Artejornalismo: Joyce Guillarducci (Cansei do Mainstream)

Mais um programa para falar sobre jornalismo que cobre música neste século e desta vez convidei a Joyce Guillarducci, do Cansei do Mainstream, para uma conversa sobre como ela conseguiu estabelecer seu site num modo de publicação lento e falando de artistas completamente fora dos padrões comerciais. Ela nega ser jornalista – prefere se rotular como blogueira, mesmo sabendo que o termo tornou-se pejorativo – e conta como foi aos poucos aprendendo a lidar com artistas, público e pautas sem nunca ter passado por uma faculdade de jornalismo.

Assista aqui. Continue

Discotecando online na Casa do Mancha

Fui chamado pela Casa do Mancha para fechar a programação da Casinha dentro desta força-tarefa de DJs, produtores, festas e casas noturnas chamada Clube em Casa. Parte da programação da Virada Cultural deste ano, o evento reúne casas de diferentes portes, como o Tokyo, o Mundo Pensante, o Boteco Prato do Dia, a Casa da Luz, o Caracol, a Aparelha Luzia e a Fatiado Discos, que convidam nomes tão diferentes quanto Discopédia, KL Jay, Akin, ODD, Pilantragi, Jorge Du Peixe, Mamba Negra, Millos Kaiser, Lys Ventura, Caverna, Desculpa Qualquer Coisa, Batekoo, Mari G, Gop Tun, entre vários outros nomes para tocar a festa nestes sábado e domingo . Quem divide as picapes comigo é a Joyce Guillarducci, do blog Cansei do Mainstream, mas não vamos tocar juntos não, afinal, apesar de ser na Casa do Mancha, a frequência é reduzida à técnica da transmissão por motivos sanitários. Os trabalhos da Casinha começam às 18h, com o próprio Mancha, que chamou a Liu para discotecar com ele, seguido da festa Caverna, do Alex Correa, que convida a Juli Baldi, a partir das 20h, e a parte Trabalho Sujo da noite começa com a Joyce, às 22h, e eu entro logo em seguida para encerrar. Você encontra todas as informações sobre todo o evento, que será transmitido pela Twitch.tv da produtora Flerte, aqui.