Guilherme Held + Letieres Leite – “Sorongo”
Hatchie + The Pains of Being Pure at Heart – “Sometimes Always”
Elvis Costello – “No Flag”
Bob Mould – “American Crisis”
Black Pantera – “I Can’t Breathe”
Stooges – “T.V. Eye (Radio Edit)”

O último show dos Stooges com a formação original

stooges-1970

Não bastasse lançar todas as gravações do clássico Fun House em uma caixa, vem aí mais uma raridade do baú dos Stooges: o único show do grupo gravado em uma mesa de som, o último com a formação original da banda, vai virar disco! Live at Goose Lake: August 8th, 1970 será lançado exatamente 50 anos depois desta apresentação e reúne Iggy Pop (claro) nos vocais, o guitarrista Ron Asheton, o baterista Scott Asheton e o baixista Dave Alexander, que foi expulso da banda após este mesmo show (como reza a lenda, por não ter conseguido tocar, o que o disco acaba desmentindo). Para antecipar o disco, eis uma versão turbo para “T.V. Eye”.

O grupo tocou a íntegra do recém-lançado Fun House e a gravadora de Jack Black Third Man, responsávek pelo lançamento e que já o colocou em pré-venda em vinil, brinca que algumas perguntas sobre aquela apresentação finalmente serão respondidas: Iggy Pop incitou o público a depredar o lugar? Por isso mesmo, a organização do evento cortou a energia do show da banda antes do fim? A ouvir – por enquanto, segue o repertório do show e do disco.

“Intro”
“Loose”
“Down On The Street”
“T.V. Eye”
“Dirt”
“1970 (I Feel Alright)”
“Fun House”
“L.A. Blue”

50 anos de Fun House, dos Stooges

funhouse_50

Um dos discos mais intensos da história do rock, o Fun House, segundo disco dos Stooges, ganha uma versão de aniversário que se desdobra numa caixa com 15 (!) LPs, que dissecam esta obra-prima do barulho com um microscópio, incluindo não apenas uma edição dupla do disco original em 45 RPM como todas as gravações feitas no estúdio, que já tinham aparecido na caixa The Complete Fun House Sessions, lançada em 2005, que chega pela primeira vez em vinil.

Além disso, a caixa também traz o pirata ao vivo Have Some Fun: Live At Ungano’s (gravado na casa de shows em Nova York no dia 17 de agosto de 1970, com o roadie Zeke Zettner no lugar do baixista Dave Alexander, que estava muito bêbado para subir no palco), dois compactos de sete polegadas (“Down On The Street” e “I Feel Alright”, “Down On The Street” (Single Mix) e “I Feel Alright” (Single Mix)), um livro com 28 páginas com fotos inéditas e um ensaio assinado por Henry Rollins, além de textos de Flea, Joan Jett, Shirley Manson, Thurston Moore, Tom Morello, Karen O, Mike Watt, entre outros, réplicas de pôsteres e flyers e um adaptador para ouvir discos 45 RPM. Esta versão terá apenas 1970 cópias e custa 400 dólares – e já está em pré-venda.

funhouse_box

Jim Jarmusch ♥ Stooges

stooges

O maior ídolo da banda de Iggy Pop no cinema conta a história do grupo que encerrou os anos 60 – assista ao trailer no meu blog no UOL.

Entre os muitos marcos zero do punk rock, os Stooges foram o mais barulhento e descontrolado. Saído da cidade de Ann Harbor, na região da grande Detroit no final dos anos 60, o grupo liderado por Iggy Pop era apenas mais uma das inúmeras bandas que apareceram nos Estados Unidos em meio à aurora hippie. Mas o estigma da caos e destruição que pairava sobre a região em que surgiram (vítima da primeira crise industrial dos EUA) afetou sua sonoridade e performance, que aos poucos foi ganhando uma reputação equivalente a de um rolo compressor de carne e eletricidade. As paredes de ruído elétrico e o peso industrial transformaram o rhythm’n’blues psicodélico original proposto pelo grupo em uma máquina de demolição que, aliada às viscerais performances de Iggy Pop (que brigava com o público aos socos, destruía o palco e imolava-se rolando sobre cacos de vidro enquanto berrava sua voz no limite do suportável), transformaram os Stooges em uma das maiores lendas da história do rock.

Esta lenda agora vai ser contada por um de seus maiores fãs, o cineasta Jim Jarmusch, que considera o grupo “a maior banda de rock de todos os tempos”. O documentário Gimme Danger conta com entrevistas com Iggy e os integrantes originais do quarteto – o guitarrista Ron Asheton, seu irmão baterista Scott Asheton e o baixista Dave Alexander -, todos mortos atualmente, além de cenas de arquivo que consolidam sua reputação destrutiva. O filme estreia em outubro no circuito internacional de festivais e não há previsão de lançamento no Brasil. Mas tem tudo para ser um filmaço, como seu trailer parece indicar.

