Vítor Araújo: Mercúrio

vitoraraujo-centrodaterra

O pianista pernambucano Vítor Araújo transformou sua temporada em julho no Segundamente do Centro da Terra em uma residência que vai além dos quatro shows de julho. Durante todas as segundas do mês, ele irá retrabalhar e remixar músicas, texturas, sons e ruídos produzidos por seus convidados – que serão anunciados no decorrer do mês – para depois transformar o processo em um disco. Concebido por Vítor e seus parceiros GG Albuquerque e Raul Luna, a temporada Mercúrio vai da música erudita à canção popular, passando pela vanguarda contemporânea e por sons aleatórios, todos conspirando em prol de uma obra que será construída em frente ao público. Nomes como Cadu Tenório, Negro Leo, M. Takara e Alada já confirmaram presença e na primeira noite Vítor recebe Ayrton Montarroyos, Aduni Guedes, Miazzo, Thiago Nassif e Sérgio Machado para começar a elaborar as matrizes desta peça musical contínua (mais informações aqui). Conversei com o Vítor sobre suas intenções nesta temporada.

Fale sobre o conceito da sua temporada no Centro da Terra.

Mercúrio termina com o fim da temporada?

Qual é a graça de se assistir aos quatro shows da temporada?

Quem mais ajudou você a compor esta temporada?

O que você acha da possibilidade fazer uma temporada como esta no Centro da Terra?

Qual o maior desafio desta temporada?

Você pode gostar...