Marcelo Camelo + André Dahmer

Por falar no Dahmer, ele é o letrista de uma das músicas do disco novo do Camelo, chamada “Três Dias”. Nela, o autor da melhor tirinha brasileira atual (a saber, Os Malvados) deixa o cinismo e a acidez de lado e extravasa seu lirismo, que já havia exercitado no magistral Ninguém Muda Ninguém, o melhor livro do ano passado (outro dia falo dele aqui). Eis a letra de Dahmer:

Se faltar carinho, ninho
Se tiver insônia, sonha
Se faltar a paz
Se faltar a paz, Minas Gerais
Se encontrar algum destino
Para solidão tamanha
Se faltar a paz
Se faltar a paz, Minas Gerais
Se faltar carinho, ninho
Se tiver vontade, chama
Se faltar a paz
Se faltar a paz, Minas Gerais
Se você ficar sozinho
Pega a solidão e dança
Se faltar a paz
Se faltar a paz, Minas Gerais
Desaparecer no vento
E acordar num outro instante
Nó na imensidão do tempo
Dor do sentimento faz
Mas se faltar a paz
Se faltar a paz
Se faltar a paz
Se faltar a paz, Minas Gerais

Você pode gostar...

Sem Resultados

  1. Pablo disse:

    A letra é muito boa, mas a música ficou chata pra caralho, alho.

  2. Gustavo Ricci disse:

    Parece Arnaldo Antunes.

  3. mafra disse:

    alexandre,
    a letra na verdade é um dos poemas do ninguém muda ninguém.

  4. mafra disse:

    ah, claro, a letra é o poema reconfigurado…

  5. rackel ress disse:

    da pra curtir um comentário? Pablo vc merece um like!

  1. 11/02/2012

    […] Stories • Seattle 99 • A crítica de Zeca Camargo à critica • Dahmer: jornalismo, Letuce e Camelo • O livro da Chiquinha • Golden Shower • Tarja Preta • O Pintinho • Daytripper • Banda […]