Um cartão de natal de Terry Gilliam

Que gênio.

Você pode gostar...