Mad Max 2015: “What a lovely day”

mad-max-fury-road-explosions

Esqueci de comentar o trailer do novo Mad Max, que zera a história original para erguer a Cúpula do Trovão no comboio incessante do segundo filme da série (o melhor).

Fora o excesso de filtros de laranja, o que dá pra sacar é que baixou um Robert Rodriguez no australiano George Miller, que parece mais interessado nos excessos provocados pela conjunção de velocidade e violência do que propriamente em contar uma história. Não que haja algum problema nisso… Agora é torcer pra ver se o Tom Hardy faz jus ao papel que é eternamente de Mel Gibson.

Você pode gostar...