O dia em que a Nação Zumbi encontrou os Young Gods

nacao-younggods

“É uma orquestra de noise”, me explica, empolgado, Jorge Du Peixe, vocalista da Nação Zumbi, em entrevista ao telefone. Ele comemora finalmente o encontro nos palcos com seus ídolos Young Gods, um dos grandes pilares da música eletrônica e do rock industrial europeus, que acontece durante esta semana, com shows em São Paulo e no Rio, e culmina com uma apresentação conjunta em julho, no festival de Montreux, na Suíça, que comemora sua quinquagésima edição.

“Mas é uma conversa antiga”, lembra o vocalista, explicando que os grupos se conheceram na primeira turnê europeia da banda brasileira, há vinte anos, quando Chico Science ainda era vivo. “E é uma admiração mútua, eles já conheciam o som, mesmo porque Franz (Treichler, líder da banda) é filho de brasileiros. A gente tava num festival na Dinamarca e viu o show. A gente já conhecia, mas foi muito impactante ver aquela massa sonora ao vivo. Lembro que eles tocaram com o Ministry. A gente trocou CDs e começou uma conversa, mas aí aconteceu o que aconteceu com Chico em 97 e não retomamos essa conversa. Mas Franz continuou vendo nosso trabalho e quando pintou essa oportunidade no festival de Montreux, que vai ter um momento “a Suíça encontra o Brasil”, ele lembrou da gente, me deu um toque e a gente começou a se conversar.”

As duas bandas começaram a trocar figurinhas pela internet e resolveram fazer os shows coletivamente, as duas ao mesmo tempo, tocando músicas uns dos outros. “Eles chegaram aqui na semana passada e já estamos no quinto ensaio, tá tudo funcionando muito bem, a eletrônica com a percussão, tá muito forte”, comemora Jorge, que não descarta novos shows e até uma colaboração autoral com o grupo suíço. “Mas agora não deu tempo, ficamos focados no ensaio e na dinâmica do setlist”, explica, citando clássicos dos Young Gods como “Skin Flowers”, “Le Rouge” e “Kissing the Sun” e músicas da Nação como “Defeito Perfeito”, “Um Satélite na Cabeça” e “Maracatu Atômico” como parte do repertório.

O show em São Paulo acontece nesta quinta-feira, no Cine Joia, e no Rio de Janeiro acontece na sexta, no Circo Voador. Estou com três pares de ingressos para quem quiser assistir ao show de São Paulo. Para concorrer é só comentar abaixo que música da Nação Zumbi você queria ver sendo tocada ao lado dos Young Gods e por quê. E não esqueça de deixar seu email para que eu entre em contato em seguida.

Você pode gostar...

20 Resultados

  1. Carlos J disse:

    Sobre o show do cine jíoa, vai rolar stream? Gostaria muito. Já que eu tou longe pra caralho e não vou poder ir fisicamente.

  2. Igor disse:

    Pode ser ao contrario? Queria ver a Nação Zumbi tocando “Kissing the sun” dos Y. Gods

  3. Gabriela Garcia disse:

    A música que quero ver ser tocada por eles é “Um sonho”. Porque, por mais clichê que isto vai soar, é a minha favorita. 🙂

  4. Marcos Ponce disse:

    Rapaz, acho que “Côco Dub” já é de uma piracao que abre mais leques pra mais piracao ainda. Abraço.

  5. Jessica Gasparetto disse:

    Tem que tocar Bossa Nostra pra elevar a alma de todo mundo 🙂

  6. victor ferreira disse:

    alexandre, eu gostaria de ver a nação zumbi tocando “maracatu atômico” com young gods, pq é uma música que pode ficar eletrizante com a bateria e os samplers pesados do trio suiço.

  7. Junior Godim disse:

    Eu vi uma amostra deles no show de 20 anos do Afrociberdelia, tocando Meu Maracatu Pesa 1T, e foi lá pra 20T a parada! Queria ver isso de novo em duas músicas: Arrancando as Tripas, do clássico Rádio S.Amb.A., e Pegando Fogo do novo e foda Nação Zumbi. A primeira pelo groove inconfundível da banda. seria interessante ver o que o Yong Gods faria nesse sambamangue. A segunda pelo peso, quero que o Circo Voador venha a baixo!!!

  8. victor ferreira disse:

    eu gostaria de ver a nação zumbi tocando “maracatu atômico” com young gods, pq é uma música que pode ficar eletrizante com a bateria e os samplers pesados do trio suiço.

  9. Rodrigo disse:

    Gostaria de ouvir Etnia. Além de ser uma das melhores músicas do grupo, ainda é a deixa pra se comemorar os 20 anos do Afrociberdelia.

  10. Victor Ferreira disse:

    Gostaria de ver a Nação Zumbi tocar “Maracatu Atômico” com os Young Gods, pq é uma música que pode ficar ainda mais eletrizante com a bateria e os samplers pesados do trio suiço.

  11. Leonardo M. Koga disse:

    Maracatu atômico, música clássica dos anos 70 regravada com muito peso depois por eles. Muita história Nação Zumbi e Young Gods juntos.

  12. Victor Ferreira disse:

    gostaria de ver a nação zumbi tocando “maracatu atômico” com young gods, pq é uma música que pode ficar ainda mais eletrizante com a bateria e os samplers pesados do trio suiço.

  13. victor disse:

    gostaria de ver a nação zumbi tocando maracatu atômico com young gods, pq é uma música que pode ficar ainda mais eletrizante com a bateria e os samplers pesados do trio suiço.

  14. Felipe disse:

    Gostaria de ouvir Computadores Fazem Arte ou o cover pouco lembrado do Roberto Carlos, Todos Estão Surdos

  15. Diego Medina disse:

    Quero! E acho que “Carimbó”, do álbum Rádio S.AMB.A, que já tem todo um trabalho do Lúcio Maia, vai bem com os jovens deuses.

  16. Daniel disse:

    Fica difícil escolher com o repertório fodão da Nação, mas uma musica pra encaixar no beat do Young Gods certeiramente é Maracatu de Tiro Certeiro, pra matar a saudades de Da Lama ao Caos e Chico, e ver qualé de um mangue com groove europeu.

  17. Com
    Certeza maracatu atômico, ia fazer uma mistura sensacional!