Donald Rumsfeld, o desconhecido desconhecido

DonaldRumsfeld

Bruno chama atenção para o novo documentário de Errol Morris (Sob a Névoa da Guerra) que joga seus holofotes (e seu interrotron) sobre Donald Rumsfeld, o secretário de defesa dos EUA no governo George W. Bush. Assista ao trailer abaixo:

Continue

4:20

sameold

A conspiração do 11 de setembro: Bush sabia?

A conspiração do 11 de setembro: comissão ou omissão?

Radiohead ao vivo no dia 11 de setembro de 2001: “I hope President Bush won’t start World War III”

Enquanto a manhã da terça-feira que assistiu ao atentado terrorista da história (que completa dez anos domingo que vem) terminava em Nova York, em Berlim, na Alemanha, a noite começava com um show do Radiohead, em plena turnê do disco Kid A. O texto abaixo saiu de um post do site de fãs da banda, o At Ease Web, e foi escrito na época:

“I’ve just returned from Radiohead’s show in Berlin. The band did play after the airplanes hit the World Trade Center. At first, Thom didn’t mention what was going on, except for: “What can you say after a day like today. I guess, there is nothing to say”. A couple of songs later Thom said that he was trying not to say anything and apologized for being mute. He then realized that the crowd was probably not aware of what went on in the USA, so Thom & Ed tried to explain the situation. But, I guess that for the people who didn’t know (and I think that a lot of people didn’t have a clue), really couldn’t comprehend those facts. Before ‘You and whose army’ Thom said: “I guess this one is for the Bush administration”. The band ended the show with Street Spirit with the words: “I hope President Bush won’t start World War III”.

Eis o setlist daquele show:

“National Anthem”
“Hunting Bears”
“Morning Bell”
“My Iron Lung”
“Karma Police”
“Permanent Daylight”
“Climbing Up The Walls”
“No Surprises”
“Dollars and Cents”
“Airbag”
“Packt like sardines in a chrusd tin box”
“Fake plastic trees”
“I might be wrong”
“Pyramid song”
“Paranoid Android”
“Idioteque”
“Everything in it’s right place”
“Like spinning plates”
“Lucky”
“You and whose army”
“How to disappear completely”
“Talk show host”
“Street Spirit”

E nesse link dá pra baixá-lo.

O discurso do presidente

Aproveitando a deixa do Discurso do Rei, não dá para passar batido da tiração de onda do Jimmy Kimmel com o filme.

Genial. Dica do Juliano.

Eu adoro camiseta: Administração Bush

Vi aqui.

Presidentinhos

Essas três imagens acima (Clinton, W e Obama) fazem parte de uma galeria de fotos de presidentes norte-americanos ainda crianças montada pela revista Life.

Bush limpando a mão no Clinton

Parece música de duplo sentido brasileira, mas olha só se dá pra chamar isso só de gafe…

Colbert x Bush

A Paste publicou uma lista com os melhores momentos ao vivo da TV durante a década e entre várias histórias que eu não tinha ouvido falar (afinal, a TV é a americana) estava esse discurso que Stephen Colbert deu na Casa Branca logo após a reeleição de Bush. O cara não perdoa NADA – e olhando na cara do sujeito.

Ninguém tem coragem de fazer algo que chegue aos pés disso, aqui no Brasil.