Todo o show: Humberto Gessinger e Carlos Maltz tocam todo o Revolta dos Dândis

Haters gonna hate, mas os fãs vão adorar (os que ainda não sabem): em maio desse ano o Humberto Gessinger se juntou ao Carlos Maltz pra tocar ao vivo via internet a íntegra daquele que muitos consideram (eu entre eles) o melhor disco do Engenheiros do Hawaii, A Revolta dos Dândis. E o resultado segue abaixo:

E antes que resmunguem: não sou fã de Engenheiros, mas respeito a banda, principalmente com a formação clássica (GL&M). É uma das melhores bandas brasileiras dos anos 80 – e uma das poucas que não copiaram músicas de outras pessoas…

Você pode gostar...

Sem Resultados

  1. Evelini disse:

    A mais original da década de 80, sem dúvidas…poder torcer o nariz mas Humberto Gessinger tem o dom de escrever!

  2. Dern disse:

    kkkk, Engenheiros, melhor em alguma coisa… kkkk
    vou ficar rindo semanas disso…

  3. Jones disse:

    Matias, aproveitei a deixa e joguei o vídeo lá no meu blog, que andava meio esquecido. Só esqueci de dar os créditos (não me processe). Abs.

  4. Daniel Araujo disse:

    hahaha!
    haters gonna hate, indeed.

  5. Também não sou fã do Engenheiros, mas admiro o Humberto por (muitas) coisas que ele escreveu. Não admitir isso é burrice, e só.

    • Dern disse:

      Também eu que não fumo, queria um cigarro….

      Mais uma clássica Matiolice, sem fundamento. A banda é boa porque não copiou música dos outros, mas no lugar só fez lixo…

  6. Leonardo disse:

    Fala Matias,
    Bem que você podia desenvolver mais esse assunto do rock brasileiro dos anos 80 e o plágio.
    Falando nisso, viu que na biografia do Nasi tem um capítulo que é praticamente inteiro uma transcrição da sua resenha para o Psicoacústica?
    Abs.

  7. Marcelo disse:

    Em se tratando do rock da geração dos 80, os Engenheiros não são nada piores que seus contemporâneos mais cultuados. A má fama que as letras do Gessinger gozam hoje têm sua justificativa, mas não há, ao meu ver, motivo para explicar porque Legião Urbana e seu líder são endeusados, enquanto o gaúcho levou sozinho toda a má fama por toda porcaria que foi realizada naquela época. E o Engenheiros nem é uma merda completa, é só uma banda mediana.

  8. Tiago disse:

    Eu gosto da banda, mas faz tempo que a única coisa que vejo neles é uma obsessão de competir com o Deep Purple pela banda que mais trocou de integrantes…

  9. Guilherme disse:

    O Humberto sempre foi muito lúcido nas entrevistas dele, dizia que admirava caras como Neil Young, que tinham uma obra grande mas não tinha tanta exposição na mídia…enfim, ele sabia que aquele sucesso era efêmero e se contentava com isso, achei esperto da parte dele, especialmente porque ele continua produzindo, não vive do passado. Ele também falava que um disco para ser produzido, ele precisava sentir que aquilo era necessário, que era algo que fazia falta, que alguém tinha que dizer e ainda não havia dito, enfim, gostei do modo pé no chão dele se auto-avaliar, mesmo que eu considere muitos discos dos Engenheiros desnecessários, heheh. Ganhou pontos comigo a persona, maximus respectus.

  10. Fra tura disse:

    Respeito, mas nunca tive paciência…..
    Sei que tem um deles que virou astrólogo (ou similar) aqui em Bsb.