A volta do Lebowski

lebowski

Às vezes há um homem… Eu não diria herói, por que o que é um herói? Mas às vezes há um homem, e eu estou falando do Dude… Às vezes há um homem que, bem, é o homem para seu tempo e lugar, ele se encaixa ali” – as imortais palavras do caubói que narra O Grande Lebowski, uma das obras-primas dos irmãos Coen, parecem antecipar mais uma vez a vinda do personagem mais emblemático do currículo dos diretores quando o ator Jeff Bridges twittou o seguinte vídeo:

A data do final do vídeo é o próximo domingo, dia 2 de fevereiro, quando a final do campeonato de futebol americano vai ao ar nos Estados Unidos e o mercado publicitário aproveita para lançar campanhas e chamar atenção do público, devido à alta audiência. Embora continuações para o filme de 1999 tenham sido cogitadas continuamente, é mais provável que Jeff Bridges tenha calçado as melissas transparentes de seu mais clássico papel apenas para um comercial de algum produto.

Tomara que não, mas, bem, é só a minha opinião, cara…

Courtney Barnett ♥ INXS

Courtney-Barnett

Enquanto esperamos por seu novo disco, Tell Me How You Really Feel, nossa musa australiana Courtney Barnett declara mais uma vez seu amor por seus conterrâneos do INXS ao regravar a balada “Never Tear Us Apart” para uma campanha da Apple.

Não é a primeira vez que ela celebra a banda do falecido Michael Hutchence: em 2014 ela fez um show inteiro em homenagem à banda, regravando o clássico Kick, de 1987.

Café da manhã com os Rolling Stones

RollingStones

No início da carreira, Jagger, Richards e companhia fizeram um jingle para cereais matinas – dá uma sacada no clipe lá no meu blog no UOL.

Bob Dylan falando com um computador

dylanibm

A IBM colocou ninguém menos que Bob Dylan para anunciar seu novo sistema de inteligência artificial, que, após ler todas as letras do mestre, chega à conclusão que todas elas falam que “o tempo passa e o amor morre”.

Virais da internet dando instruções antes do vôo

Delta-Airlines-internet

É uma campanha que seria mais eficaz e contemporânea se tivesse sido feita há uns cinco anos, mas essas instruções de vôo ilustradas por virais da internet tem lá sua graça.

Além do vídeo oficial, eles ainda usaram outros memes em versões “liquefeitas” pelo carinha do “Will it Blend?”, misturando trechos do vídeo com aqueles típicos defeitos especiais do mundo digital.

Vi lá no B9.

O dia em que Jack Black foi Pitfall

Pitfall_

Calma que não é nenhuma adaptação do clássico do Atari para o cinema, e sim um velho comercial dos anos 80 com um ator que fomos conhecer décadas depois.

Spock x Spock

zachary-quinto-leonard-nimoy

Atenção: comercial de carros com alto grau de nerdismo.

Ave, Nimoy.

Groove is in the Roots

questlove-black-thought

A loja de departamentos norte-americana Target chamou dois Roots – Black Thought e ?uestlove – pra recriar o clássico “Groove is in the Heart” do Deee-lite pra sua mais nova campanha publicitária. E a dupla chamou Charli XCX pra assumir os vocais. A versão é bem correta – até demais -, mas a música é boa demais pra passar despercebida.

WTF do dia: Milton Nascimento garoto-propaganda de iogurte

milton-danone

Tudo bem se isso aparecer na sua biografia? Eu acho essa música insuportável, mas é inegável sua importância e peso na história da música brasileira. E pode ser que, com um teoricamente esquecível comercial, Milton tenha a atirado na lata do lixo por alguns dinheiros…

Bem vergonhalheia…

Lou Reed: “Take a ride on the wild side”

lou-reed-honda

Das ruas de Nova York direto para… as ruas de Nova York, mas fazendo comercial de motoca.

Quem conta a história do comercial em sua conta do Vimeo é o editor do curta, Lawrence Bridges, que pela mesma época havia editado o vídeo de “Beat It”, do Michael Jackson. Diz o cara:

“As the editor I had to put this all together, and I was brought in for my background in music videos, where editing was hero and we were free to do whatever we wanted with footage. The more rules you broke, the better. The generation being advertised to at that point was probably the most cynical and suspicious toward the medium to date, and moreover, I had this monumental piece of music that I had to honor. For me, the answer was to make an “underground” short film”

Mesmo sendo um comercial, ficou massa.