Arnaldo Branco WTF

Arnaldo postou essa foto dele em 1988 como isca para as meninas irem no lançamento do Mundinho Animal no Rio, na Cucaracha, “O” programa de sexta-feira na querida ex-capital.

Double Rainbow no Rio de Janeiro

“Internauta” enviou para o G1.

E por falar no Neu…

Nesta sexta tem Gente Bonita no clube do Dago e do Gui pela primeira vez. Aí em cima tem um vídeo direto da cabine de comando GB durante a festaça que rolou no Rio no mês passado. Sexta eu volto a lembrar, mas deixa marcado aí na agenda.

Rio de Janeiro é sempre bom!

Lá vamos nós de novo para a cidade maravilhosa! Deixamos o frio de São Paulo de lado para pegar um inverno carioca, dar uma passada na Urca, olhar o mar, Copa, Ipanema, Leblon e, claro, Botafogo, onde aterrissamos nossa audionave entre as cabeças e quadris de quem aparecer ali na Pista 3. Invadimos a festa My House com disparar novidades quentinhas, pérolas desconhecidas, versões viradas do avesso, hits em brasa e, claro, a mistura de tudo isso numa seqüência lógica de ritmo e acabação saudável. Vamos de LCD Soundsystem a Britney Spears, passando por Beatles, Strokes, Madonna, Michael Jackson, Cut Copy, MGMT, Starfucker e Breakbot. Prepare suas pernas, a noite vai ser delírio.

Gente Bonita @ Rio de Janeiro
Invadindo a My House
DJs residentes: Tiago Lins e Sugar Rush
DJs convidados: Luciano Kalatalo & Alexandre Matias (Gente Bonita Clima de Paquera)
23h
Quarta-feira, 19 de maio de 2010
Local: Pista 3 – Rua São João Batista 14, Botafogo. Rio de Janeiro.
Preço: R$ 20 ou R$15 (com nome na lista ou flyer)

Essa semana tem Gente Bonita no Rio de Janeiro

E por falar em beleza, no próximo sábado, a GB é convidada do pessoal da festa My House, na Pista 3. Quem vai?

Maconha no Rio e em São Paulo

Enquanto o Bruno filma a Marcha da Maconha no Rio de Janeiro, a Folha noticia a recente seca de maconha em São Paulo.

Mandando a real no meio da chuva

Basta uma chuva pro carioca mandar um bom “foda-se essa porra toda”.

Marcelo D2, BNegão e Black Alien juntos em 2010

Infelizmente foi preciso que o Speed morresse para que os três voltassem ao mesmo palco, na madrugada da última sexta, com o Afrika Bambaataa nas picapes do Circo Voador. Mas isso só aumenta a expectativa em relação à volta do Planet Hemp. Vi lá no Cumbuca.

Speed (1973-2010)

Puta notícia de merda: mataram o Speed em Niterói. Apesar de conhecido por viver com o povo do Planet Hemp, a carreira do rapper carioca era mais paralela à da banda de Marcelo D2 e BNegão do que coadjuvante.

E o Bruno compilou algumas homenagens de amigos e rappers ao compadre recém-falecido:

@deeleve Speed faleceu. Nao tenho mais o q dizer.

@marcelodedois Muito triste e indignado , falei com o Gustavo e não consigo entender… Ele não merecia isso… + uma vida perdida assim… Valeu Speed. Speed foi o Cara que mais me incentivou a cantar… A força de vontade dele e a paixao pela musica sempre me impressionaram…

@zegon Alguem me fala que é mentira,acabo de acordar c/a noticia que o meu irmão Speedfreak foi assassinado,to ainda em choque preciso de 1 tempo. Quando começa a cair a ficha fica ainda mais dificil…

@emicida Descanse em paz speed…

@danielganjaman Estou muito triste! O Brasil perde mais um músico genial por conta da violência urbana. Descanse em paz, Speed. Sua vida foi muito intensa.

@Kamau_ Claudio Marcio aka Speed Freaks. Gênio Incompreendido mas nunca despercebido. Paz pra vc irmão.

@sopedradablog A Casa está de luto! R.I.P. Speed Freaks. http://bit.ly/cnjkTa

@McMaxBO Que maneira de acordar… R.I.P. Speed Freaks!

Speed foi um dos primeiros artistas brasileiros a acreditar no potencial da internet e fez vários discos para serem lançados direto online, sem pensar em gravadora, assessoria de imprensa, prensagem ou distribuição. Foi crucial no surgimento do Quinto Andar, coletivo de onde saíram De Leve, Castro, Marechal e outros nascidos em Niterói e que desequilibraram o hip hop brasileiro criando uma cena no Rio de Janeiro e na internet. A Wikipedia lista a seguinte discografia de Speed:

De Macaco (1996)
Expresso (2001)
Sangue Sob o Sol (2003)
Só o Começo (2006)
Meu Nome é Velocidade (2008)
De Volta No Jogo (2009)
Remixxx-Speedfreaks Featurings Vol. 1 (2009)

Ele deve ter mais discos que isso. Fora faixas soltas, de novo via Wikipedia, nas seguintes coletas:

No Major Babies (1993)
Baião de Vira Mundo (2000)
Hip Hop Rio (2001)
Revista Trip (2000-2003)
Penta Brasil (2003)
Brasil Muito Além (2008)

E deve ter muito mais faixa solta por aí. Alguém anima compilar tudo? Tenho certeza que ele curtiria – e pacas.

Cloverfield carioca

Axl Rose, seu nome do meio é “uruca”.

O bicho pega aos seis minutos e meio. O título desse post é só um exagero do Bruno que eu achei que soou bem.