TV

Há dez anos resenhando dezenas de lançamentos por mês, Cleber Facchi e seu Miojo Indie estão às vésperas de uma mudança radical. Ele prefere só deixar o futuro próximo no ar, mas aproveito a oportunidade para voltar aos seus anos de formação, tanto como fã de música quanto como jornalista no interior do Paraná, para recapitular o início de seu site e como ele aos poucos se tornou uma das principais referências na cena independente brasileira. Aproveitamos para conversar sobre jornalismo, internet, discotecar, fazer podcasts e as transformações que a quarentena impôs ao mundo da música. Assista aqui. Continue

Por que finais de filmes e séries são tão difíceis de agradar o público? Por que nos agarramos tanto a personagens e sagas a ponto de nos incomodar com qualquer tipo de final que nos é apresentado? Por que encerramento de obras, quando contraria nossas expectativas, parece matar o legado de obras inteiras? Em mais este episódio do Cine Ensaio eu e André Graciotti discutimos o impacto que fins de filmes e séries têm em diferentes obras e tentamos explicar porque isso é uma questão tão delicada para espectadores em geral.

Morte a 2020

Charlie Brooker e Annabel Jones, criadores de Black Mirror, acabaram de anunciar a enigmática retrospectiva Death to 2020, que no Brasil vai se chamar 2020 Nunca mais. Justamente no ano em que não fizeram nenhum episódio (até por que, né…?), eles resolvem recapitular essa triste realidade que habitamos em um programa que não tem data de estreia, parece misturar documentário com ficção e parece que ainda está sendo realizado. O teaser publicado nesta segunda conta basicamente isso, além de elencar seus protagonistas, que incluem Samuel L. Jackson, Hugh Grant, Leslie Jones, Joe Keery, Lisa Kudrow, entre outros.

No anúncio feito na sexta, só avisam que estreia em breve

david_lynch

A revista norte-americana de mercado Production Weekly, fechada para assinantes, anunciou em sua última edição, entre as novidades que soube em relação ao mês de dezembro deste ano, que o grão-mestre David Lynch estaria desenvolvendo uma série pra Netflix, que começaria a ser produzida a partir de maio do ano que vem no Calvert Studios, onde também filmou partes da terceira temporada de Twin Peaks. Wisteria também é referida como Untitled David Lynch Project e aparentemente é uma série com episódios sem relação entre si – e não tem nenhuma relação com Twin Peaks, como o cocriador da série, Mark Frost, fez questão de frisar no Twitter (o que não diminui a expectativa sobre uma possível quarta temporada). No meio do ano, Lynch deu uma entrevista para o site Daily Beast sobre a guinada YouTuber que o diretor deu durante a quarentena e ameaçou, de forma enigmática, que “talvez tenham coisas vindo aí que possam significar que poderei gastar menos tempo com o canal”. Lynch já começou o ano com um pé no serviço de streaming, quando lançou o curta What Did Jack Do?, em que ele mesmo interrogava um macaco.

emicida-municipal

“Exu matou um pássaro ontem com uma pedra que só jogou hoje”: é assim Emicida anuncia, AmarElo – É Tudo Pra Ontem, seu especial de fim de ano, que será exibido dia 8 de dezembro no Netflix, no primeiro trailer que fez do documentário sobre seu disco mais recente e a histórica apresentação que fez no fim do ano passado no Teatro Municipal de São Paulo.

Respeito é pra quem tem.

pretozeze-rodaviva

A entrevista que o presidente da Central Única de Favelas, o admirável Preto Zezé, deu ao Roda Viva nesta segunda-feira é uma enorme aula sobre o Brasil de 2020 e aborda temas que impactam na vida de todos, mais um sopro de esperança no meio deste mês tão intenso.

O grupo canadense Arcade Fire lança a ótima “Generation A”, uma canção de groove marcial, timbres eletrônicos e forte acento político, no programa de Stephen Colbert, em plena noite de eleição para presidente na TV norte-americana.

Há pouco tempo, o líder do grupo Win Butler conversou com o produtor Rick Rubin em seu podcast Broken Record e contou que, durante a quarentena, eles já gravaram o equivalente a dois ou três álbuns.

E pelo visto deve ter algo vindo por aí em breve…

Agora é a vez de Kyle Kyle MacLachlan encarnar o agente Cooper e levar boas vibrações do Fleetwood Mac para Twin Peaks…

“Diane…”

fleetwood-dogg

Mesmo à distância, o autor do viral redentor de 2020, Doggface208, encontra-se com um dos fundadores da banda que compôs a música que ajudou a mudar a vibe deste ano, em um programa da BBC. Mick Fleetwood, do Fleetwood Mac, até já gravou uma paródia do clipe que tornou o skatista de 37 anos famoso e não perdeu a oportunidade de agradecer ao responsável por fazer sua “Dreams” voltar a tocar nas plataformas digitais. “Te devemos essa”, disse, não apenas falando pelo grupo, mas também por todo mundo que sentiu o alívio ao assistir aqueles parcos segundos de boa onda.

Mas ainda estamos esperando Stevie Nicks, a autora da canção, aparecer em público sobre este assunto…

cine-ensaio-11

A adolescência transformou-se à medida que começou a ser representada no cinema e a partir de filmes de diferentes épocas – e tantas outras séries de TV -, eu e André Graciotti entramos de cabeça num cânone que inclui Rebelde Sem Causa, os filmes dos Beatles, Nos Tempos da Brilhantina, Picardias Estudantis, Skins, Porky’s, os filmes de John Hughes, a Revolta dos Nerds, A Culpa é das Estrelas, Freaks & Geeks, Vidas Sem Rumo, Mean Girls, Malhação, 13 Reasons Why, Barrados no Baile, Superbad, Confissões de Adolescente, That 70s Show, Juno, Sex Education… Cada uma destas obras retratando um momento diferente da sociedade e como a adolescência retrata essas transformações.