Pavement!

Já vi três shows dos caras esse ano (dois no Central Park e um em Las Vegas), mas não vejo a hora do show do Pavement no Terra desse ano. A banda está azeitadíssima como nunca se ouviu (os piratas de shows deles durante os anos 90 estão por aí, online) sem perder o charme largado que sua assinatura – uma extensão da personalidade de seu líder, Stephen Malkmus, que acaba permeando por todo o grupo. O foco da banda é Malkmus – é sua voz e guitarras formam a textura sonora que reconhecemos como Pavement e é impossível notar o magnetismo que ele emana para o resto da banda, que reconhece a felicidade que é estar no mesmo palco que o cara. Mark Ibold e Scott Kannberg não param de sorrir o tempo todo. O guitarrista Spiral Stairs (de boné o tempo todo, sacumé, idade) e o baterista Steve West embalam bem o transe desleixado do grupo, que, mesmo com a fama de preguiçoso, funciona com a precisão de um relógio no palco. O vídeo acima eu fiz no show que os caras fizeram dia 23 de setembro em Nova York, mas se você quer ver o show com uma qualidade mais profissa, dá uma passada no site do Primavera que eles colocaram a íntegra do show deles esse ano no festival para assistir em streaming.

Você pode gostar...