Lei antifumo x Lei do silêncio

Mais uma anedota dessa piada em forma de lei:

Qual multa é a mais cara? O que vai acabar acontecendo?

Você pode gostar...

Sem Resultados

  1. PT disse:

    É que existem regras na cidade, né? Áreas comerciais, áreas residenciais. Isso não é novidade, sempre foi assim – e sempre causou problema. A responsablidade é dos proprietários. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. O problema é ficar criando factóide pra argumentar contra outra coisa.

  2. alexandre disse:

    cara, so quem trabalha na noite e nao fuma sabe o quanto essa lei foi abençoada. Quem fuma GERALMENTE perde a noçao, sei la porque, entao mesmo sendo triste ter que aplicar uma lei pra substituir o bom senso, que proibam a porra do cigarro em lugar fechado. Nego tem que parar com essa mania de que a noite tem que estar ligada com alcool e fumo e acabação. Eu só curto a musica, porque tenho que comprar a porra do pacote completo? Meus casacos furados nas pistas de dança agradecem.

  3. Olha o rapa! Chegou o rapa!

  4. SamSpade disse:

    Pseudo-argumento, mimimi, factóide.

    Numa sociedade contemporânea complexa SEMPRE vão existir trade-offs entre direitos e deveres na aplicação de praticamente qualquer lei.

    A solução pra isso não é deixar de aplicá-las, mas buscar a compatibilização.

    Talvez essa lei de SP seja ruim, mas certamente não por isso.

  5. Nilson disse:

    Da democracia perfeita à tirania – tá na república do Platão. É o fim dos tempos, hehe…

  6. Paula disse:

    Sério que você acha uma piada? Qual das duas? Porque eu com a minha bronquite asmática vou a-do-rar não respirar fumaça.

  7. Antonio disse:

    aê, matias, entendeu seu ponto, mas devo discordar dessa… já argumentei pra caceta em outros lugares a favor da lei, tô com preguiça de repetir tudo de novo. só uma coisa: leis existem para proteger os indivíduos, inclusive deles mesmos. por exemplo, cinto de segurança. se vc nao usar, so vc sera prejudicado, certo? entao pq diabos o governo tem que te obrigar a fazer isso? e eh curioso, mas eu nao vejo ninguem argumentando contra a obrigatoriedade do cinto…

    abs

  8. Ronaldo disse:

    O problema eh que a lei demorou para entrar em vigor.
    A demora atrasa a evolucao.
    Mas tem de existir o direito de sair, fumar e voltar.
    Agora sim os festivais voltam.

    PS: Isto eh verdade?

    http://www.youtube.com/view_play_list?p=534AD84CB638C7C6

    http://colunistas.ig.com.br/area51/category/revelacao/

  9. José Flávio disse:

    Mais um indício de que fumante não tem educação e não respeita os outros. Vai fumar na rua e fala alto, pouco ligando para o resto da humanidade. A solução é simples: repressão, mais multa, penas maiores. Uma hora nego aprende a ser gente.
    Mas o desespero do Matias tem explicação: a lei pegou.

  10. Zero desespero, Flava. Soh tou rindo da idiotice q eh essa leizinha. Mas vai advogar repressao na sua freguesia – e aproveita enqto pode, pq o neocon tah saindo de moda… Tem mais um ou dois anos de vida, no maximo.

  11. gustavo disse:

    é, infelizmente matias é um fumante egoísta ..

    mas é exatamente para isso que existem leis: para evitar que coisas como o ‘egoísmo’ transformem a vida em sociedade no estado natural.

  12. Cesar augusto disse:

    A lei é necessária, como é em varios paises “civilizados”. É uma pena que os fumantes estejam confundindo lei com repressão. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, como diria o poeta…

  13. RB disse:

    Verdade. Essa tia ae, a Elaine, mora 5 andares abaixo do meu apê [aliás, fomos vizinhos em OUTRO prédio e a coitada vivia tendo de aturar minhas festas, sempre chamava a polícia etc]. Mas ela deu a real: o barulho dobrou. Sou fumante e também acho a lei ridícula. O que já está rolando: mais festas em casa. Você não pode beber no trânsito, não pode fumar, o som é ruim, é tudo caro – melhor organizar uma balada em casa. O que vai acabar acontecendo é que os bares vão perder clientes e dinheiro e pressionar por mudanças na lei. E o dinheiro é quem manda nessa cidade – a cidade com mais bares do mundo. Mais um ano e tudo isso aí muda. Abrazón,

    RB

  14. Livia disse:

    Em relação a essa lei.. tenho somente uma dúvida: O QUE UM NÃO FUMANTE VAI FAZER EM LUGARES ONDE SÓ HÁ FUMANTES??? Não quer respirar fumaça? Não saia na rua!! Respiramos fumaça o tempo todo, seja no transito, seja a poluição das fábricas e tals… Agora esses politicos ridiculos querem me convencer que o meu cigarro vai prejudicar a saude do meu próximo… e o resto da poluição da cidade???

  15. Na minha opiniao ocigarro fas mal,doce fas mal, a bebida fas mal, enfim tudo demais fas mal , hipocrisia, cinismo e pouco-caso, fasen muitissimo mais mal ainda por cima vindo de politicos que levao vantajen em oima da populaçao menos assistida, a bagunça que esta o congresso , a desputa de poder, o INSS que promove injustiça liberando pessoas com doenças cronicas: afinal a aposentadoria ejusta e merecida o dinheiro e do povo e nao dos tubaroes francamente!

  16. Renata disse:

    Esta situação é consequencia do que foi decidido pelos vereadores dessa cidade sobre o Plano Diretor do Município, que estabelece onde pode ter bares e restaurantes e onde são áreas exclusivamente residencial… As grandes incorporadoras, juntamente com o poder público não tem intenção de separar serviços de moradia… por conta da especulação imobiliária, e da possíbilidade da “criação” de novos bairros para viver… o resultado é esse: quem quer se divertir, não pode usar a rua e quem quer dormir não consegue, por conta do barulho. Fica a pergunta: onde está o real Planejamento Urbano em São Paulo?