Gangues 90

Depois de contar as histórias de como o skate deixou de ser uma modinha para se tornar um estilo de vida e do surfe em ondas gigantescas, é a vez do ex-skatista-e-atual-documentarista angeleno narrar a saga de uma das tretas de gangues de rua mais conhecidas do mundo – a dos Bloods vs. Crips. Nascidos em meio ao gangsta rap e aos conflitos pós-veredito do caso Rodney King e depois de aprender a lição que a militância por causas negras quase sempre terminam na bala ou na cadeia, toda uma geração de adolescentes abraça a violência como saída para continuar vivo (parecido com aqui, né? Tirando o fato que aqui não foi caso de política racial – e sim falta de horizonte mesmo). Crips and Bloods: Made in America estreou mês passado nos EUA e agora é torcer pruma dessas mostras feitas para cinéfilos traga e não esconda a sessão numa segunda às 16h. Senão, é apelar pro torrent.

Você pode gostar...

Sem Resultados

  1. Bruno disse:

    Steve Peralta vai construindo uma bela filmografia, ainda que um tanto formulática.

  2. * formulaica

    Mas o cara veio do skate, jah eh uma lenda viva numa area, nem precisava mais, neh… Acho fodao.

    E outra: nao eh soh uma filmografia, ele tah filmando a propria biografia!

  3. Daniel disse:

    Deixa eu ser mala?

    É Steve ou Stacey?

    [ ]

  4. Gutierrez disse:

    Detesto falar que alguma informação pequena está errada. Mas tem uma pequena informação errada nesse post. As duas gangues são muito anteriores ao gangsta rap.