Xx ao vivo num quarto de hotel no Japão

Lindaço.

Mas eu esperava mais do disco… E vocês?

Você pode gostar...

7 Resultados

  1. Tiago Gabriel disse:

    Poh, confesso que senti uma certa estranheza ao ouvi-lo na primeira vez, o que já havia acontecido desde Angels e, posteriormente, com Chained (nesse menos). Mas aos poucos foi assimilando a nova proposta do XX: menos pop, mais experimental, em termos de texturas eletrônicas. Talvez um disco de tentivas, de experimentação (o que somente poderá ser comprovado com um tercerio álbum). Mas pra mim, um passo pra frente para o XX, dado o seu bem acabado debut, eles poderiam ter permanecido na zona de conforto recriando o primeiro álbum, contudo preferiram alcançar um som novo.

  2. Paulo Diógenes disse:

    Eu não ouvi interinho ainda, só uma faixa ou outra. Mas tô com o Matias, segue bem a linha do primeiro… Mas como o primeiro é bem legal, tá valendo ainda…

  3. Alexandre Duque disse:

    Achei que mudaram o estilo de tocar, não mais aquela coisa que ia pro pop, agora tá bem diferente, quilos de influência de Burial e Four Tet misturado com momentos de mais paisagens sonoras. Mas na real o resultado depois de ouvir dá no mesmo do primeiro. Por isso a sensação de mesmice.

    Nem vou falar que é um disco de transição, porque acho isso desculpa pra falar que o álbum é fraco. Mas tem canções ÓTIMAS, claro. Hahahahaha

  4. Alexandre Duque disse:

    Uma coisa que notei e que fez bastante falta depois que percebi: As dedilhadas marotas de guitarra. O baixo está ótimo, batidas nem se fala, vozes idem. Mas aquele sonzinho característico da guitarra, faltou.

  5. Thiago disse:

    O som deles tem uma proposta bacana, e acredito que a cada álbum se torne difícil trazer elementos novos. Mas achei que o som continua bom.

  6. antonio disse:

    tb acho que continua na zona de conforto do primeiro, e por isso que é bom