Enfim o terceiro volume

giancarlo-rufatto-volume-3

Depois de lançar os dois primeiros volumes de suas Canções do Distanciamento Social nos dois primeiros meses da quarentena, o bardo indie paranaense Giancarlo Ruffato retoma sua produção depois de um semestre sem novidades – e inverte a proporção no novo capítulo: em vez de duas versões alheias e uma faixa própria, preferiu mostrar duas autorais – a desesperançosa “Vivendo dentro dos seus próprios sapatos” e a irônica “Pense Positivo” – e regravar uma canção alheia, o hino caipira “Chico Mineiro” que, como explica no texto de apresentação do novo disco, foi a primeira música que aprendeu a tocar no violão e que “era a música que meu avô pedia pra que eu tocasse quando era adolescente”. O novo volume também é o fim de uma trilogia que Giancarlo só percebeu depois de finalizar o novo disco.

Você pode gostar...