E o One Hot Minute?

Maior galera torce o nariz pra esse disco, mas eu acho fodão. É um Red Hot dark, pessimista – e com o Dave Navarro na guitarra. É fácil-fácil melhor do que qualquer disco do Jane’s Addiction (não é muito difícil, né…).

Fora que o One Hot Minute tem outro motivo pra ser uma boa lembrança.

Você pode gostar...

Sem Resultados

  1. Carlitos disse:

    Matias,
    Acho o “One Hot Minute” maravilhoso.E ele ficou sendo subestimado pelos “fãs” que não entenderam a entrada do Guitar Hero Dave Navarro.Um dos meus favoritos na discografia do RHCP.
    Abração!

  2. Bruno disse:

    Meu segundo favorito deles, acho, depois do Blood Sugar. Esse disco só me taz boas lembranças.

  3. Rpz, o One hot minute é fooda! Comprei ele em 93 se não me engano e até hoje o ouço com fervor. A primeira audição foi meio estranha, confesso, mas na segunda já tinha noção da pérola!

  4. One Hot Minute, Mother’s Milk e BloodSugarSexMagik são foda demais.

  5. Marko Mello disse:

    ‘One Hot Minute’ tem pérolas pra história. ‘My Friends’ é das mais bonitas do RHCP, ‘Coffee Shop’ é demais… ‘Tearjerker’ é foda. Puta disco!

  6. Vini Lombardi disse:

    Tenho ORIGINAIS todos álbuns e dvds do Red Hot. Conheço tudo deles, sei bem o que tem em cada álbum. O One Hot Minute é o que eu menos gosto. Não tem nada a ver com a química do restante que o Red Hot já fez. Gosto até do primeiro álbum deles, que ninguém gosta. O One Hot Minute tem 2 músicas fodas mesmo: Aeroplane e My Friends. Para não vir ninguém dizer que eu só gosto do novo Red Hot, com aquelas baladinhas, saibam que meu cd favorito é o Blood Sugar Sex Magik, anterior ao One Hot Minute. O OHM vendeu menos da metade do Blood Sugar (12 milhões contra 5-6 milhões). E Tiago: como você comprou o One Hot Minute em 93 se ele foi lançado em 95 ? =P

  7. Pedro Turbay disse:

    Porra, com certeza. Sempre curti o One Hot Minute, mermo com a esquisitice dele. Falling into you e Transcending, ouvi demais dos 12 aos 18 anos. Depois me roubaram o CD…

  8. Pedro Turbay disse:

    Porra, com certeza. Sempre curti o One Hot Minte, mesmo com a esquisitice dele. Ouvi demais dos 12 aos 18 anos. Depois me roubaram o CD…

  9. rocha disse:

    acho foda tb… mas , pô o ritual de lo habitual do JA é bom tb..

  10. arlen disse:

    Também acho bem bom este disco, aeroplane é muito a fú. Mother´s milk e este sao os melhores, inclusive acho que tudo que veio depois do OHM foi meio decadente, esta fasezinha baladas do RHCP

  11. Led disse:

    esse disco é sensacional!
    agora, “fácil, fácil melhor do que qualquer dico do Jane’s Addiction” foi só pra alfinetar né, longe de ser sensata essa colocação.

  1. 09/04/2010

    […] o motivo pelo qual o One Hot Minute me é tão querido: ele foi o primeiro assunto do primeiro Trabalho Sujo, ainda impresso, que saiu no dia 20 de […]