Vida Fodona #532: Baixas temperaturas

vf532

Segue o frio – e que frio!

Clash – “Should I Stay or Should I Go?”
Stooges – “T.V. Eye”
Inocentes – “Ele Disse Não”
Smack – “Rádio Smack”
The Fall – “Living Too Late”
New Order – “Every Little Counts”
LCD Soundsystem – “Dance Yrself Clean”
You Can’t Win, Charlie Brown – “Above the Wall”
Konk – “Konk Party”
Painel de Controle – “Relax (Extended Waxist Version)”
Sequence – “Funk You Up (Long Version)”
Daft Punk + Julian Casablancas – “Instant Crush”
Paul Simon – “The Werewolf”
Talking Heads – “Papa Legba”
John Carpenter – “This is Not a Dream”
Giorgio Moroder – “74 is the New 24”
Hot Chip – “Flutes”
Céu – “Varanda Suspensa”
Hurts – “Lights”
Radiohead – “Identikit”
Tatá Aeroplano – “Cadente”
Michael Kiwanuka – “Love & Hate”
Wilco – “If I Ever Was a Child”

Capas de discos via Adventure Time

adventuretime-play

Adventure Time talvez seja um dos grandes trunfos culturais dessa década, ainda crescendo lentamente rumo ao topo do pop. A popularização do desenho já está em estágio avançado de massificação e se você não sabe do que se trata, faça-se o favor de se informar e cair na melhor psicodelia do século até agora. Os personagens do programa do Cartoon Network aos poucos estão se embrenhando em nosso inconsciente e não duvide se 2015 assistir ao momento em que eles se tornarão mais populares que o Mickey, o Snoopy ou o Super Mario para todas as faixas etárias. Essa compilação de capas de discos clássicos mashupadas com o imaginário do título, reunida por este blog, já dá uma vaga noção de que o desenho não é mais um segredo entre crianças apaixonadas, pais vidrados e doidões deslumbrados:

adventuretime-tomwaits

adventuretime-who

adventuretime-whitestripes

adventuretime-vu

adventuretime-stooges

adventuretime-pumpkins

adventuretime-cure

adventuretime-trex

adventuretime-clash

adventuretime-sunra

adventuretime-spoon

adventuretime-sonicyouth

adventuretime-slint

adventuretime-inrainbows

adventuretime-radiohead

adventuretime-pinkfloyd

adventuretime-mbv

adventuretime-milesdavis

adventuretime-mgmt

adventuretime-loureed

adventuretime-ledzeppelin

adventuretime-lcd

adventuretime-kingcrimson

adventuretime-joydivision

adventuretime-jamc

adventuretime-huskerdu

adventuretime-gorillaz

adventuretime-godspeed

adventuretime-franz

adventuretime-zappa

adventuretime-fleetwoodmac

adventuretime-elliotsmith

adventuretime-djshadow

adventuretime-descendents

adventuretime-can

adventuretime-cake

adventuretime-bjork

adventuretime-beck

adventuretime-air

Lá no blog tem muito, muito mais.

Vida Fodona #462: Com mais alarde

vf462

De volta ao Brasil, vamos lá.

Courtney Barnett – “Pickles From The Jar”
Stooges – “TV Eye”
Beatles – “Devil in Her Heart”
Black Angels – “Indigo Meadow”
Feelies – “The Boy With The Perpetual Nervousness”
Adriano Cintra – “Desagradável Aparelho”
Taylor Swift – “Blank Space”
Barbara Keith – “All Along The Watchtower (Rayko Edit)”
Caribou – “Our Love (Daphni Mix)”
John Carpenter – “Vortex”
Criolo – “Plano de Voo”
Cybass – “Crystal Blue”
Mark Ronson + Kevin Parker – “Daffodils”
Belle & Sebastian – “The Party Line”
George Benson – “Give Me the Night”

Taqui.

Kim Gordon + Primal Scream

E Bobby Gillespie chamou a senhora Sonic Youth para acompanhar sua banda durante dois números no último dia 13, durante seu show no Islington Town Hall, em Londres. Kim Gordon cantou “I Want You” dos Troggs e “I Wanna Be Your Dog”, dos Stooges. Sente só:

A foto que ilustra o post é de Ross Teperek. E, numa nota paralela sobre o Sonic Youth, fãs ajudaram a banda a recuperar guitarras que foram roubadas da banda em 1999.

Lil’ Stooge

Como não se apaixonar?