Você pode gostar...

Sem Resultados

  1. Lucas Luz disse:

    Peço licença para aqui escrever isso. Me chamo Lucas, sou frequente leitor da Urbe e até já comentei em algumas poucas vezes. Escrevo pois conheço a abrangência do site e sei que isso pode chegar longe. Se possível, seria interessante que fosse escrito aqui algo sobre isso… O músico gaúcho – meu conterrâneo – Tonho Crocco, ex-vocalista da banda Ultramen, foi enquadrado nos artigos 138, 139 e 140 do Código Penal no Ministério Público. A solicitação foi realizada através do deputado Gustavo Cherini em virtude de vídeo-RAP Manifesto feito pelo Tonho e disponibilizado no Youtube (http://www.youtube.com/watch?v=SukPLNWgY7M&feature=player_embedded) no qual ele critica os 36 deputados estaduais do RS que votaram a favor de um aumento próprio em 73% de seus salários. Sem mais, agradecido.