Noites Trabalho Sujo apresenta Churrasco Grego

Tenho o prazer de receber mais uma vez a nobre discotecagem de Luiz Pattoli que se autoconvocou para a festa, pois completou anos durante a semana e quis celebrar a passagem na melhor sexta-feira de São Paula – santa ou laica, tanto faz. O pai do Rocco e dono do Churrasco Grego vem apavorar nosso inferninho com suas já clássicas pérolas de pop sem vergonha – tanto do Brasil quanto de fora dele. E a ênfase da noite de sexta é no ano em que ele nasceu, 1978. Para chegar na festa, você já sabe: as coordenadas estão no site do Alberta e na página do evento no Facebook. Nomes na lista de desconto? Email para o noitestrabalhosujo@gmail.com, até às 20h. Vamos se acabar!

Noites Trabalho Sujo apresenta Jess

Hoje é dia da melhor sexta-feira de São Paulo – e pra isso chamei a Jess pra dar aquele grau na noite – seja enveredando pelo punk rock feliz ou pelo pop sem vergonha. As coordenadas são as mesmas de sempre – e estão no site do Alberta e na página do evento do Facebook. Para colocar o nome pra lista de desconto, mande um email noitestrabalhosujo@gmail.com até às 20h da sexta. E prepare-se para mais uma noite de acabação!

Quer ir no show do Lucas Santtana amanhã?

Lucas descolou dois ingressos pro show novo dele no Sesc Vila Mariana, nessa sexta. Quem anima?

Basta compartilhar o flyer acima no Facebook e depois mandar o link para o email lucas@diginois.com.br – e aí o Lucas avisa quem ganhar como é o esquema de pegar o par de ingressos.

Dorgas no Prata da Casa 2012

E os cariocas do Dorgas fizeram mais uma ótima apresentação em São Paulo no Prata da Casa da semana passada, evitando “Fez-se Cristo” e encerrando o show com o “hit” “Loxhanxha”.


Dorgas – “Loxhanxha”

Veja mais vídeos que fiz aí embaixo.

Continue

Noites Trabalho Sujo apresenta Natasha Madov + Bel Moherdaui + DJ Cod

Natasha queria fazer aniversário na Noite Trabalho Sujo junto com a Bel e me perguntou se podia – não só disse que sim, como as cutuquei pra discotecar na sexta também. Elas se animaram e convidaram um amigo delas, o Cod, pra não ficar na mão – e por isso temos três nomes na cabine do DJ, além dos meus préstimos, claro, que seguro a festa junto com elas. As coordenadas você já sabe, né? Se não sabe, checa no site do Alberta ou na página do evento do Facebook. Para mandar seu nome pra lista de desconto, é só enviá-lo para o email noitestrabalhosujo@gmail.com até às 20h desta sexta. E vamos para a melhor sexta-feira de São Paulo!

Link – 19 de março de 2012

• Vilão viral • Dissecando Kony • Causa e consequências • Avaaz: “Ativismo online funciona” • Servidor: Fim da Encyclopaedia Britannica de papel e downloads ilegais na mira dos provedores • No arranque (Filipe Serrano): São Paulo poderia se tornar um Vale do Silício? • Homem-objeto (Camilo Rocha): Peso-pesado • Impressão Digital (Alexandre Matias): “Keep Calm and Carry On”: duas lições e uma conclusão • SXSW e a nova ordem • 

Noites Trabalho Sujo apresenta Pablo Miyazawa

Nessa sexta recebo o grande brou Pablo Miyazawa para dividir os CDJs comigo – e Pablo, pra quem não conhece, é especialista em anos 90 com um pézinho no pop de todas as épocas (não por acaso ele também é o editor da revista Rolling Stone). E se você ainda não sabe como a Noite Trabalho Sujo funciona, basta seguir aiba, siga as dicas que estão ou no site do Alberta ou na página do evento do Facebook. Nomes para a lista até às 20h desta sexta, pelo email noitestrabalhosujo@gmail.com. A melhor sexta-feira de São Paulo não pode parar!

Hoje no Prata da Casa: Sambanzo

Hoje o Thiago França apresenta seu Sambanzo no Prata da Casa numa noite que promete ser histórica! Se você não sabe o que é Sambanzo, se liga no vídeo abaixo ou no disco em si, que ele acabou de colocar inteirinho pra download… Abaixo, o texto que escrevi na apresentação do projeto:

Thiago França está em todas – seja com seu grupo de jazz MarginalS ou tocando com o Criolo, com a Céu e tantos outros da nova cena paulistana, o saxofonista vem trilhando um caminho interessante e particularmente autoral, caso raro quando falamos de um instrumentista de sopro, acima de tudo no Brasil. Ímpeto bandeirante e alma selvagem, Thiago vem aos poucos desbravando uma África musical que vai muito além do afro beat tão em voga. E começou a registrar essa jornada no ano passado, ao unir-se a Kiko Dinucci e Juçara Marçal no disco Metá Metá. Mas a saga prossegue em 2012 – e mais a fundo rumo ao coração desta africanidade – quando ele nos apresenta ao Sambanzo, uma expedição formada por Kiko, Samba Sam e Welington Moreira e liderada pelo sax intenso e livre de Thiago, que usa-o para abrir caminho para uma base rítmica específica e persistente, conduzindo o público a um transe de groove e harmonias. E o disco de estreia da banda está para ser lançado ainda este semestre.

Nina Becker x Serge Gainsbourg

Daquele show mágico que a Orquestra Imperial fez em cima do repertório do velho Serge, em 2009.

Como foi a Noite Trabalho Sujo com a Flávia Durante

Flávia mandou muito bem na sexta passada – e o público foi ao delírio, como dá pra sacar nas fotos do Leandro Furini, abaixo.

Continue