O Povo contra George Lucas

Olha a idéia: como todo mundo que nasceu depois de Guerra nas Estrelas foi influenciado de alguma forma pelo filme, os produtores do documentário The People vs. George Lucas pediram para quem quisesse enviar material sobre o impacto dos filmes – pro bem e pro mal – na sua vida e no mundo que entrasse em contato com eles. Vale tudo: entrevista, depoimento, reportagem, animação… O primeiro teaser é o vídeo aí em cima e os produtores prometem o lançamento do filme ainda para esse ano.

Você pode gostar...

Sem Resultados

  1. Strato disse:

    Putz, vc não sabe o quanto fico feliz de o meu pai ter sido radical e vetado que eu consumisse essas paradas… Na época estranhei, mas levei na boa, pois não me era nada assim tão importante para minha existência mirim…

    Mas hj sei que não tem preço ficar alheio a essas paradas, principalmente quando vc vê um monte marmanjo barbado fanático pelo lance.

    Acho que vou escrever pra lá e dizer que minha maior referência da série de filmes é a máscara de Darth Vader que durante um tempo vinha junto das latas de Nescau!

    ahah
    abs

  2. Silvio César disse:

    Já eu cresci vendo Star Wars e fico feliz por pertencer a uma geração que teve essa série de filmes com formadora de seu caráter. Veja bem, se hoje em dia temos séries como Lost, Galactica e filmes de super-heróis, Senhor dos Anéis e outros, foi graças a visão de George Lucas e sua coragem – loucura – de filmar um épico espacial em plenos anos 70, onde todos riam dele e ninguém, nem mesmo os atores do primeiro Star Wars, acreditavam naquilo. Sua influência, tanto para o bem quanto para o mal, é sentida até hoje. O mundo precisa de um novo Star Wars para chacoalhar um pouco as coisas…