Soko não morreu

One hit wonder, celebridade 2.0, indie kid e mais uma artista surgida via internet, a francesinha Soko teve um pico de exposição em 2007 com o hit “I Kill Her“, mas desde então foge da fama e do sucesso com algumas recaídas. No início do ano, ela declarou estar oficialmente fora do circuito musical, assustada com as pressões envolvidas – ela havia acabado de mudar-se para Los Angeles para trabalhar seu primeiro disco. Chegou a declarar sua morte em sua página do MySpace e desmarcar suas (já raras) apresentações que faria no festival South by Southwest, no Texas. Mas a Kátia avisou que ela acabou de subir músicas novas em sua página pessoal – o que quer dizer que ela está pronta para voltar e o vídeo acima prova isso. Massa.

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Bruno disse:

    Tudo doce…

  1. 16/07/2009

    […] Falei outro dia da Soko e aí vem o Terron e me saca essa parceria dela com a Marina Vello, ex-Bonde do Rolê. As duas lançam juntas o compacto “Mum”, que foi produzido pelo Radioclit com base da clássica “Low Rider“, do War. […]

  2. 29/01/2010

    […] Dias atrás, o Matias deu a letra sobre a Soko, aí ontem li lá no Trabalho Sujo do cara que ela se juntou à Marina Vello (você sabe quem, não vou ficar dando o histórico toda vez) e sob a produção do Radioclit. O caminho da news tu acompanha aqui, abaixo ouve a faixa e vai se ligando… […]