Indie

“Minha mãe no meu umbigo, as nuvens me carregam…”

Foto: Bruna Valença (Divulgação)

“Meu coração vai endurecer ou me entortar”

“Starting to sober up, has it been long enough?”

“Trying to smile, but the air is so heavy and dry”

“It’s easy to see how people stop believing, ‘cause everyone I know’s got a broken heart”

“Announcing my mistake”

“Caminho a sós e me esqueço de parar”

“You’re always never, never ever stoppin'”

“A respiração me deixa cansado e eu não consigo mais entender…”

“Corte é brisa, o corre é vida”