Sexta Trabalho Sujo

sure

A epidemia é série e não dá pra brincar com isso, por isso adiamos todas as apresentações ao vivo que faríamos nos lugares onde trabalho como curador: isso quer dizer que suspendemos as temporadas do Kastrup e da Juçara no Centro da Terra, não teremos Sexta Trabalho Sujo no Estúdio Bixiga que teria Atônito e Thiago França (como acabou não acontecendo na sexta passada, que teria o Antiprisma) nem vamos ter a volta do Trabalho Sujo Apresenta na Unibes Cultural, com Chico Bernardes e Luiza Brina. Outro show suspenso foi a estreia do projeto Trilha Sonora Original do Filme Deságua, do Mombojó, com quem estou trabalhando como diretor artístico, que aconteceria na próxima sexta. As atividades todas foram suspensas e retornarão quando a situação voltar a se normalizar, possivelmente retomando a partir de onde havia parado. É cortar na carne, mas é preciso fazer isso.

O lance é saber o que vamos ver o que fazer agora.

sts-016-antiprisma

Neste sexta-feira 13 de março, a atração da Sexta Trabalho Sujo é a dupla paulista folk psicodélica Antiprisma, formada por Elisa Moreira (guitarra e vocais) e Victor José (guitarra, viola caipira e vocais), que dá início aos seus shows em 2020 em uma apresentação no Estúdio Bixiga, quando mostra seu disco mais recente, Hemisférios (mais informações aqui). Predominantemente acústico desde o início, o grupo vem passando por uma metamorfose nos palcos e experimenta novos arranjos com uma abordagem elétrica para canções dos trabalhos anteriores, numa formação de quarteto, com a presença de Ana Zumpano (Cinnamon Tapes, Lava Divers) e Rafa Bulleto (Neptunea, Bike) na bateria e no baixo, respectivamente.

sts-015-stratusluna

A banda paulista Stratus Luna, conhecida por caminhar na fronteira do rock progressivo com o jazz fusion, abre o mês de março da Sexta Trabalho Sujo no Estúdio Bixiga, dia 6, fazendo sua primeira apresentação de 2020. Formado por Gabriel Golfetti (baixo e teclado), Giovanni Santhiago Lenti (bateria) e os irmãos Gustavo Santhiago (teclados e flauta) e Ricardo Santhiago (guitarra e lap steel), o quarteto começou o ano envolvido na criação de seu segundo álbum, depois do disco de estreia, batizado apenas com o nome da banda, que foi recebido pela crítica internacional. Por isso, além de faixas do primeiro álbum, eles também prometem algumas surpresas… (mais informações aqui)

sts-marco-2020

Aos poucos a Sexta Trabalho Sujo está firmando público e fazendo o pessoal chegar mais cedo no Estúdio Bixiga pra tomar doses semanais de boa música – e assim seguimos em março. Na primeira sexta do mês, dia 6, recebemos o grupo prog fusion Stratus Luna, começando a preparar seu segundo disco (mais informações aqui). Na sexta 13, é a vez da dupla de folk psicodélico Antiprisma, que apresenta-se no formato banda mostrando músicas do ótimo disco Hemisféiros, que lançaram em 2019 (mais informações aqui). Dia 20 temos um encontro de saxes da pesada, quando o brutal trio de jazz rock Atønito, liderado por Cuca Ferreira, do Bixiga 70, recebe o mestre Thiago França, que começa a trabalhar em seu formato solo (mais informações aqui). E, finalmente, no dia 27, Jonnata Doll e os Garotos Solventes chega puro e sem gelo para derreter seu rock cru no palco, mostrando seu disco Alienígena, um dos melhores do ano passado (mais informações aqui). Um mês de extremos, só show foda.

sts-014-pipo

O compositor, músico e produtor paulista Pipo Pegoraro apresenta seu mais novo trabalho, o disco instrumental Antropocósmico, lançado no primeiro dia de 2020, em que flerta com o jazz funk, o rock progressivo e a MPB instrumental dos anos 70, na última edição de fevereiro da Sexta Trabalho Sujo, neste dia 28 de fevereiro, no Estúdio Bixiga, a partir das 21h (mais informações aqui). Vamos lá?

sts-013-schiavo

O cantor e compositor paulista Bruno Schiavo mostra as composições de seu primeiro disco A Vida Só Começou da edição desta semana da Sexta Trabalho Sujo, no Estúdio Bixiga, a partir das 21h (mais informações aqui). Schiavo lançou “Califórnia”, a primeira música de seu disco em primeira mão aqui no Trabalho Sujo e lançou há pouco a ótima “Orestes Revisitado” – e o disco sai logo após o carnaval. Mas dá pra sacar antes, no show desta sexta. Vamos?

sts-012-anvilfx-

O grupo eletrônico Anvil FX, liderado pelo antológico Paulo Beto, homenageia a vida do ícone do underground mineiro Marcelo Dolabela, que morreu no mês passado, na edição desta semana da Sexta Trabalho Sujo, no Estúdio Bixiga, a partir das 21h (mais informações aqui). Vamos?

sts-fevereiro-2020

Seguindo o baile nas sextas no Estúdio Bixiga, reunimos três bambas para as sessões de fevereiro da Sexta Trabalho Sujo. Na primeira edição do mês, convidei o grupo Anvil FX, fruto do cérebro incansável do mestre Paulo Beto, que irá fazer uma celebração à importância do saudoso Marcelo Dolabela, no dia 7 (mais informações aqui). Dia 14 é a vez do paulista Bruno Schiavo começar a mostrar seu primeiro disco solo, A Vida Só Começou, cheio de melodias assobiáveis, refrões deliciosos e muita experimentação sonora (mais informações aqui). Pulamos a sexta de carnaval para retornar no dia 28 com Pipo Pegoraro, que mostra seu recém-lançado disco instrumental, o ousado Antropocósmico (mais informações aqui)

sts-011-sophia

Um imprevisto pessoal com a banda Florcadáver acabou alterando a última sexta de janeiro no Estúdio Bixiga e, em seu lugar, a banda paulistana Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo começa seu 2020 em São Paulo nesta sexta-feira, no Estúdio Bixiga, a partir das 21h (mais informações aqui).

sts-010-pelico

Pélico completa a décima edição da Sexta Trabalho Sujo, mostrando seu novo show no palco do Estúdio Bixiga nesta sexta-feira, 24 de janeiro. A noite gira em torno do lançamento de seu quinto álbum, Quem Me Viu, Quem Me Vê, que ele mesmo considera seu disco mais sincero e direto. Produzido por Dudinha e Regis Damasceno, ele marca o amadurecimento de suas composições de forma simples e crua, mas sem perder a capacidade de introspecção e sua veia sentimental, características de seus dez anos de carreira (mais informações aqui).