Elza Soares 2015: “Quem tem cadarço não sobra”

elza2015-

Mais uma bordoada da Elza Soares saída de seu novo disco, A Mulher do Fim do Mundo. Depois de “Maria da Vila Matilde”, ela vem agora com “Luz Vermelha” – samba torto que Kiko Dinucci fez inspirado “num Brasil absurdo, Tristes Trópicos, Bye Bye Brasil” e que o letrista Clima ambientou em São Paulo, ao citar uma das frases emblemáticas do clássico de Rogério Sganzerla, O Bandido da Luz Vermelha, no refrão. Dona Elza não teve a menor dificuldade para entrar nesse universo, dando um chega pra lá em todo mundo só com sua presença.

Dá pra baixar a música lá no site da Natura.

Você pode gostar...