O Cangote da Céu

, por Alexandre Matias

Apesar de sempre jogada na vala comum das “novas promessas” (ou “novas divas”, dependendo da sua opção de caderno de cultura), Céu é muito mais do que essas Marisas aos Montes que vivem de emular e idolatrar o passado pós-tropicalista da música brasileira. Pra começar, sua matriz não é a bossa nova, nem o samba – ela tem mais a ver com a gatinha que curte reggae, a menina que gosta de acompanhar o namorado em visitas a sebos de discos e a irmã mais nova que presta atenção nos papos do irmão mais velho. Ela também compõe e não vive basicamente de recauchutar músicas do passado e prefere se alinhar à Nação Zumbi e ao Instituto do que a qualquer medalhão da MPB que lhe ofereça uma canção para faturar um troco de direitos autorais via iTunes. E há três anos sem lançar nada próprio (seus trabalhos mais recentes foram uma participação do trio 3 na Massa, que levou à criação do grupo Sonantes), ela começa a dar sinais de vida em 2009, com o belo EP Cangote, lançado pela gringa Six Degrees. A faixa-título taí embaixo (e o Dafne botou outra música do EP pra ouvir no blog dele, o Esforçado – aliás, recomendo muito o blog do cara, que tem o selo de qualidade Gafieiras).


Céu – “Cangote

Tags:

6 thoughts on “O Cangote da Céu

  1. dafne disse:

    opa, matias, valeu pelo link e pelo “selo de qualidade”.
    aqui tem outra das 4 músicas do EP. “visgo de jaca”, lado b do martinho da vila.
    http://dafnesouzasampaio.blogspot.com/2009/05/transversoes-agora-sim.html

  2. Raquel Setz disse:

    Vai ser machista assim na xbjhsvsdbajhb! Segundo o raciocício do texto, para uma mulher ter bom gosto e personalidade musical ela precisa acompanhar o NAMORADO a sebos ou prestar atenção nos papos do IRMÃO.

  3. Faltou mencionar que eu disse q ela era gata…

    Agora, na boa, Raquel – se eu dissesse NAMORADA e IRMÃ ia mudar algo? Ou isso eh soh vontade de achar cabelo em ovo?

  4. Um dia peguei um show dela por acaso no SESC Pompéia e achei ruim, uma coisa meio hippie sem muito sentido, sei lá, nada a ver com minha praia hehe.

  5. Lótus disse:

    Matias, vc tinha vários modos de falar q ela tem beleza, atitude e neurônios. Escolheu um dos piores, totalmente ancorado no universo masculino. Só isso. E tudo isso. Ainda assim, Céu é uma ótima recomendação! ;o)

  6. Juliano disse:

    No caso da Céu, especificamente, acompanhar o pai aos sebos (sem desmerecer, de jeito nenhum o ótimo texto).

    Ela é filha do Edgard Poças http://tr.im/nivS, tem a música na veia. E, como o pai, e o irmão Diogo, trabalhou na publicidade (antes de ser uma “nova promessa” – muito bem citado, a Céu não é mais uma, ela tem bagagem e conteúdo), foi uma das cantoras de jingles com a voz mais bonita que já houve (com a voz e a beleza que desmontava qualquer engenheiro de estúdio).

    A menina merece, que ela tem talento.

Comentários fechados.