Quanta Ladeira 2009

O tradicional bloco que não se movimenta “sai” hoje à tarde no domingo de carnaval do Recife. Conhecido por marchinhas chulas especializadas em difamar os famosos, além de paródias impagáveis (uma das mais clássicas é “Meu Maracatu Pesa uma Tonelada”, cujo refrão resume-se a “pra eu comer seu cu falta uma polegada“), o Quanta Ladeira já avisou quem são os alvos da edição de 2009:

“De Obama a Dilma Roussef, passando pelo avião de Chimbinha, a mulher de Sarkozy e Almir Rouche. Não conseguimos esquecer nosso amigo Fábio Assunção, que está passando por um momento duro. E, claro, se a entrevista de Jarbas Vasconcelos (nas páginas amarelas da Veja desta semana) render mais ibope, botamos ele no meio também”, garante Pedrinho Fonseca, que assina boa parte das letras das músicas do bloco.

Uma delas é pra Amy Winehouse e você canta a nova letra com a melodia da clássica “Beijinho Doce“, ressurgida no fim do ano passado graças à novela A Favorita:

Que Pozinho Doce

Que pozinho doce
Que Amy tem
Depois que cherei ele
Nunca mais cherei o de ninguém
Que pozinho doce, foi amy que trouxe
De londres pra mim
Um real enrolado, o biquinho travado
E foi só um tirim
Ó, amy winehouse, você não me cause
Mais nem um pantim
O gogó apertado, olho arregalado
Num vomite em mim

Mallu e Camelo também vão ser homenageados, mas não divulgaram a nova letra antes da “saída” do bloco… Hmmm…

Você pode gostar...

Sem Resultados

  1. Não perco em ano nenhum. Um detalhe que vale a pena lembrar é que esse ano o Quanta Ladeira não ia acontecer. Aí o nosso prefeito João da Costa arrumou uns incentivos da prefeitura para o bloco não deixar de sair. Resultado: eles fizeram uma música de agradecimento ao prefeito, que era uma versão de Right Here Waiting, do Rchard Marx. O refrão era:

    A gente voltou
    Por Causa de tu
    Só pra botar nosso pau
    No seu cu