Fundamentalista sem causa

Um sábio fictício moderno disse que o ser humano é rebelde por natureza e está sempre se rebelando contra o status quo – mesmo quando não sabe disso. “Toda vez que você é intimidado, você está se rebelando em outro nível”, ele diz, “certa vez coletei as estatísticas sobre acidentes industriais em uma cidade escolhida ao acaso – no caso, Birmingham, na Inglaterra”. Depois de estudá-los, o anti-herói chega à conclusão sobre os dados que estava estudando: “Sabotagem. Sabotagem inconsciente. Todo acidente era uma insurreição cega. Todo homem e mulher está em constante rebelião, mas só alguns poucos tem coragem de admitir. Os outros atrapalham o sistema por acidente – rá-rá-rá – ou por estupidez – rá-rá-rá, de novo”.

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Diego castro disse:

    O que é isso, um manifesto à passividade ou uma constatação?Deverias ao invés de sábios fictícios ler um carinha chamado Foucault, sobre o “poder simbólico”. Terias reflexões bem mais profundas sobre o assunto. Fikdik

  2. Não, bicho. Foucault não. Começa lendo Foucault, termina falando “fikdik”. Me deixa com meu DeLillo.