St. Elsewhere – Gnarls Barkley

Essa saiu na última Trip.

Podia falar horas sobre a entidade Gnarls Barkley, as fantasias de droog, o fenômeno Danger Mouse, os primeiros formatos ao chegar ao topo do pop, a nostalgia feliz de “Smiley Faces” ou da cover de Violent Femmes, mas, podemos resumir tudo a “Crazy”, esse petardo de soul music que marca o início da segunda metade da década como “Hey Ya” havia marcado o da primeira. Enquanto o clima da música do Outkast incendiava pistas de dança como os aviões que explodiram dentro do World Trade Center, o single-bomba da dupla americana transforma a tensão dos dias de hoje em tentativa de explicar o sentido de tudo. O tema da loucura é levado para onde músicas-irmãs (a do Fine Young Cannibals, a do Seal) sequer cogitaram: a percepção da insanidade iminente, marcada por um baixo-pilastras e cordas descendentes das do Play de Moby. Séria, densa, sóbria e sombria, é um hit hip hop que prova que o gênero já se dissolveu na paisagem e um cartão de visitas perfeito para o século 21.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. £µx disse:

    Gnarls Barkley é bem legal mesmo.
    Gostei do que ouvi até agora 🙂