J.J. Abrams e Guerra nas Estrelas

bad-r2d2

Nem comentei aqui o golpe de mestre dado pela Disney ao chamar ninguém menos que J.J. Abrams pra tomar conta dos três últimos episódios de Guerra nas Estrelas.

star-wars-fan

Ao assumir a grife Jornada nas Estrelas, em 2009, J.J. conseguiu fazer ir até que ninguém havia ido antes: tornou a série de Kirk e Spock em uma aventura divertida, sem perder a essência de sua mitologia – principalmente ao escolher um elenco cinco estrelas, talvez o melhor da história da franquia (Shattner e Nimoy inclusos). A direção frenética (repleta com os brilhos do efeito lens flare) e a brincadeira com as linhas do tempo também ajudaram o bom desempenho do filme ao mesmo tempo em que mantiveram a assinatura visual do autor. Agora J.J. prepara-se para lançar seu segundo título Star Trek (Into Darkness, que teve novo trailer lançado neste fim de semana), que conta com o astro da vez Benedict Cumberbatch no papel do vilão. E, pelo jeito, o filme deve ser seu Império Contra-Ataca – aquela seqüência pessimista que muitos temiam. Olha o trailer:

Resta saber como é que J.J. conseguirá equilibrar as duas mais clássicas grifes de ficção científica ao mesmo tempo – sem contar seus inúmeros projetos pessoais, que não param de aparecer.

star-wars-jj-abrams

E é claro que as piadas já começaram a aparecer: Já o chamaram de Jar Jar Abrams e lembraram que ele sempre é bom pra começar, nunca pra terminar séries – e como os episódios de Guerras nas Estrelas que irá dirigir serão os 7, 8 e 9, isso pode provocar um desequilíbrio na Força (com certeza não pior do que o causado pelo próprio George Lucas nos episódios 1 e 2).

O que me lembra que tenho de falar sobre o final de Fringe.

Você pode gostar...

8 Resultados

  1. YCK disse:

    Estou mais interessado em saber como o J.J. administra seus projetos do que como será o episode VII. O cara faz muita coisa.

  2. guilherme disse:

    sobre o final de fringe, acho que a última temporada deu uma desvirtuada em função do anúncio do término da série. by the way, acho que foi um final, digamos, bonitinho.
    obviamente que o final de lost criou uma expectativa imensa, dadas as proporções de audiência e mistério envolvidas na trama. acho que em fringe, o jj (e a trupe envolvida na produção de fringe) conseguiu resolver o lance de um jeito melhor, mais positivo e menos decepcionante. bom, pelo menos essa é a minha opinião.
    mas queria saber sim o que vc achou.

  3. Marcelo disse:

    Só eu gostei do final de Lost? hehe

  4. japaOne disse:

    Não lembra que Fringe acabou cara…. =[

    J.J. Que a Força esteja com você. – Só isso temos a dizer.

  1. 03/02/2013

    […] E por falar em Guerra nas Estrelas… […]

  2. 07/02/2013

    […] ilustradora canadense Zoe Jones misturou a notícia de J.J. Abrams dirigindo o próximo Guerra nas Estrelas com o pôster de Super 8, o filme que Abrams fez com […]

  3. 16/02/2013

    […] por uma marca de carros, mas isso não tira o mérito artístico do baixote, que sintoniza-se até com as lens flare de J.J. Abrams, […]

  4. 11/03/2013

    […] como o Ramon bem disse, ele está estabelecendo o nível de como vão seus seus Guerra nas Estrelas. E aí me bateu uma sensação de que ele, de repente, poderia fazer estes dois universos se […]