Noites Trabalho Sujo | 21.01.2017

NTS_POSTER_janeiro

Ajustando os controles para o coração do verão. O solstício iniciado na última entrada de sol em capricórnio tem enfrentado uma conjuntura vibracional pesada que ainda ecoa do período cósmico que dominou 2016. À medida em que concretizam-se as relações e as realizações que pairaram sobre o ano passado, a sensação de imobilidade e o descontrole moral refletem-se na temperatura e na atmosfera – resultado das pesadas nuvens cinzentas que pairam nos céus do início de 2017. É exatamente o aspecto ideal para colocar em prática os experimentos que conduzimos na antena de concreto disposta em frente ao Largo do Paysandú, na maior metrópole latina do Hemosfério Sul deste planeta. O encontro acontece mais uma vez em uma madrugada iniciada às 23h45, uma semana após a entrada do cientista-chefe Alexandre Matias na quadragésima segunda volta ao redor do Sol, idade que todo mochileiro intergaláctico sabe estar ligada ao próprio sentido da vida. Tal momento de transição é compartilhado pelo psicomergulhador de águas profundas do groove Danilo Cabral e o explorador antroposófico Luiz Pattoli, que juntos formam o instituto que batiza o evento. É a partir de seu laboratório central de paredes azuis que os três conduzem a ignição de boas vibração e a consequente fricção destas áureas que visa dissipar as nuvens do céu para que o contato com a estrelar solar possa entrar com força e começar a derreter as más influências que pairam sobre o planeta. Os três são escudados pelo ultramaratonista do som Jesse Marmo, que atende pelo codinome de Kowalski, e que veio diretamente da outra ponta da Dutra para estimular a formação do alto astral. No laboratório preto, o maestro eletrônico Carlos Costa conduz colisões de ondas sonoras de épocas diferentes e depois passa as boas energias para a dupla de fisicistas bon vivant Girls Bite Back, formada pelas doutoras Ana Prado e Nath Capistrano, que ajudam na concentração de ondas de puro delírio para que elas consigam atingir a maior circunferência tridimensional a partir do edifício da Trackers, para enfim começarmos o ano da forma apropriada. Não deixe-se acanhar pela chuva, que é parte das condições do experimento, e envie seu nome para o endereço eletrônico noitestrabalhosujo@gmail.com até às 20h do sábado 21 de janeiro de 2017. As confirmações chegam até às 22h e só pode entrar no recinto quem enviar seu próprio nome.

Noites Trabalho Sujo @ Trackers
Verão 2017!
Sábado, 21 de janeiro de 2017
A partir das 23h45
No som: Alexandre Matias, Luiz Pattoli e Danilo Cabral (Noites Trabalho Sujo), Ana Prado e Nathalia Capistrano (Girls Bite Back), Jesse Marmo (DJ Kowalski) e Carlos Costa.
Trackers: R. Dom José de Barros, 337, Centro, São Paulo
Entrada: R$ 35 só com nome na lista pelo email noitestrabalhosujo@gmail.com. Os cem primeiros a chegar pagam apenas R$ 25. O preço da entrada deve ser pago em dinheiro, toda a consumação na casa é feita com cartões. Chegue cedo para evitar filas.

Você pode gostar...