Trama Virtual (2004-2013)

trama virtual

O LaCumbuca que levantou a lebre: o site da TramaVirtual para de existir no final do mês que vem. O anúncio, no site, é curto e triste:

O site Trama Virtual sairá do ar no dia 31/03/13.

Agradecemos a todos que estiveram conosco.

Trama Virtual

Conheci o TramaVirtual quando ele era só uma idéia do Miranda (“vamos fazer o MP3.com brasileiro, véio!”), bem antes do MySpace existir, e trabalhei na Trama naquela que talvez seja a fase áurea do site, quando o Dago era o editor (e a redação ainda contava com a Fer, o Six e o Emo, só gente finíssima), por isso tenho uma memória um pouco mais afetiva em relação ao site além da importância que de fato ele teve – foi ali que não só umas três gerações do rock independente brasileiro conseguiu deixar à disposição uma produção cultural (que em alguns casos datava do início dos anos 90) como as primeiras gerações da música digital no Brasil encontrou um terreno livre para expandir seus talentos. O site virou até um programa de TV, mas veio perdendo a importância (como a própria Trama) por uma série de motivos – e agora vem essa notícia que, embora aparentemente irrelevante, encerra um importante ciclo na história da música pop brasileira do século 21. Só me resta lamentar…

Você tem alguma história relacionada ao Trama Virtual? Contaê!

Você pode gostar...

11 Resultados

  1. Romulo Fróes disse:

    Eu tenho uma pra lá de especial em minha estante, melhor álbum de 2009 pro meu disco No Chão Sem o Chão! Durante muito tempo era lá que as pessoas baixavam meus discos. Vai fazer muita falta o site!

  2. conheci muita banda boa pelo tramavirtual, mas sempre achei o site meio problemático e hoje (para níveis de internet em 2013) ele está bem péssimo mesmo… mas acredito que com pequenos ajustes poderia voltar a ter a importância que um dia já teve. acho que valeria a pena investir em alguma “repaginada” antes de “fechar as portas”. fico bem triste com essa noticia, pois tenho 21 anos e foi lá que eu comecei a conhecer mais bandas brasileiras alternativas e independes, acredito que eles tiverem um papel muito importante no meu gosto e na minha educação musical.

  3. Maíra Luna disse:

    Foi lá que descobri que tinha mais música brasileira de qualidade além do que tocava na rádio, notícia bem triste essa.

  4. Bruno disse:

    podiam deixar o arquivo no ar, né. acho sempre maus quando as páginas simplesmente somem.

  5. giancarlo disse:

    Triste, parece um anuncio de morte um amigo sem chance de recuperação – daqueles que você vê muito pouco atualmente, mas possui muita historias de noitadas dividindo internet discada e conhecendo bandas obscuras.

    Com a trama Virtual vão embora os últimos resquícios de existência de varias bandas que existiram na primeira metade dos anos 2000. Entre as minhas favoritas: Excelsior, PB, superphones, Madeixas, betty by alone, lonely nerds songbox, Mosha, os Telepatas, Polar, nenhuma delas tem material completo na web.

    E se a trama virtual já estava obsoleta há algum tempo (como os blogs de música logo estarão), o site servia de referência quando a gente precisava falar de algum artista que não existe mais ou explicar como funcionava a música independente no inicio dos anos 2000.

  6. Paulo Rená disse:

    Será que, um dia antes do dia da mentira, essa data de 31/03/13 não faz parte de uma pegadinha? Talvez seja só minha mente em estágio de negação, mas fico com essa hipótese.

  7. Vivian Andreozzi disse:

    e o trama universitário? só mostrar sua carteirinha da faculdade que vc ganhava o ingresso do show! não eram de bandas novas, mas me permitiram ver shows da maria rita e paralamas de graça (no canecão — in memoriam — e no vivo rio). fora que era no site da trama que dava pra ouvir as músicas de muitas bandas da cena independente do rio, quando ela ainda existia.

  8. Marcus Benefather disse:

    E como ficam os álbuns lançados gratuitamente pelo Álbum Virtual? Descem pelo ralo tb?

  9. Guilherme Sal disse:

    Em 2006 o Garotas Suecas foi escolhido em uma votação do site para se apresentar no Rio abrindo para a Maria Rita. Foi a primeira vez que a banda saiu de São Paulo.

    Com certeza definiu uma era da música independente brasileira.

  10. Mattoso disse:

    Triste notícia. Minha monografia da pós-graduação em Ergodesign foi sobre o site da Trama Virtual…

  11. Otaner disse:

    O La Cumbuca e mais outros sites estão, cada um, divulgando um Top 15 de bandas pra baixar no Trama Virtual. Fui pelo caminho da loucura e coloquei desde Os Massa a Jumento Van Basten para aproveitar enquanto o acervo não vai pro saco.

    http://www.lacumbuca.com/2013/03/antes-que-acabe-baixe-as-musicas-de-15.html