Como foi o Baile de Carnaval Noites Trabalho Sujo 2016!

Baile de Carnaval Noites Trabalho Sujo 2016!

trackers9fevereiro2016

As experiências psíquico-sônico-físicas proporcionadas pelo centro de pesquisas Noites Trabalho Sujo mais uma vez entram no módulo anual de exercícios e testes realizados em condições extremas de satisfação e prazer. O estudo antropológico-medicinal conduzido no laboratório psicodélico Trackertower desta vez recebe seus participantes depois de uma exposição intensa à noventa e seis horas de energia orgônica extravasada na cara. Depois de quatro dias de descoordenação motora e alucinações etílicas, que testam os limites da extroversão em nossos convidados, atravessamos a última madrugada do carnaval paulistano deste ano movimentando sistemas circulatórios, neurônios, quadris e espasmos de enzimas de estímulo e animação. Os experimentos começam logo à entrada, quando os convidados são recepcionados pelo pós-doutorado em expansão cerebral química Ricardo Spencer, que acelerará partículas sonoras buscando referências em suas raízes soteropolitanas. No pavilhão azul, o grupo de pesquisadoras Awe Mariah, formado pela antropóloga social Heloísa Lupinacci, a controladora psíquica Mariana Gouveia, a coreógrafa mental Fernada Pappalardo e a exploradora rítmica Luise Federman, testa os limites da compreensão e do ritmo submetendo os presentes a doses maciças de registros musicais ativadores do inconsciente. A pós-graduanda em comportamento digital Ana Paula Freitas junta-se à apresentação do grupo de pesquisadoras num encontro inédito neste lado do Equador. No outro auditório, dois dos três fundadores do instituto de pesquisas culturais Veneno Soundsystem desmancham preconceitos e desconcertam estereótipos ligados às civilizações latino-americanas, africanas, caribenhas e do oriente médio. O pesquisador de continentes Peba Tropikal traz sua coleção de registros raros em acetato enquanto o escritor Ronaldo Evangelista demonstra improvisos musicais de décadas passadas. Os dois recebem o renomado correspondente Ramiro Zwetsch, do laboratório Radiola Urbana, que hoje atua na indústria artesanal fonográfica em seu enclave Patuá Discos, que substitui a ausência do doutor arranjador Maurício Fleury, atualmente em excursão pela Europa com o coletivo psíquico-rítmico Bixiga 70. E encerrando as atividades, o centro de pesquisa realizador do encontro, o trio de cientistas intergaláticos intraplanetário Noites Trabalho Sujo, extrai a energia restante dos participantes, convertendo o desgaste físico em combustível para outras tantas horas de excitação e êxtase. Alexandre Matias, Luiz Pattoli e Danilo Cabral também fazem questão de frisar a importância da fantasia nesta madrugada, para que o experimento possa atravessar camadas cerebrais ativadas também pelo questionamento visual. Como de praxe, a participação no evento requer obrigatoriamente o envio dos nomes de quem quiser se submeter a tais experiências pelo correio eletrônico noitestrabalhosujo@gmail.com.

Baile de Carnaval Noites Trabalho Sujo 2016!
Terça, 9 de fevereiro de 2016
No som: Alexandre Matias, Luiz Pattoli e Danilo Cabral (Noites Trabalho Sujo), Helo Lupinacci, Fe Pappalardo, Mari Gouveia e Lu Federman(Awe Mariah), Ana Freitas, Ricardo Spencer, Ramiro Zwetsch, Ronaldo Evangelista e Peba Tropikal (Veneno Soundsystem)
A partir das 23h45
Trackertower: R. Dom José de Barros, 337, Centro, São Paulo
Entrada: R$ 30 só com nome na lista pelo email noitestrabalhosujo@gmail.com (e chegue cedo – os 100 que chegarem primeiro na Trackers pagam R$ 20 pra entrar)

Como foi o Baile Analógicodigital de Carnaval 2015

baileanalogicodigital_150218-99

Que noite! Estávamos com saudades da Trackers, das Awe Mariah e de dividir a noite com os Veneno Soundsystem – e o Baile Analógicodigital deste carnaval foi inacreditável! As fotos da Natália contam melhor essa história. E nessa sexta quem segura a Noite Trabalho Sujo é o Danilo, que convocou a Ariane Freitas pra discotecar com ele. Prepare-se!

baileanalogicodigital_150218-1

baileanalogicodigital_150218-129

baileanalogicodigital_150218-128

baileanalogicodigital_150218-127

baileanalogicodigital_150218-126

baileanalogicodigital_150218-125

baileanalogicodigital_150218-124

baileanalogicodigital_150218-123

baileanalogicodigital_150218-122

baileanalogicodigital_150218-121

baileanalogicodigital_150218-120

baileanalogicodigital_150218-119

baileanalogicodigital_150218-118

baileanalogicodigital_150218-117

baileanalogicodigital_150218-116

baileanalogicodigital_150218-114

baileanalogicodigital_150218-113

baileanalogicodigital_150218-112

baileanalogicodigital_150218-111

baileanalogicodigital_150218-110

baileanalogicodigital_150218-108

baileanalogicodigital_150218-107

baileanalogicodigital_150218-106

baileanalogicodigital_150218-105

baileanalogicodigital_150218-104

baileanalogicodigital_150218-103

baileanalogicodigital_150218-102

baileanalogicodigital_150218-101

baileanalogicodigital_150218-100

baileanalogicodigital_150218-98

baileanalogicodigital_150218-97

baileanalogicodigital_150218-96

baileanalogicodigital_150218-95

baileanalogicodigital_150218-94

baileanalogicodigital_150218-93

baileanalogicodigital_150218-92

baileanalogicodigital_150218-91

baileanalogicodigital_150218-90

baileanalogicodigital_150218-86

baileanalogicodigital_150218-85

baileanalogicodigital_150218-84

baileanalogicodigital_150218-83

baileanalogicodigital_150218-82

baileanalogicodigital_150218-81

baileanalogicodigital_150218-80

baileanalogicodigital_150218-79

baileanalogicodigital_150218-78

baileanalogicodigital_150218-77

baileanalogicodigital_150218-76

baileanalogicodigital_150218-75

baileanalogicodigital_150218-74

baileanalogicodigital_150218-73

baileanalogicodigital_150218-72

baileanalogicodigital_150218-71

baileanalogicodigital_150218-70

baileanalogicodigital_150218-69

baileanalogicodigital_150218-68

baileanalogicodigital_150218-67

baileanalogicodigital_150218-66

baileanalogicodigital_150218-65

baileanalogicodigital_150218-64

baileanalogicodigital_150218-63

baileanalogicodigital_150218-62

baileanalogicodigital_150218-61

baileanalogicodigital_150218-60

baileanalogicodigital_150218-59

baileanalogicodigital_150218-58

baileanalogicodigital_150218-57

baileanalogicodigital_150218-56

baileanalogicodigital_150218-55

baileanalogicodigital_150218-54

baileanalogicodigital_150218-53

baileanalogicodigital_150218-52

baileanalogicodigital_150218-51

baileanalogicodigital_150218-50

baileanalogicodigital_150218-49

baileanalogicodigital_150218-48

baileanalogicodigital_150218-47

baileanalogicodigital_150218-46

baileanalogicodigital_150218-45

baileanalogicodigital_150218-44

baileanalogicodigital_150218-43

baileanalogicodigital_150218-42

baileanalogicodigital_150218-41

baileanalogicodigital_150218-40

baileanalogicodigital_150218-39

baileanalogicodigital_150218-38

baileanalogicodigital_150218-37

baileanalogicodigital_150218-36

baileanalogicodigital_150218-35

baileanalogicodigital_150218-34

baileanalogicodigital_150218-33

baileanalogicodigital_150218-32

baileanalogicodigital_150218-31

baileanalogicodigital_150218-30

baileanalogicodigital_150218-29

baileanalogicodigital_150218-28

baileanalogicodigital_150218-27

baileanalogicodigital_150218-26

baileanalogicodigital_150218-25

baileanalogicodigital_150218-24

baileanalogicodigital_150218-23

baileanalogicodigital_150218-20

baileanalogicodigital_150218-18

baileanalogicodigital_150218-17

baileanalogicodigital_150218-16

baileanalogicodigital_150218-15

baileanalogicodigital_150218-14

baileanalogicodigital_150218-13

baileanalogicodigital_150218-12

baileanalogicodigital_150218-11

baileanalogicodigital_150218-10

baileanalogicodigital_150218-9

baileanalogicodigital_150218-8

baileanalogicodigital_150218-7

baileanalogicodigital_150218-6

baileanalogicodigital_150218-5

baileanalogicodigital_150218-4

baileanalogicodigital_150218-3

baileanalogicodigital_150218-2

Baile ANALÓGICODIGITAL de Carnaval 2015

trackers17fevereiro2014

Você se lembra da primeira vez? De enfrentar uma longa fila no centro de São Paulo madrugada adentro para chegar um prédio de esquina e subir uma escada em espiral que levava para um andar inteiro de experiências psicotrópicas alucinógenas rítmicas. Você se lembra de atravessar corredores coloridos e passar por um elevador que não funciona? De chegar em uma banheira perto de um cofre junto a um manequim em paredes desenhadas e iluminadas de acordo com a sua consciência? As varandas cheias de gente conversando sobre todo tipo de assunto, as pistas desvairadas com pessoas suadas ou seminuas se entregando a ritmos latinos, grooves sintéticos, hits do passado e pérolas desconhecidas. O grande laboratório hedonista criado a partir da fusão das festas Noites Trabalho Sujo e Veneno Soundsystem volta a acontecer na reabertura noturna da mítica Trackertower, que ainda conta com a reunião do agora quinteto Awe Mariah. Vamos matar a saudade da noite ANALÓGICODIGITAL no dia mais épico da folia brasileira: a terça-feira de carnaval. Venha fantasiado – e quem viver, sobreviverá!

CARNAVAL 2015 / VENHA FANTASIADO
Terça-feira, 17 de fevereiro de 2015
Trabalho Sujo + Awe Mariah + Veneno Soundsystem
Trackertower: R. Dom José de Barros, 337, Centro, São Paulo
Entrada: R$ 30 só com nome na lista pelo email noitestrabalhosujo@gmail.com
R$ 20 pra quem chegar antes da meia-noite

Como foi a ANALÓGICODIGITAL dos 5 anos do Veneno Soundsystem

Outra festa que perdi foi a ANALÓGICODIGITAL que comemorou o aniversário de cinco anos dos Veneno. Felizmente, a Bárbara estava lá e registrou o clima de perdição ensandecida já característico destas noitadas no centro abaixo. Na próxima eu reapareço!

Continue

ANALÓGICODIGITAL apresenta CINCO ANOS DE VENENO

Você sabe como são essas festas do VENENO com o TRABALHO SUJO na TRACKERS: quando você menos espera, pinta um sábado memorável do nada! E a festa de agosto promete ser épica como sempre – pra começar, o trio VENENO SOUNDYSTEM aproveita a oportunidade para festejar seus cinco anos de grooves analógicos sem fronteiras – sejam geográficas, históricas ou galáticas. E o convidado do PEBA TROPIKAL, RONALDO EVANGELISTA e MAURICIO FLEURY é o mestre DJ PAULÃO, com sua coleção impecável de pérolas negras em forma de LP. Na pista digital, o incansável ALEXANDRE MATIAS não comparece pessoalmente pois encontra-se em recuperação – mas suas vibrações se materializam em uma pista que começa com a dupla TAÍS TOTI e ANDRÉ PALUGAN desfilando hits modernos e clássicos dos anos 90, passa pela incendiária volta das AWE MARIAH (HELÔ LUPINACCI + MARI GOUVEIA + LOU FEDERMAN tocam sem a presença de SANTAROSA BARRETO, em temporada nova-iorquina) comandando uma micareta sexy iemanjá e termina com a dupla RAFA SPOLADORE + DANILO CABRAL, entre riffs de guitarra e baixos da pesada. Alguma dúvida de que vá ser histórico? Nenhuma!

VENENO 5 anos + TRABALHO SUJO
No som os DJs: Maurício Fleury, Ronaldo Evangelista, Peba Tropikal, Paulão, Helô Lupinacci, Mari Gouveia, Lou Federman, Rafa Spoladore, Danilo Cabral, Taís Toti e André Palugan. projeções: Várzea Ilustrada.

Trackertower
Rua Dom José de Barros 337, esquina com av. São João
$25 (só entra com nome na lista! baile@venenosoundsystem.com)

Ainda mais fotos do CARNAVALANALÓGICODIGITAL

Conforme prometido, eis as fotos do lado Analógico – e a lente cool de Guido Hunn ainda registrou aqueles cantinhos não-pista que fazem da Trackers um lugar tão mágico… (Muito) Mais fotos aí embaixo.

Continue

Taí o que você queria: as fotos do CARNAVALANALÓGICODIGITAL

Priceless! Mais fotos que a Bárbara tirou da pista Digital logo abaixo. As do lado Analógico vêm em breve!

Continue

CARNAVALANALÓGICODIGITAL

E se você for ficar em São Paulo no carnaval, pode ir separando a terça-feira porque a noite promete ser épica!

Awe Mariah: a segunda Noite Trabalho Sujo foi de quebra de tabus!

quem foi sabe! Tem mais fotos aí embaixo e no Flickr da Helena.

Continue